<                           

























quarta-feira, 31 de outubro de 2012

A FORÇA DO OLHAR

eu

Ao olhar nos olhos, não vemos só um discurso, mas a vida toda"
(Suffit Kitab Akenat)

x.x.x..x.x.x.x.x.x.x

Às vezes eu não entendo a atitude de muitos dominadores que impedem suas servas de olhar em seus olhos. De entregarem-se a si mesmas com seu olhar. De navegarem na expressão do Seu olhar. De “ouvir” Suas ordens pelo olhar, de saber se está a repreendê-la ou aprová-la. Muitos agem como se fosse impossível haver uma relação BDSM sem que a sub “encare de frente” seu Dono.

Se está a mandar fazer ou aquietar.

Um olhar desnuda ou veste.
Um olhar lança farpas ou pétalas
Um olhar tem um poder indescritível de comunicação. Às vezes até mais que palavras faladas.
“O olhar é muito mais do que função fisiológica, É uma linguagem forte”.

Eu acho que o Mestre perde a beleza de entrega e dedicação da sua sub quando perde o rumo da direção de seu olhar. Não nego que acho hiper-mega-super sex uma venda nos olhos. Dá um quê de mistérios. De coisa proibida, inesperada. Mas o olhar... Ah! O olhar!... Expressa. Sem “ver” o olhar, o Dono não poderá avaliar o que a sua serva sente, transmite ou quer. Se está assustada, com medo, com prazer, enfim. São infinitos sentimentos que podem ser expressos por meio de um simples olhar.

Olhar de adoração, olhar de repúdio, olhar de medo, olhar de bem querer. Olhar de respeito. Ou apenas olhar. O olhar produz e transmite sentimentos.

O olhar é lume, é farol.

É tão sublime um olhar submisso....

Quando meu "mestre-dono-senhor" permitir que eu o olhe nos olhos, quero chegar ao ponto em que Ele nem precise falar o que tenho que fazer. Apenas me conduza por meio de Seu olhar.

Afinal um olhar fala mais que mil palavras.

PROVOCAÇÃO DE FÊMEA

SUBMISSÃO E BONDAGE






QUERENDO TE SENTIR EM MIM....

eu





querendo sentir o teu pé

querendo ouvir a tua voz

querendo sentir teu olhar

querendo sentir tua mão

querendo sentir teu poder

querendo sentir teu domínio

querendo sentir teu prazer

querendo sentir você...

eita saudade desgraçada de ti, Mestre! 


INFELIZMENTE




y
 
Sou irremediavelmente sentimentos, 
 eu me envolvo com as emoções.
 Não consigo ficar sem sentir,
 sem querer,
sem desejar
Eu me entrego
Eu sofro
Eu choro
Em sinto o coração sangrar
Sem sair sangue
Há uma ferida aberta em mim
Que eu mesma vou produzindo
Pela insensatez do meu coração
A única certeza que tenho é:
Eu ainda respiro!
Mesmo entre gemidos
Entre sangrar
Entre desejos
Eu queria não desejar
Eu queria não sofrer
Não queria esse olhar
Com gosto de lágrimas
Não queria esse coração em pedaços
Não me conheço mais!
Quem sou eu?
Para onde estou indo?...
Quando se perde o sentido
Perde-se o rumo
Perde-se a motivação
Não entendo a dor
Juro que não entendo!
Mesmo que dizem que no fim do túnel há uma luz
Para que se machucar?
Para markar?
Para  ferir?
Para  ser forte e saber suportar o insuportável?
Infelizmente a vida tem dessas coisas
Há terremotos
Há maremotos
Há turbilhão de sentimento
e os meus estão latentes 
à TUA ESPERA. 
SEMPRE!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

NO EXPLODIR DOS FOGOS



y
Pluuuuuuuuummmm.........pluuuuuuunnnnnnnnnnn

Era o soar dos fogos de artifícios, iluminando  as ruelas, daquela cidadezinha  histórica, pitoresca, enquanto ela se aprontava para sair. Era dia de São João, as festas juninas trazia alegria às pessoas.

Tinham combinado que o encontro seria naquele motel temático, cheio de fetiches e cheiro bdsm.
Ela chegou ao local combinado, na esquina daquela rua.  Próximo à sua casa. O Carro para. Chique. Lindo, Prateado. Ela vai ao seu encontro, rebolando naquele vestidinho curtíssimo (parecendo uma...) e um saltão de dar inveja a qualquer dragqueen.
Ela teve o cuidado de levar uma bolsa grande com toooooooodos os acessórios por ele solicitados. Ainda bem que era pouca coisa. Ele mesmo se encarregou de levar as demais coisas, inclusive se responsabilizou por aqueles momentos que ali passaria desfrutando dos prazeres que seus desejos e suas carnes poderiam proporcionar um ou outro.

Ela entra no carro, em silêncio, ele a olha e sorri.  Como sempre fazia. Sorriso envolvente. Ela baixa o olhar e já sabe o que fazer. Lentamente suas mãos vão em direção ao  zíper de sua calça e começa a desfechá-lo... sente um longo suspiro saindo de sua boca.
Boca...  Isso faz lembrar o que fazer naquele momento. E por uns instantes eles ficam ali...

E quando saem vão direto para o motel.  Enquanto ele acendia aquele inseparável cigarro, ela colocava tudo sobre a cama.
Que beleza! Que maravilha! Excepcional aquelas cordas, coloridas, sabia que dali nasceria um lindo shibari em contraste com sua pele. Era uma arte para ele fazer aquilo. Ela colocou uma música ambiente suave e começou a fazer um streep... Tirando peça por peça até ficar apenas  com a levíssima combinação. Que aos poucos foi deslizando  pernas abaixo...
E ela, sensualmente, foi se achegando,  pertinho dele, com as cordas nas mãos e lhas entregando. Aquela corda tinha a cor do prazer, prazer dele, prazer dela. Sempre desejou ser "amarrada" por ele. Com toda aquela arte. que lhe era peculiar. Esfregou sensualmente seu corpo ao dele, que lhe entregou  o cinzeiro e ela o colocou sobre o criado-mudo.  E voltou, aninhando-se aos seus pés, tirando seus sapatos,  sua camisa, e por fim sua calça, deixando-o apenas  de cuecas.
Lindo! Adorava aquela barriguinha acentuada. Dava-lhe um charme especial. Sem pensar em mais nada, ela esfrega seu rosto e enterra o nariz ali e cheira  muito.
É levantada pelos cabelos, até ficar em pé, frente a frente. Pernas entreabertas, braços colados ao corpo e começa o desenho com as cordas. Ela se sentia linda, mesmo totalmente imobilizada. Para o deleite dele, que a cada nó que dava, cada laço ia ficando mais e mais excitado...
Entravam em êxtase. Dono e escrava. Com a cor daquelas cordas coloridas que se transformaram em arte, se transformaram em vestes...  e agora estavam prontas para ser tiradas e usadas naquelas nádegas polpudas... e depois.... só o prazer conduzirá aqueles momentos mágicos que seguiriam. Mas com certeza seriam de muuuuuuito deleite, tesão e desejos... especialmente porque aquelas cordas ainda estariam ali, prontas a serem usadas novamente...

QUEM É A PUTA




CURIOSIDADE...

Na mitologia romana, PUTA é a deusa menor da agricultura.

Segundo uma das versões, a etimologia do seu nome vem do latim e seu significado literal é PODA. As festas em honra a esta deusa celebravam a poda das árvores e, durante estes dias, as sacerdotisas manifestavam-se exercendo um bacanal sagrado (uma festa em homenagem a Baco - deus do vinho, sendo hoje uma designação para festas libertinosas, banquetes crapulosos e orgias) prostituíam-se honrando a deusa (o que explicaria o significado corrente da palavra em muitos países de fala latina).

A prostituição pode ser definida como a troca consciente de favores sexuais por interesses não sentimentais, afetivos ou prazer. Apesar de comumente a prostituição consistir numa relação de troca entre sexo e dinheiro, esta não é uma regra. Pode-se trocar relações sexuais por favorecimento profissional, por bens materiais (incluindo-se o dinheiro), por informação, etc.

A prostituição é praticada mais comumente por mulheres, mas há um grande número de homens que têm na prostituição um trabalho cotidiano.


Ser PUTA não é ser prostituta
Ser PUTA é ser deusa.
(Taí, gostei desse meu prisma de olhar o prazer do corpo.)
Ser PUTA é ser desejo...
Ser PUTA é ser tesão
Ser PUTA é ser paixão
Ser PUTA é ser submissa
Ser PUTA é Te servir...
Decididamente quero ser tua P...



Principais Deuses romanos:

Cupido - deus do amor
Diana - deusa da caça muitas vezes relacionada com os ciclos da Lua
Fortuna - deusa da riqueza e da sorte
Hera ou Juno - deusa da força vital, deusa dos deuses
Júpiter - deus dos deuses, senhor do Universo
Marte - deus da guerra
Mercúrio - deus mensageiro
Minerva - deusa da sabedoria
Netuno - deus dos mares
Vênus - deusa da beleza e do amor
Saturno - deus da agricultura

COISAS INCRÍVEIS


-->
Henry Miller


Ninguém avança pela vida em linha reta.
Muitas vezes, não paramos nas estações indicadas no horário.
Por vezes, saímos dos trilhos.
Por vezes, perdemo-nos, ou levantamos voo e desaparecemos como pó.
As viagens mais incríveis fazem-se às vezes sem se sair do mesmo lugar.
No espaço de alguns minutos, 

certos indivíduos vivem aquilo que um mortal comum levaria toda a sua vida a viver.
Alguns gastam um sem número de vidas no decurso da sua estadia cá em baixo.
Alguns crescem como cogumelos, 
enquanto outros ficam inelutavelmente para trás, 
atolados no caminho.
Aquilo que, momento a momento,
se passa na vida de um homem é para sempre insondável.
É absolutamente impossível que alguém conte a história toda, 
por muito limitado que seja o fragmento da nossa vida que decidamos tratar

MULHER IDEAL




Pablo Picasso


Um homem 

só encontrou a mulher ideal 

quando olhar no seu rosto

e ver um anjo,

e tendo-a nos braços 

ter as tentações que 

só os demônios provocam.



segunda-feira, 29 de outubro de 2012

OLHAR




eu

Olhar sentido
Olhar mistério
Olhar destino
Olhar reação
Olhar morada
Olhar habitação
Olhar rejeição
Olhar atração.
Olhar inocente
Olhar malicioso
Olhar indiscreto
Olhar sigiloso
Olhar atento

Olhar displicente
Olhar compreensivo
Olhar intolerante
Olhar generoso
Olhar mesquinho

Olhar encolerizado
Olhar apelo
Olhar compaixão
Olhar intransigência
Olhar amor
Olhar ódio

Olhar evolução
Olhar registrador
Olhar ansiedade
Olhar de esperança
Olhar agonizante
Olhar consciente
Olhar coisificado
Olhar libertador
Olhar argentário
Olhar decidido
Olhar evasivo
Olhar pacífico
Olhar reticente
Olhar perdão

Olhar acuado
Olhar rancor
Olhar feroz
Olhar envenenado
Olhar encolhido
Olhar venerado
Olhar perseguido.
Olhar opressor.
Olhar provocação
Olhar oprimido.
Olhar paixão
Olhar dominador
Olhar submisso...
Teu olhar...
Meu olhar...


 

DIETA DO SEXO


Achei uma delícia essa propaganda...

UMA DIETA A SUPER INTERESSANTE



sexta-feira, 26 de outubro de 2012

DEPOIS DO PRAZER



SPC

Tô fazendo amor com outra pessoa
Mas meu coração, vai ser pra sempre seu
O que o corpo faz a alma perdoa
Tanta solidão, quase me elouqueceu
Vou falar que é amor
Vou jurar que é paixão
E dizer o que eu sinto com todo carinho
Pensando em você
Vou fazer o que for e com toda emoção
A verdade é que eu minto, que eu vivo sozinho
Não sei te esquecer

E depois acabou, ilusão que eu criei

Emoção foi embora e a gente só pede pro tempo correr
Já não sei quem me amou
Que será que eu falei?
Dá pra ver nessa hora que o amor só se mede
Depois do prazer
Fica dentro do meu peito
Sempre uma saudade
Só pensando no teu jeito
Eu amo de verdade

E quando desejo vem
É teu nome que eu chamo
Posso até gostar de alguém
Mas é você que eu amo.


OLHAR 43









RPM

Seu corpo é fruto proibido
É a chave de todo pecado e da libido
E pra um garoto introvertido como eu
É a pura perdição.
É um lago negro o seu olhar

É água turva de beber, se envenenar

Nas suas curvas derrapar, sair da estrada

E morrer no mar (no mar).
É perigoso o seu sorriso

É um sorriso assim jocoso, impreciso

Diria misterioso, indecifrável

Riso de mulher.
Não sei se é caça ou caçadora

Se é Diana ou Afrodite

Ou se é Brigite, Stephanie de Mônaco

Aqui estou, inteiro ao seu dispor (princesa).
Pobre de mim

Invento rimas assim pra você

E o outro vem em cima

E você nem pra me escutar.
Pois acabou, não vou rimar

Coisa nenhuma agora vai

Como sair que eu já não quero nem saber
Se vai caber ou vão me censurar (será?).
E pra você eu deixo apenas

Meu olhar 43
Aquele assim, meio de lado
Já saindo, indo embora
Louco por você
Que pena!
Que desperdício! 





 

TUDO POR NADA

Paulo Ricardo




Se eu soubesse que ia ser assim
Você nunca me disse  Te amo
Mas também não disse que não

Enquanto eu fazia tantos planos
Que você nunca vai saber
Nunca vai saber...

Quando você ama alguém que não te quer
Quando há um outro homem, outra mulher

Mesmo assim ainda te amo
Mesmo sabendo que eu
Posso, de repente
Ser o outro
Não posso te esquecer

  


MOMENTOS EM MÚSICAS



SLAVE TO LOVE -Bryan Ferry
(clip oficial)




Insisto em cultivar sua presença
mesmo que você nunca venha a saber
Porque serei eternamente
SLAVE TO LOVE FOR YOU!







OUTRA VEZ – Roberto Carlos





Eu te proponho te oferecer meu corpo
E depois do amor O meu conforto

Porque tudo o que se passou
Tudo o que se sonhou
poderá ser vivido

OUTRA VEZ









Marcio Greyck
O MAIS IMPORTANTE É O VERDADEIRO AMOR
(ao vivo)






Nem é preciso amar como um casal

basta amar como uma escrava e Seu Sr...

É assim que te amo...


Eternamente, meu Sr!



...................................................

...........................................................








MAIS DO QUE IMAGINEI – Catedral





Eu não posso enganar meu coração

achando que vou Te esquecer!

Bem sabe você

que é muito mais do que eu imaginei

Por isso... vem Sr...

estarei sempre a Te esperar











DETALHES - Roberto Carlos







Como posso esquecer de Ti,

sem esquecer de mim mesma?


Impossivel apagar


essas pequenas grandes coisas,


detalhes nossos...


Momentos nossos: meu e Teu...













VIVENDO POR VIVER - Marcio Greyck







Ando por ai, pelas ruas

pelas vilas do meu coração apenas vivendo,

sem nexo à tua procura e à tua espera

viver por viver é quase morrer

mas viver para Ti

nem a distância mortifica esse sentimento.







QUEM DE NÓS DOIS - Ana Carolina





Não existe impossibilidade
quando dois querem
eu não posso te perder dos meus olhos
eu não consigo te apagar em meu coração







CHÃO DE GIZ - Elba Ramalho





Faço dos meus sentimentos
um chão de estrelas
um quadro de giz
para rabiscar meus desejos por Ti
Danço, pulo carnaval, agito o coração
não quero partir, quero ficar aqui
CONTIGO!







Sue Aston Cornwall
The Home Coming Celtic Music Violin






Viajando pela música
Vestindo-me de sensações prazerosas