quinta-feira, 11 de julho de 2019

TANTOS DIAS





São mil ideias passando pela cabeça. Claro que a primeira impressão é de preocupação. É muito tempo de silêncio. Isso traz um desespero desgraçado.
Mas confiar que esteja tudo caminhando nas normalidades anormais ou mesmo normais.
Mas confesso que cada vez que aqui entro é um desejo incontido de sentir tua visita, tua presença markante, estimuladora. A ausência é desistímulo cruel,  desperançosa. Enquanto isso vou tentando tocar a vida entre  esperas e expectativas. 
Não consigo encontrar minhas novidades nos sex shops da cidade. Vou ter que pedir algumas coisas de fora, infelizmente. Quero um cacete vibratório. Houve uma época em que joguei fora 2 que possuia. Se soubesse que iam me fazer falta tinha guardado e olha que é um bicho caro. Imagina se fosse de carne e nervos!
Mas cacete será sempre cacete e será sempre bom ser comida por um. De todas as formas, em qualquer momento. Hoje vou aproveitar e desestressar, sendo comido pelo meu.
Saindo do trabalho, vou ali, depois vou pra casa fazer um pouco de matemática que terminei por deixar de lado, entre tantos convites sociais e idas e vindas. Saber como vai o desafio.
Meio confusa nesse turbilhão de desejos e momentos vividos, cheios de tentações. Nem sei pra onde ir, olhar. Tentar estabilizar as coisas e deixar o tempo conduzir e dar as respostas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário