sexta-feira, 9 de agosto de 2019

ESPLENDOR





Estou vivendo um dos momentos mais esplendorosos da minha vida. Estou me sentindo plena em vários sentidos. E quero aproveitar ao máximo este momento. Estou me preparando para coisas ousadas, prazeres ilimitados. E creio que os desafios a mim instigados são especialmente maravilhosos para aquilo que sempre almejei. Uma vida BDSM ativa, cheia de superações.
O tempo continua, ainda, sendo o contratempo de tudo. Mas estou resolvendo muita coisa e isso altera a atual rotina de correria.
Eu me olho no espelho e vejo esta face serena, jovial e essa boca perigosa, de lábios cheios, convidativos ao prazer da luxúria. Estou me sentindo uma fêmea “poderosa” e “empoderada”. Cheia de desejos terrivelmente obscenos. E confesso que ELE me instiga a isso. Seu nome? Dom Marka!
Pude vislumbrar, também,  esses dias que crianças se tornam adultos ou ainda permanecem crianças crescidas. Ser pai aos 18 anos, por exemplo, é uma carga que sobrecarrega outras cargas. Mas como diz o ditado: quem pariu Mateus que embale o berço (ou - quem pariu mantém e embale o berço). Ou seja, quem cria suas situações, deve ser responsabilizado por elas.
Isso não vem ao caso, decerto, mas o dia dos pais está se aproximando é bom para refletir... O que não é o meu caso.
O que quero mesmo são outras tangentes. Pegar esse tempo que ainda tenho para flexibilizar entradas, alargando desejos e concluindo prazeres. Expor mais de pertinho minhas impressões, desejos e taras que são reacendidos cada vez que essa voz toca meu ouvido, enche minha mente com esse som hipnotizante, cativante; próprio de Dono, de Senhor de engenho que comanda senzala, escrava, serva. Esse é o tino que me desatina, me descortina e me alucina. Aquele que vai markando tudo. Escancarando entradas, fechando saídas, abrindo e enlarguecendo loucos, mas loucos desejos mutualizados.
Tudo que em mim existe, hoje, é uma construção de pilar a pilar daquilo que foi mexendo comigo esse tempo todo, desde que meu adorado mestre Dom Marka entrou em minha vida de serva.E assim me tornou.

terça-feira, 30 de julho de 2019

EM CHAMAS

 
 
Quantas indecências tu me propões
que me fazem arder febril em chamas
que queimam por dentro
e exalam por fora 
um cheiro de depravação,
de desejo e de tesão!

segunda-feira, 29 de julho de 2019

OUSADIA



O dia chegou e com ele os pensamentos mil. Como é que pode que uma pessoa ausente ser tão presente na mente da gente?
Por onde quer que eu vá, tua Marka está ali, cunhada  em cada pensamento, em cada desejo.
Eu costumo dá um tempinho comigo mesma depois de um encontro e quando tu te vai... Fico  ruminando todo o corrido, pensando onde corrigir, melhor, lamentando as falhas, absorvendo  tua fala...
às vezes me demoro alguns minutos para sair, sim, mas porque fico fazendo uma análise a dando um feed back a mim mesma.
Por momento penso que sou uma roda-gigante, subindo, descendo mas que também não para! A sensação que tenho é que estou mais aberta, flexivel(?), menos resistente. Até porque Contigo, já me livrei dos pudores das resistências.
E quando vejo essas ousadias que tu me presenteias aí é que penso mais ainda. 
Como chegar lá? Eu quero chegar lá.

domingo, 28 de julho de 2019

ESTALOS E RUÍDOS







????
Que Marka é essa que tal lenha
assopra e avermelha suas pontas

com os estalos e ruídos que
vão invadindo cada espaço,
cada vão...
cada imaginação...
Sem deixar nenhuma brecha
Para que o prazer não escape
de sentir cada emoção...
Onde o limite alcançado
É de pura inspiração
É aquele que dilacera
mas também que traz satisfação!
É de arrepiar alma e coração!

sexta-feira, 26 de julho de 2019

TU ÉS LENHA



 Lenha
Combustível
Fogo campeiro!
Falta-me oxigênio
para traduzir a reação química 
que tu em mim provocas.
Tu és lenha acesa
que aquece esse turbilhão  de desejos!

PARA SE PERDER EM SENSAÇÕES



Ainda não sei exatamente o tamanho que aparentará;
mas de que será  o melhor par as sensações,
 isso será. Já em consultas...




quinta-feira, 25 de julho de 2019

É EM TUAS PEGADAS




Tu me ensinas a andar, 
cada passo, 
como criança em sua fase infantil... 
seguindo tuas pegadas, 
na estrada da vida dos prazeres, 
de todo esse tempo 
que tive e tenho o brilho 
em ser iluminada por ti...
Por teus valorosos ensinamentos.

APOSTE!


É naquele toque meio agressivo,
lento ou acelerado que faz o corpo estremecer e a buceta aquecer...
Quando tu me invades 
que eu me desmancho em prazeres, 
Aí não sei se calada fico
ou se em grito me arrisco
Tu vais mexendo com minha libido 
trazendo à tona esperanças renascidas do nada,
do tempo encontrado ou  perdido
E assim, irrevogavelmente me abro, me fecho 
já nem sei o que fazer
quero-Te sempre mais 
mas o afasto sem querer
A consciência o puxa para perto, 
o desejo te amarra sem nós
destarte, inevitavelmente tuas markas 
vão sendo cunhadas em minhas entranhas
com uma forte apelação de quero mais!
Sim, eu sempre quero mais de ti!
E este ano: ano de muitas conquistas!
Será também o ano de superar novos limites
Aí me pego fazendo matemática:
+550! -33! +10! -40! Quem sabe +55!?
Tudo isso porque um dia tu entrastes em minha vida de fêmea para me tornar nessa serva (ainda bruta),
mas com um grande potencial em ser melhor.
Não duvide de Suas apostas, meu Mestre!

quarta-feira, 24 de julho de 2019

terça-feira, 23 de julho de 2019

MIL PEDIDOS DE DESCULPAS



Peço desculpas ao meu Senhor e Mestre Dom Marka pelo uso indevido de palavrões neste espaço que é sagrado a nós e aos demais leitores.  Confesso que não é do meu feitio usar palavras de baixo calão para me expressar. Infelizmente foi um infortúnio num momento de impetuosidade que numa das postagens anteriores vomitei alguns palavrões. Sinto-me extremamente envergonhada com isso.
Por isso mais uma vez reitero meu pedido de desculpas ao meu adorado Mestre e aos leitores que fizeram a leitura do post. Asseguro que daqui por diante serei mais cautelosa no falar e no escrever. Até porque estou aqui não  apenas escrevendo textos aleatórios, estou também me dirigindo Àquele que é a razão da existência deste blog. Aquele que a cada dia que se passa me ensina algo. E cada vez mais que aprendo, mas vejo que ainda tenho que aprender. E que o aprendizado é algo em constante evolução, nunca para. Não se acaba. Nunca se sabe tudo. Cada encontro é uma lição, é algo novo apresentado.
Só tenho a agradecer meu adorado Senhor e Mestre Dom Marka por tua paciência, teus ensinos, tuas habilidades em me refinar para melhor servir. E como sempre digo eu me sinto honrada em poder estar com Sua pessoa. Obrigada por dedicar seu tempo a mim.
E se nalgum momento lhe faltei com o devido respeito ou tive comportamento inadequado, me perdoe. Vou lembrar disso para que eu não venha incorrer em erros já outrora corrigidos.
Uma coisa posso te garantir, mestre, que de agora em diante, nessa nova fase da minha vida eu dedicar-me-ei integralmente para ser aquela fêmea-serva que o senhor desenhar ou até mesmo desejar.
Sei que sou ávida, sim, em te sentir. Por que é simplesmente espetacular ver por meio das sensações em mim, entre esses meus lábios quentes, esse teu cacete crescer e pulsar, por exemplo. Mas agora, com mais zelo e requinte no sentir, na felação....
Vou trabalhar com mais afinco os alargamentos. Pois quero prazeres mais amplos, com aquela sensação de dor que excita. Até porque ainda temos muito a desfrutar...
Mestre,  minha agenda é flexível e adequável aos teus desejos, que são prioritários a qualquer pauta minha, salvo e somente quando for fora deste torrão, em outro lugar mais distante, e se minha presença fizer-se necessária.