sábado, 28 de fevereiro de 2015

MESMO QUE EXISTA ALGUÉM




José Augusto
 
Posso até controlar meus pensamentos

Mas não consigo calar esse sentimento

Que queima aqui por dentro

Não precisa deixar tudo pelo meu amor

Não te digo que comigo pode ser melhor

Mas te peço: escute teu coração,

Ele sempre tem toda razão

Eu invento mil motivos pra te esquecer

Luto contra minha vontade pra te esquecer

Prometo não manchar teu céu

Mas não vou deixar de amar você

Mesmo que exista alguém

Mesmo que você tenha alguém...

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

POR UM TRIZ


 é assim que  vejo a esperança
pendurada por um triz...
num corpo de mulher
com markas de promessas
y

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

ENVOLVENTE


Tu chegas todo envolvente...
lambuzando-me de prazer
e sem nenhuma vergonha
vou me untando aos desejos
que explodem de tuas taras...

EU VOU...


 vou me perdendo e me prendendo neste teu olhar que me cativa.
eu vou, mesmo ficando aqui, inerte, imóvel -
apenas sacudida e tocada por esta saudade 
que traduz essa tua marka
eu vou ficando... ficando  e fincando...

domingo, 22 de fevereiro de 2015

PENSAMENTOS DO MESTRE





Mestre Jot@ SM 

“...a entrega total existe sim, mas esta restrita à consensualidade na relação. É uma atitude da escrava que – demonstrando sua total confiança e segurança em seu Dono – coloca nas mãos dele a decisão dos rumos e das mínimas atitudes dentro da relação sem a necessidade de seu consentimento prévio ou da preocupação dele com o seu agrado ou aprovação. Porém, tal entrega subtende incontestavelmente a necessidade irretratável e intransponível do Mestre observar os preceitos mínimos de sanidade e segurança que – uma vez extrapolados – devem ensejar sim, a imediata reação da escrava. Se não desistindo da relação, no mínimo “alertando” seu Mestre do seu deslize (sem que isso seja um sintoma de que ela esteja comprometendo sua entrega total). “


sábado, 21 de fevereiro de 2015

ME LAÇA



me laça,
entrelaça,
amordaça...
contigo
faço festa:
a festa do prazer.

TORTURA




 


a maior tortura não é a carnal
 e sim aquela que tua ausência provoca em meus anseios,
que vai deixando markas,
sugando  momentos de esperanças,
amordaçando desejos...

VOE ALÉM DO TEMPO





Se teus olhos são de fogo,
então aqueça esse desejo que borbulha e vibra por ti; tal qual celular escondido no recôndito da intimidade.
Como pássaro, voe além da terra, dos limites. Voe além do tempo...
e pouse  nesse coração que mira tua face ver.
Achas-me, que quero te tocar.
Ou deixes-me ser uma prisioneira no paraíso...
Falas-me dos teus segredos, de teus desejos secretos
e deixes-me contigo estar,
numa simbiose de tesões, fantasias e realizações.
Saudades desses voos que me proporcionastes.
Lembranças  mil através do vento, através do tempo... Quando tudo eram sonhos possíveis, puros e maliciosos... Mas cima de tudo deliciosos.

APENAS A MARKA


quando o silêncio cala
somente a marka  fala


sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

DESSA FORMA


 



  E quando tu me tocas dessa tua forma,
trazendo essa tua marka peculiar,
inundando minha vida, 
inundando minha face de ti,
me alimentando com tua presença
eu me sinto viva, real e markada.

PETIÇÕES SUFOCANTES







sufoca-me o prazer que teu prazer causa;
vou me desmanchando em tesões,
em sensações
em petições...
saudades de tua marka
saudade de tua letra
saudade de tua frase
saudade de tua saudação...


quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

TUA OUSADIA





da ousadia do teu toque
que invade os recônditos escondidos do meu prazer,
à caça do ponto exato,
é que faz esse níquel precioso explodir em cores multi facetadas...


quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

NESSE TOQUE...



 
nesse toque alucinado,
markado,
aprofundado,
que mexo, remexo,
reviro e remarko o desejo aflorado
externalizando todas as fantasias de fêmea, 
de tua serva submissa...


MAIS SUPLICANTE AINDA!


 

 




aquela súplica escondida
que deseja o toque markado
 com delícias e sensações...

UM SONHO SONHADO









 

yllenah di

O arco-íris estava lá. Mas hoje foi nostálgico olhar esse arco-íris nesse céu semi nublado. Recordações. Desejos. Meio retrôs, como quase tem sido, mas ainda reais, quase palpáveis. Absolutamente markantes.  Insistentes. Com lembranças que vão mexendo com a cabeça, tirando o sonho, minguando esperanças... Quando deveriam reacendê-las.
Quantos planos feitos! Quantos sonhos sonhados! Quanto tempo esperado! Desejando essa presença que marka, que mexe, que toca, que desmonta, que inspira...
Só consigo vislumbrar uma desconstrução;  assim como leite minguado, cortado, sem o ponto certo, mesmo ainda sendo leite.
Parei aqui, nessa praça, olhando os quatro cantos de acessos e nada vi, além de esperanças ou talvez poderia até dizer desesperanças. Fiquei algum tempo, cultivando desejos de tua presença. Mas não vi nenhuma marka, nenhum andar, nenhum olhar. Apenas o vazio. E, por fim, eu também me acho apenas um sonho sonhado...

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

REALIDADE SONHADA


.
do início ao fim
o encontro contigo será sempre
o contraste entre o que é e o que se deseja.
pois tu és realidade sonhada...
explicitada em prazer.