<                           

























sábado, 12 de agosto de 2017

BABAR POR TI!





Até parece que foi ontem. Até parece que foi hoje. Até parece que foi sempre. Revalidar todas as sensações vividas, sentidas, desejadas. Como deslizar por entre o tempo. Dominada. Ajoelhada. Gozada. Felizarda! Quem encontra um Mestre como o MEU Mestre, só pode ser felizarda. Um mentoreador que ensina, que pratica e que incentiva a se vivenciar as mais loucas - mas sublimes e  emocionantes histórias de momentos BDSM.
Uma pessoa que tem em sua vivência o BDSM como uma prática que traz e provoca prazer não precisa se anular, não precisa deixar de viver sua vida "normal". Todos continuamos com nossos familiares, nossos empregos, nossos amigos, nossa vida acadêmica e social ativas.
Mas não há como negar o fetiche, o tesão, o desejo aflorado que o BDSM provoca em que o pratica ou vivencia. Sempre somos desafiados dia após dia a ir um pouco mais além. É um prazer obedecer,  abrir a mente a novas ideias, novos momentos.
E, como sempre friso, tudo tem que ser acordado. Há algumas coisas que podem ficar esquecimento, mas que devem ser conversadas. Eu mesma não gosto de redes sociais, como já falei, mas estou criando uma página no facebook para ver o que acontece por ai, no mundo BDSM; todavia se o Mestre não gostar ou achar que devo deletar, deleto. Mesmo que minha vida "baunilha" me pertença, a minha vida de serva pertence a Ele, e devo me ater dentro de Seus limites. Não me incomoda nem um pouco quaisquer restrições suas, pelo contrário eu me sinto agradecida por poder cumprir o que Ele deseja.
Estar em Sua presença eterniza o momento. E ao mesmo tempo tudo passa muito rápido, tanto que o desejo que esta serva tem é que Ele fique sempre um pouco mais.
Eu fico literalmente embriagada com Sua voz, com Seu jeito: sério e ao mesmo tempo ameno. Uma amenidade que causa tantas tempestades aqui dentro desta serva!
Tudo que diz respeito ao Mestre é especial. Adoro ser recebida com um 'afago' no rosto, em forma de bofetada. Para começar a esquentar o clima. Sentir a pele arder, o coração acelerar, a buceta pulsar... e a boca babar...
Ser recebida por trás é angustiantemente delicioso. A respiração falha, tudo treme, porque há uma cumplicidade de desejos. E, sinceramente, eu acho que eu é quem mais sou premiada. 
Coisas memoráveis se acamparam em minha mente, quando trago à tona cada momento que juntos passamos.
Sr. Dom Marka, Tu serás sempre o divisor de águas em minha vida de serva. Adoro-Te, Mestre!


Nenhum comentário:

Postar um comentário