<                           

























Mostrando postagens com marcador AGULHA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador AGULHA. Mostrar todas as postagens

sábado, 15 de julho de 2017

SERVA E FÊMEA






Por fim, a serva pode se revelar numa grande fêmea, uma mulher espetacular, fortalecida  pelo desejo em servir seus próprios desejos, que é ser submissa. Servir aos desejos de um homem, não um homem qualquer, mas um homem dominador. Aquele que vai traçando caminhos, delineando práticas que a Si mesmo se assemelham e que a ela são ensinadas. 
Tercendo entre conversas e encontros os roteiros de um acordo bdsmista. Satisfazendo um plantel de desejos com vários lotes de ensinamentos. 
Uma serva que com preocupação se esforça para cuidar do prazer do seu amado Senhor, mantendo viva as lições recebidas, aprendidas e  aguçando aquelas que ainda virão.
Serva e fêmea se misturam na busca das realizações de desejos mutualizados, numa relação ratificada pelo compromisso da sinceridade e da idoneidade.
Tempo? O tempo é apenas uma questão de espaços na construção desses arraigados desejos, perpetuados por lembranças, momentos e toques...
Numa simbiose acalantadora, como se fosse uma gangorra, indo e vindo, subindo e descendo...
Ah... ser serva é ser fêmea no servir. É ser serva. E pronto!
E esse é o querer de toda serva que anela ser markada....
Ou pelo menos é o desejo desta serva...  

Tua serva ylena, Mestre.


segunda-feira, 26 de junho de 2017

sábado, 17 de junho de 2017

quarta-feira, 14 de junho de 2017

TUA MARKA - TUA POSSE



 
É tão sublime ter o prazer de Te servir, Mestre. Eu me sinto uma serva “importante” quando Tu me convocas para estar à Tua presença. Não me contenho de felicidade. Pareço uma boba da corte. Uma "garotinha" que acaba de ganhar um pirulito ou uma adolescente com uma caixa de bombons de chocolate... 
É tão sublime Te sentir. Minha sensibilidade de fêmea aflora, renascendo a escrava guardada, à Tua espera, é algo entre a beleza e o pitoresco.
Eu posso sentir a força e amplitude de Tua presença, provocando em mim espanto, inspiração que redunda em “medo” ou respeito. É um contraste de estações, de inverno à verão. Uma sinfonia de sentimentos que Tu provocas!:  rítmicas, alvoroceiras, onde posso exprimir o inexprimível através dos meus sentidos, do meu corpo.
Lembro-me quando nos conhecemos. Eu me senti uma criança, atrapalhada em meu andar de “tiras”. Tu andando em Teu  andar felino e eu seguindo Teus passos, Teus andares.
Lembrei-me das Tuas histórias...
Lembrei-me das nossas histórias
Eu só ganhei Contigo.
Obrigada por cada momento de Tua presença
Por cada tudo que me destes no decorrer desses longos e poucos tempos que tivemos; por cada hora do Teu corrido tempo... E põe corrido nisso!
Obrigada pela cumplicidade que me fez tremer, sorrir de prazer... gemer de dor, passageira e ansiante para que volte novamente.




Obrigada por tudo meu Mestre!
Obrigada pelo respeito que Tu me ensinaste a ter por Ti, não pelo fato de me ajoelhar, baixar o olhar, mas pela força que emana de Ti mesmo, dessa essência de dominador que Tu tens, pela marka de propriedade que cunhastes nesta Tua serva que Te aceitas como Senhor e se sente orgulhosa em ser sua serva.
Eu sou uma serva totalmente impregnada pela essência de Tua marka, de Teu suor, de Tua dominação. A marka da Tua propriedade. Assim eu me sinto. Tua. “Tua” o que o Sr determinar e quiser...
Mas TUA POSSE!

sábado, 10 de junho de 2017

COPO E CORPO CHEIOS




Alimenta-me Tua presença
enche-me o copo - minha boca de prazer
quando Tu te derramas como mel, garganta abaixo;
vai retirando o fel da saudade, a cada gota,
a cada jato de Teu membro pulsante...
Fico de copo e corpo cheio de Tuas Markas.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

EXPLOSÕES DE DESEJOS E TESÕES







nem precisam palavras para expressar a intensidade deste tesão;
tesão provocado pela junção dos desejos 
de uma fêmea e um macho
ou uma serva e um dominador.
quem sabe entre nós...

terça-feira, 6 de junho de 2017

FALAR... GRITAR E GOZAR...




O silêncio que perturba o prazer
aquele silêncio que impede de expressar
livres, sem relógios, sem paredes
apenas com o prazer gritado, gemido, molhado
Tu, eu 
e todas as fantasias, 
todos os desejos
todas as realizações abortadas pelo tempo
adiadas pelos compromissos, do sem tempo


quinta-feira, 18 de maio de 2017

UM TOQUE... QUE SEJA TEU...




   

 de um toque sentido,
desde que seja o Teu toque
que invade desejos
que arromba prazeres...
Adoro essa Tua mão atrevida
Eu nasci pra Te servir!
Já repetir essa frase mais de 1000 vezes

sexta-feira, 28 de abril de 2017

SEMPRE OS MESMOS




Expectativas...
Momentos...
À espera:
de um toque
- na alma
- no corpo
- no telefone
uma ordem
uma mensagem...
E agora?
Seguir ou Não?
Parar ou Não?
Ir ou Não?
Ficar ou Não? 
Chorar ou Não?
Dúvidas permeiam a mente
Desejos  incendeiam o coração...
Silêncios que gritam
incomodam
retardam...
Retardam desejos guardados, ansiados
retardam os preparos longos
esperançosos
comemorativos

Fome!
fome de sentir
fome em TE sentir
fome de comer
fome de comer-Te

São sempre nesses momentos
que Tua marka se torna
mais necessária,
mais desejosa...


quarta-feira, 22 de março de 2017

FAVORITAS IMAGENS 4


















que cenas poderiam expressar o prazer em servir?
a imagem não pode dizer a sensação que o corpo não frene
pelo toque

segunda-feira, 20 de março de 2017

VAI E VEM...

a boca que vai
a boca quem vem
e nessas idas e vindas
quem sai ganhando é o prazer expresso.
vem... ou... vai




sábado, 4 de março de 2017

TU FAZES VALER A PENA... POR ISSO EU VOU!



Contigo
tudo vale a pena
por isso eu te sigo
por onde quer que tu fores
no meu pensamento
em meus momentos
em meus desejos...
Faz sempre valer à pena!