<                           

























segunda-feira, 17 de julho de 2017

ENTRE CONVERSAS...


Gosto muito de ler. Sempre gostei. Gosto também de escrever, compartilhar; e nos blogues, estou aberta a responder a todos que neles adentram; quaisquer que sejam as situações ou questionamentos. Algumas pessoas concordam com o estilo BDSM, outras não. Há aqueles que, mesmo sem concordância adentram aqui, comentam e com satisfação os respondo. Respeito as posturas de quem gosta, de quem não gosta, de quem é serva, de quem é dominador, de quem não se identifica com nada; mas não passa disso. 
Alguns visitantes são pessoas do Brasil, Estados Unidos, Portugal, Alemanha, Rússia, Suíça, Suécia, Espanha, entre tantos outros países. Mas de fato, meu estrondoso interesse é com meu Mestre, é este quem me maravilha, me  leva além....
Além Daquele que profundamente me Marka, não mantenho conversas de interesses bdsm nem dentro nem fora deste espaço com terceiros; até porque sei que o Mestre é uma pessoa que prima pela discrição e não seria justamente eu, uma simples serva que iria fazer algo que O contradissesse! Até pensei em criar uma página no facebook e seguir comunidades do meio SM, mas tenho dúvidas se deveria.
Claro que algumas meninas de outros países (grifa-se), comentam com mais frequência e assim eu, com a mesma assiduidade, também respondo. E só. Nada mais além disso.
Lembro-me que uma vez me fora dito que servas não tinham permissão de manter contato com qualquer pessoa do meio BDSM sem a devida autorização, então é justamente isso que ocorrerá. Sou obediente.  Ou pelo menos tento! Não tenho costume de transgredir regras, acordos firmados ou ordens. Mesmo que entre conversas e conversas também pode se conhecer outras pessoas...
Por fim, aqui também é um espaço que agrega informações que redundam em prazeres para todos os gostos. Cada um escolhe o seu gosto. Tem imagens de spanking,  les, bondage, gangbang, romântica, etc... É um espaço democrático. Mas acima de tudo é um espaço para declarar minha servidão ao meu amado Mestre.

2 comentários:

  1. Um dia se acontecer dar umas palmad(inhas) na minha namorada e ela for fazer queixa na policia, quando for ser ouvido digo logo: " O quê ?. Ela diz que eu a agredi e deixei com nódoas negras? Nada disso sr Agente. Ela gosta de práticas de BDSM e como lutamos um com o outro, ela como é mais frágil, fica com marcas. Sabe lá Sr Agente como ela gosta de correadas e palmadas, loool

    ResponderExcluir
  2. Nem toda prática precisa deixar marcas no corpo. Pode deixá-las na alma e no coração. Imagina então um coração algemado em desejos por vossa pessoa...

    ResponderExcluir