<                           

























sexta-feira, 23 de junho de 2017

ASSIM... DE MANSINHO




Tu vens chegando de mansinho,
como quem nada quer, querendo tudo
vai me envolvendo, me seduzindo,
me prendendo em quereres
que não dependem de mim
Fico toda ouriçada, 
esperançosa...
fico fazendo contas,
somo, retrocedo, subtraio,  
aumento saudades)
tento diminuir dias...
Queria comemorar Contigo. 
Não sei bem o quê. Mas queria. 
Teu Anviersário? meu aniversário?
Dia das mães? Dia do BDSM? Dia das escravas?
Dia de fuder?
Sinto dores no coração, nos desejos, 
sinto uma dor tremenda nas lembranças,
nessa desgraçada saudade que maltrata.
Caramba, mestre, eu tenho saudades de Ti!
Saudades de Tua boca,
refletida em Tua voz velada...
baixa, contida
imperiosa
Revivo Teu sabor,
Revivo Teu toque...

 
 

quinta-feira, 22 de junho de 2017

BEM SABES QUE ODEIO ESTA AUSÊNCIA






Bem sabes que odeio esse silêncio infindo;
odeio essa saudade maltratante
Mas fico tão feliz quando Tu visitas esta "casa";
sim, este blog é minha casa de prazer;
meu ponto de encontro com minha servidão expressa
Ah, meu Mestre e Senhor,
Tu nem imaginas como Tua presença é tão bem vinda aqui!
Como Tua Marka é tão markante
Venha sempre, esta casa é Tua. 
É para Ti que foi construída.

QUE IMPORTA?






Por estes dias estava vendo o filme Alice - aquela do país das maravilhas. Desde criança que leio ou assisto esse clássico da literatura mundial; Não é apenas infantil,é para qualquer idade.
Não deixa de ser uma fábula, mas traz grandes ensinamentos, pelo menos eu pude absorver alguns. Na sua viagem ela foi transportada para lugares fantásticos, apesar de agruras.
Enfim...
Já fui chamada de “alice” por um Sr, mas isso não me ofendeu nem um pouco, pelo contrário; eu ratifico que sou uma "alice", viajando pelo maravilhoso país do mundo BDSM, onde minhas fantasias se realizam ou minhas realidades podem ser fantasiadas. Viajo nas emoções com meu Mestre adorado, meu Senhor que tanto e sempre me marka.
Sou uma eterna "alice" nesta caminhada BDSM; caminhada essa que me proporciona belas e magníficas descobertas, um fantástico mundo de prazeres. Quantas coisas já descobri!
Nessa viagem, realmente pude ver o verdadeiro caráter de algumas pessoas. E, usando meus conhecimentos psicológicos, pude analisar comportamentos e atitudes. Alguns réprobos, mesquinhos, sem maturidade condizente com a idade que possui e o meio ao qual se diz pertencer.   
Na fábula da Alice, tem personagens bons e ruins. Assim como no meio SM. Tem péssimos dominadores, tem péssimas submissas, pseudo dominadores, pseudo submissas, por que vai depender não das práticas BDSM, e sim do caráter e da índole de cada pessoa. De sua consistência moral, ética e social.
Há aqueles que chantageiam, há aqueles que ameaçam. Mas, por outro lado, em contrapartida, há aqueles que cuidam, incentivam, valorizam. Vivem também suas fantasias em parceria com você.
Há gente ruim em todos os níveis da sociedade humanizada.
Eu não canso de ser grata ao meu Mestre, que desde quando o conheci, desde nosso primeiro contato, ele mantém a mesma postura. A mesma seriedade.
Há momentos, sim, que tenho vontade de dá-Lhe uns puxões de orelhas por me deixar nessa saudade louca, nesse desejo guardado (de  inverter a situação e eu ser a submissa-domme).  Mas tudo é absolutamente contornado com Sua presença; presença essa que me traz calmaria, arrefece os ânimos e tesões. Além de me alimentar nesse país de prazeres.
Eu me sinto uma “alice” segura com ele. Posso viajar tranquila pelo país das maravilhas BDSM. Quanto a outros senhores por aí, já não posso dizer o mesmo... Que me importam?

TU TE FOSTES...




E Tu Te fostes...

me deixando só...

com apenas minhas fantasias

e perdida em meus desejos de Ti...

Com essa vontade louca de Te sentir novamente

incendiando meu corpo com larvas de prazer... 

quarta-feira, 21 de junho de 2017

UMA FODA BEM PREPARADA


 


 


 

Uma foda bem preparada 
com sabor de gozo
Daquela que mexe com o corpo
mexe com o interior
mexe com os sentidos



CONTIGO NÃO HÁ TEMPO






porque Tu bem sabes que é ilimítrofe
o espaço de Teu chamado.
em qualquer mundo, em qualquer tempo...
quando estou Contigo não existe tempo
nem antes, 
nem depois
porque o tempo para ou passa
conforme Tuas regras... 

terça-feira, 20 de junho de 2017

O DOM DE MARKAR



Há aqueles que passam pela nossa vida 
e nada deixam de bom
Mas, por outro lado, 
há aqueles que vão passando e deixando markas profundas,
em cada pegada uma marka diferenciada
Mestre, Tu me markas de uma forma única
Tu não passastes em minha vida
Tu fizestes foi morada em meu coração, 
em minha construção de serva
- Tua serva
Fui moldada pelas Tuas mãos de dominador artesão 
Mãos de aço, que num momento me eleva, me acarinha e noutro me corrige, me castiga
Tuas markas deixadas em mim são as markas da confiança, 
markas de um desejo particular,
markas de Tuas markas.
Obrigada por Tua integridade, 
por Tua hombridade
por Tua sinceridade,  
por Tua verdade
Obrigada, meu Mestre por dedicar a esta simples serva nuances de Tua confiança.
Eu me sinto altamente confortável em entregar-Te meus desejos, meu corpo, minha submissão.
Não por conta de um contrato, porque eu sou Tua desde sempre - de verdade. 
Desde quando nossas vidas se cruzaram
Tu és minha completude BDSM - desde o meu nascimento
E hoje, mais do que nunca esta serva se sente Tua propriedade - por tantos desejos ratificados pelo tempo!
Quando Contigo estou o que ocorre ao redor são cenas coadjuvantes, paralelas - não as vejo
Porque fico absorta em Ti; em Te olhar, Te ouvir...
De tal forma que deixo passar alguns detalhes 
que espero reparar quando em Tua presença me ajoelhar.
Ah, meu Mestre e Senhor amado... são tantos sentimentos bons que  Tu plantastes nesta Tua serva!
Será que estou sendo  capaz de traduzi-los fielmente, meu Senhor?
Acho que combinamos, de alguma forma
E esse Teu nome? Quão apropriado!
Teu nome é Teu, mas poderia ter sido por mim escolhido. Porque tudo, absolutamente tudo em mim tem Tua marka...
Porque Tu tens o  Dom de me Markar!
Adoro-Te eternamente! 

Tua absolutamente
tua serva ylena