<                           

























quinta-feira, 13 de julho de 2017

AINDA SEMPRE...


Dia após dia vivemos as mais diversas emoções... Umas que nos alegram, outras que nos entristecem. A pior de todas é aquela em que são sequestrados nossos sonhos, nossos desejos. Onde os marginais de sentimentos roubam nossa tranquilidade, nossos bens, nossos carros, nossos celulares, nossas bolsas, nossos dinheiros... Passar por isso traz uma sensação assustadora. Por isso repudio tais pessoas e tais ações.
Os noticiários estão repletos dessas mazelas, escorrendo aflições...
É péssimo a sensação de um cano de aço encostado em sua cabeça, com gritos, sem serem gritos de prazer, sem serem gemidos de tesões resvalados numa sessão BDSM, por exemplo...
Mas estou bem; e ainda hoje e sempre, Mestre estou no lugar fixo de sempre; móvel de sempre; assim poderá me encontrar; e estou também, aqui, nesta "casa" de prazer escrito. Podes entrar sempre!
Apesar de tantos pesares, sinto Tua falta. E fico imensamente feliz Contigo, ainda que da forma que tudo se apresenta. Tu ainda és a razão de muitos prazeres, muitos bons prazeres em minha vida. Saudades meu senhor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário