<                           

























domingo, 30 de novembro de 2014

O CAMINHO...

 
 





Era apenas um caminho, 
mas com destino certo

O destino do prazer mútuo

A felicidade estava presente a cada momento

Eram risos e andares

Eram cordas e telas

Eram um homem e uma mulher

Mas acima de tudo era

Um senhor e uma escrava.

sábado, 29 de novembro de 2014

VOU ME PERDENDO EM TI...MESTRE


 

 

 

 

 


Podes tu quantificar  como é desejar tua presença?

quando nas madrugadas 
vou me agarrando nos suspiros, nos olhares  markados...

me perdendo nas sensações que lembranças tuas em mim provocam...

Vou me perdendo em caminhos incertos com desejos certos de ti

Os amores verdadeiros são eternos

Independem das arestas da sua construção estruturada

Os amores bdsm são mais fincados, firmes, esboçados

Não misturam, mas são misturados, absorvidos

Inesquecíveis, markantes e markados

Às vezes vou me perdendo em ti,

me transformando em nós

Me perco no refugo do arco-íris

Do toque sentido, aspirado

No vão de coisa nenhuma ou nalguns prendedores coloridos

Vou entrando em desejos proibidos,

Sonhando com os teus anseios...

Esperando as tuas esperas, as tuas eras, os teus espaços

E assim dia-a-dia vou me perdendo contigo...

Nessa longa espera desses desejos infindos

Que vão me enterrando de saudades

Porque em ti eu me perco toda,
me desconserto toda...





 


sexta-feira, 28 de novembro de 2014

AS LEMBRANÇAS COMEÇAIS...




O que me faz sentir saciada, realizada, é o toque do seu velho cinto, de suas palmadas, das tuas mãos invasoras. A minha boca preenchida pelo prazer... a dor. A dor alucinante que me alucina os sentidos, fazendo-me delirar... Culminando num gozo incontrolável, incontido que somente o Mestre pode produzir...
Lembranças voltaram. Encontros querem e insistem em voltar, de forma bem vadios. Não se pode, claro, explicar uma língua, uma boca lhe invadindo, seu néctar sendo sugado da forma mais libidinosa, ousada, desejada e atrevida. Enquanto seu lado fêmea vai explodindo em jorros escaldantes,  peculiares... alucinógenos!






DIREÇÃO



Quanto te encontrei

Perdi a MINHA direção

Fiquei sem rumos, sem nexos

Quando te encontrei  me encontrei em ti...

com TUA direção...
 


 



  

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

FISTING



Fist fuck ou fisting ou fist fucking é uma prática sexual que envolve a inserção da mão ou antebraço na vagina (brachio vaginal) ou no ânus (brachio procticus).
Os praticantes desta atividade indicam que parte do gozo na sua realização está em aprender a apreciar as sensações que são proporcionadas pela distensão do ânus, da vagina ou de ambos.
Alguns apreciadores desta prática o fazem, inclusive, com a dupla-penetração nos orifícios anal e vaginal.
Tal prática é adotada quer entre pessoas heterossexuais como pessoas homossexuais e pessoas bissexuais. OU seja, qualquer ser humano, que tenha buceta ou cu, casado ou solteiro pode fazer um fisting. 
É do conhecimento de todos o que é um "finger-fucking" (foda de dedo). Independente de ser no ânus ou na vagina é muito gostoso ter alguém te mexendo por dentro (dedos dentro do ânus de um homem, se bem direcionados, farão cócegas na sua próstata, o que o fará se sentir bem!). 
As mulheres geralmente não têm constrangimento com a ideia de serem fodidas por mais de um dedo. Mas nem todas as pessoas pensam na ideia de terem uma mão inteira dentro do seu ânus, ou da sua vagina. OU seja, fazer um "fisting". Sim, isso é perfeita e  anatomicamente possível. E diga-se, para muitas pessoas é espetacularmente e sim, é prazerosa essa prática, basta ler quem já fez ou ver vídeos de quem está fazendo. 
Poxa, é apenas uma foda com mão! Whats the matter, babe?
Apesar de que não é apenas uma brincadeirinha! Como se você fizesse e  estivesse tudo como antes.  Deve ser feito devagar, aproveitando cada empurrãozinho, sentindo o “sabor” da foda. E não tem essa frescura de dizer que está fazendo amor com as mãos, não. É foda mesmo!
Mas como tudo na vida todo cuidado é essencial. Higiene, unhas curtas e lixadinhas,  lavagem intestinal (faça um enema antecipadamente, ou uma boa limpeza intestinal com bisacodil, tipo um laxante e depois tome ducha). Nada mais desagradável que  começar a sair merda literalmente, quando deveria sair apenas: ohhhhh!  Uiiiii, aiiiiii, vaiiiii... essas frescuras aí! Se tiver luva é ótimo também.
Hummm... Um creme lubrificante é quase que INDISPENSÁVEL. Pois no primeiro momento facilita a entrada do pés, do toy, da mão... Eu já vi num filme, fisting com um pé!
Muitas meninas bi adoram conhecer seus interiores...
Veja como elas aproveitam o momento...  
Mas cá entre nós... uma coisa grane invadindo o nosso....a nossa... deve ser muito bom mesmo!



FISTING - OUSADIA E PRAZER?!





Fist fuck ou fisting ou fist fucking é uma prática sexual que envolve a inserção da mão ou antebraço na vagina (brachio vaginal) ou no ânus (brachio procticus).
Os praticantes desta atividade indicam que parte do gozo na sua realização está em aprender a apreciar as sensações que são proporcionadas pela distensão do ânus, da vagina ou de ambos.
Alguns apreciadores desta prática o fazem, inclusive, com a dupla-penetração nos orifícios anal e vaginal.
Tal prática é adotada quer entre pessoas heterossexuais como pessoas homossexuais e pessoas bissexuais. OU seja, qualquer ser humano, que tenha buceta ou cu, casado ou solteiro pode fazer um fisting. 
É do conhecimento de todos o que é um "finger-fucking" (foda de dedo). Independente de ser no ânus ou na vagina é muito gostoso ter alguém te mexendo por dentro (dedos dentro do ânus de um homem, se bem direcionados, farão cócegas na sua próstata, o que o fará se sentir bem!). 
As mulheres geralmente não têm constrangimento com a ideia de serem fodidas por mais de um dedo. Mas nem todas as pessoas pensam na ideia de terem uma mão inteira dentro do seu ânus, ou da sua vagina. OU seja, fazer um "fisting". Sim, isso é perfeita e  anatomicamente possível. E diga-se, para muitas pessoas é espetacularmente e sim, é prazerosa essa prática, basta ler quem já fez ou ver vídeos de quem está fazendo. 
Poxa, é apenas uma foda com mão! Whats the matter, babe?
Apesar de que não é apenas uma brincadeirinha! Como se você fizesse e  estivesse tudo como antes.  Deve ser feito devagar, aproveitando cada empurrãozinho, sentindo o “sabor” da foda. E não tem essa frescura de dizer que está fazendo amor com as mãos, não. É foda mesmo!
Mas como tudo na vida todo cuidado é essencial. Higiene, unhas curtas e lixadinhas,  lavagem intestinal (faça um enema antecipadamente, ou uma boa limpeza intestinal com bisacodil, tipo um laxante e depois tome ducha). Nada mais desagradável que  começar a sair merda literalmente, quando deveria sair apenas: ohhhhh!  Uiiiii, aiiiiii, vaiiiii... essas frescuras aí! Se tiver luva é ótimo também.
Hummm... Um creme lubrificante é quase que INDISPENSÁVEL. Pois no primeiro momento facilita a entrada do pés, do toy, da mão... Eu já vi num filme, fisting com um pé!
Muitas meninas bi adoram conhecer seus interiores...
Veja como elas aproveitam o momento...  
Mas cá entre nós... uma coisa grane invadindo o nosso....a nossa... deve ser muito bom mesmo!








SABOREAR-TE...





domingo, 23 de novembro de 2014

EIS-ME!...





NUVEM DE LÁGRIMA





Chitãozinho


Há uma nuvem de lágrima sobre os meus olhos
Dizendo pra mim que você foi embora
E que não demora meu pranto rolar
Eu tenho feito de tudo pra me convencer
e provar que a vida é melhor sem você
Mas meu coração não se deixa enganar
Vivo inventando paixões pra fugir da saudade
Mas depois da cama a realidade,
É só sua ausência doendo demais
Dá um vazio no peito, uma coisa ruim
O meu corpo querendo o seu corpo em mim
Vou sobrevivendo num mundo sem paz
Ah... jeito triste de ter você
Longe dos olhos e dentro do meu coração
Me ensina a te esquecer
Ou venha logo e me tira desta solidão...


 

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

INSINUAÇÕES... 1




MATA ESSA SAUDADE...


 


Como os dias têm ficado distantes, escapando por nossos dedos, nossas mãos, nossas vidas
O sol foge, a lua foge, as estrelas fogem, o tempo escoa, e vamos deixando passar o momento, os desejos, vamos esperando  um muito em breve que se toda muito em longe. Mas os desejos vívidos, pulsantes e latentes persistem e insistem em permanecerem vivos, ansiosos, sequiosos e esperançosos por tua presença, por tua marka.
Vem entrando, vem chegando, vem markando, deixando aqui um fio, uma luz de esperança.

Preciso-te!
Desejo-te!
Quero-te!
Venha!
Chama-me!

Não há distância para o prazer de te servir, de estar subjugada aos teus desejos e taras.
Quero encurtar as distâncias, quero realizar os pedidos, os desejos.
Mata essa saudade que insiste em me matar, em fazer aflorar uma melancolia.
Esforça-te!
Estou aqui, para ti!
Sempre!
Eternamente!
Pactuamente...