<                           

























segunda-feira, 31 de maio de 2010

SLAVE TO LOVE

(Bryan Ferry)


Tell her I'll be waiting

In the usual place

With the tired and weary

There's no escape

To need a woman

You've got to know

How the strong get weak

And the rich get poor

You're running with me

Don't touch the ground

We're restless hearted

Not the chained and

The sky is burning

A sea of flame

Though your world is changing





I will be the same

The storm is breaking

Or so it seems

We're too young to reason

Too grown up to dream

Now spring is turning

Your face to mine

I can hear your laughter

I can see your smile

No I can't escape

I'm a slave to love

ELEMENTO Y (fragmentos)



A mi gusto
Poseído por el sabor de tu piel
Vibrando con locura dentro
Y sobre tu cuerpo.
Al deleite de tus suspiros
Tus gemidos
Por cada golpe de tu cuerpo al mío
De cada beso
Y de como absorbes mi piel.
Al satisfacer nuestros cuerpos
Nuestro ser.
Saciarnos al consumirnos
Al ahogarnos en el vino de la vida.
Extasiarnos en la fantasía abatida
De explotar tu virtud en el sexto sentido.


(Jaime Tavares)

domingo, 30 de maio de 2010

CIO VAZIO

Graça da Praia das Flechas





Sexo ardente, pensando indecente.
Homem onde estás?

Por ti me contorço
No esforço me acaricio, no cio...
vazio...

Sede intensa

Paixão imensa é demência

Maluquice

Burrice...


Te dou por trás
Não ligue para meus Ais...

Me pegue

Membro em riste
Anda

Penetre-me

Aumente meu apetite!

Põe em cima

Embaixo

Na frente

Atrás

Não pára, quero mais...


Está tudo em fogo

Não escondo meu jogo...

Meu sexo perfumado.



Vem, me coma! Safado!
Assim!

Me masturbe, tarado.

Sou fruta madura

Suculenta.


Beba de mim, em meu cálice carmim...

Violentada

Endemoniada

Renegada sou...

De Amor,

o Homem em prantos ficou...

Mulher não morre

Tem sorte, mata num só golpe...

Misteriosa.

Vou reluzente de gozo

Procurando pelo mundo,

o homem chorando de novo...

sábado, 29 de maio de 2010

AMOR ABSOLUTO




Traga tuas riquezas,
o mundo de amor
o amor e carinho que tanto busquei
riquezas que necessito para viver,
Para que eu seja senhora
Dona de teus desejos
E num furor apaixonado
Possa te dar um mundo de prazer
Selando beijos pecaminosos
Corpos colados desvendando-se
Amor carne, amor coração!...
Escandalizando a lua
Que envergonhada esconde-se
Dando lugar aos gemidos
Que pela noite como notas de uma partitura
Voam com o vento ganhando espaço
Mostrando em gozos múltiplos
A verdade de um querer
Entrega de um amor absoluto!...

sexta-feira, 28 de maio de 2010

DEIXE ESCORRER...




Uma vontade insana
de cavalgar teu membro em riste
noite toda,
todo dia,
momentos infindos
sentir-te encher minha boca
e explodir em gozos multicores,
flamejantes, densos
deixando escorrer lábios abaixo,
lábios a dentro
sentir o teu sabor de macho, de homem
de forma avassaladora
quero-te em mim!

SEJA MEU MACHO





Faça-me propostas indecentes,
Que eu me rendo e me entrego
Deixa eu ser tua fantasia
Venha navegar no mar do meu desejo
Sentir o sabor da minha pele
Me Marka com o Teu cheiro
Enlouqueça minha razão
Desnorteia os meus sentidos
Me torna anjo alado
Que experimente o Teu pecado
Explore os meandros da minha intimidade
Enrosquemos nossas línguas, braços e pernas
E que o universo seja pequeno
Para nós dois
Vem...
Seja meu carcereiro
Seja meu anjo
Seja meu macho
Meu Dono e Senhor
Que me Marka
Que me usa
Porque eu... sou Tua puta
Aqui
Ali
Além
Onde Tu quiseres!

quinta-feira, 27 de maio de 2010

APOLOGIZE



I'd take another chance,

take a fall,

take a shot for you

I need you like a heart needs a beat,

but it's nothing new


Yeah


(One Republic)

SONHOS DO PROFETA




Há um lugar onde moram os sonhos
No espelho de água de uma lagoa calma

Algures sei que te vou encontrar no desencontro
Numa rua ladrilhada de contradições
Com pedras de basalto duro e frio
Onde habita o desalento de dois corações


(O Profeta)

DOCE PECADO



É quando as pálpebras se cerram
e na flora da madrugada,
que penetramos na espessura da noite
onde gravitam os teus e meus desejos.

Mas diz-me…
Porque te queimam os lábios, o corpo, o sexo,
quando sentes no odor noturno
o doce veneno que nos alimenta?

Vem! Matemos esta sede orgástica
que nos atormenta,
onde a transparência se turva,
ilimitadamente,
de desejo e prazer…
Diz-me uma palavra, apenas uma palavra
e serei o pecado. O doce pecado
que arde em nossos corpos sonâmbulos de sede…

(albino santos)
http://as-poliedro.blogspot.com