quarta-feira, 27 de julho de 2016

A ENTREGA




Dom Mestre
http://mulheressubmissa.blogspot.com.br/2014/11/a-entrega.html?zx=cd0ff9938184f26


O ato de entregar-se é um fato crucial no BDSM, sem isso a posse não se realiza. Tudo o que acontece no BDSM deve estar sendo primado pela força que um dominador possui. Essa força não é física, mas a sua capacidade de conquistar, de demonstrar os seus anseios em cuidar de uma Submissa.
Ser submissa também é uma ARTE.
A submissão não se realiza pela força, mas sim pela conquista que um dominador realiza. A submissão é uma ENTREGA realizada por uma pessoa em nome de algo que, em muitos casos não é compreendido na sua plenitude. Ser submissa não é deixar o que a pessoa é.
Ser submissa exige muita FORÇA, consciência do seu papel na relação. Porém a submissa não se apresenta do dia para noite, é preciso ter paciência, muitos estudos, dedicação. Pois, a submissão provoca emoções fortes, e se a pessoa não estiver preparada emocionalmente, filosoficamente poderá sofrer consequências negativas irreparáveis. Não basta dizer ‘SOU SUBMISSA’, é preciso conhecer o que seu corpo deseja.
Ser submissa é ser conhecedora da arte da conquista; ser submissa é proporcionar uma entrega cem por cento. Não existe relações sem entrega. A vida exige uma devida entrega, para que as coisas aconteçam na medida certa é preciso que seja realizada uma entrega. E nesse sentido a submissão para ser real o indivíduo tem que se entregar de corpo e alma. Somente nesse fato que a dominação se realiza por completo. Contudo é importante termos em mente que a submissão é um elo fundamental para haver a relação D/s.
Dominação e submissão são duas faces da mesma moeda, mas essas duas faces são questões diferentes que exigem respeito, dedicação, devoção, amor, honra, e tudo isso não é demonstrado pelas palavras, mas sim pelas atitudes e ações. A submissão deve ser vista como uma questão moral e não algo oco tornando uma vida sem o caráter elementar de uma vida plausível. É possível consolidar uma vida real e concreta com a submissão e dominação, basta ser coerente consigo mesmo.

BOAS IDEIAS PARA CADEIRAS


Toda boa ideia
merece ser copiada

ENTREGAR-SE


Entregar-se
um ato de entrega

sexta-feira, 22 de julho de 2016

DESEJOS À FLOR DA PELE

 

 

Assim desejo te receber em mim,
de corpo aberto
prazer à flor da pele...
Pensando sempre em ti...



terça-feira, 19 de julho de 2016

SLAVE FOR YOU




SÓ A TI!


E quando no silêncio da agitação 
meu coração anseia por ouvir aquela voz inconfundível
alçando voo
pronunciando  como se poesia fosse este nome escolhido
e cunhado por essa Marka 
Vou revivendo velhos... mas sempre novos desejos
pois as markas que ficam não se apagam...
na buceta pulsante,
no cu que piscante
na respiração ofegante
no corpo tremente
descontrolado, fora de si
e totalmente dentro dos desejos de um mestre,
sempre aberto para receber seja o que for,
seja da forma que vier,
conduzido pela confiança,
pela sensatez 
e acima de tudo  por um amor de entrega

O BEIJO


domingo, 17 de julho de 2016

sábado, 16 de julho de 2016

PRAZER DE TODA (TUA) FORMA

QUERO SER ALVO DE TUAS TARAS
OBJETO DE TEUS PRAZERES MAIS DESPUDORADOS
AQUELES QUE ME USA
ME ABUSA
ME LAMBUZA
DAS FANTASIAS MAIS EROTIZADAS
DOS DESEJOS MAIS FANTASIADOS
COMPARTILHADOS DE TODAS AS FORMAS
AS IMAGINADAS
AS "TRIPARTILHADAS"


UMA CORRIDA CONTRA O TEMPO

Correr contra o tempo é correr na direção daquilo que lhe interessa
A inércia atrapalha o andar e desenvolver do prazer aberto, escancarado.
A acomodação vai fechando caminhos já percorridos.
Agora resta-se correr contra o tempo para se chegar ao ponto certo, desejável.
Treinar  nunca é demais, pode ser a saída para se chegar com mais resistência a um destino markante.



quarta-feira, 13 de julho de 2016

QUANDO O CORAÇÃO DISPARA




Quem pode entender o pulsar de um coração ABSOLUTAMENTE SUBMISSO aos desejos de uma Marka?
Quando se reveste de desejos e aflora em pulsações descontroladas, descabidas e que adentra vontades a dentro... Revestido de uma esperança inexorável que nem tempo, nem distância, nem empecilhos  amortecem os desejos latentes...
Desejos esses, quando nutridos  pela persistência de uma serva ficam sempre acordados, mesmo adormecidos no pântano do esquecimento...
Que sabe que ao acordá-los serão como fogos de artifícios que explodem em cores quentes, ardentes e multicoloridas - expressão máxima de um desejo latente, oferecido...
Um amor submisso que inegavelmente não é efêmero ou fugaz. É um amor para a vida toda!