Mostrando postagens com marcador ANAL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ANAL. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2018

CORNICES

Nem toda relação a 3 é cornice.
Nem todo corno é corno.
É apenas uma manifestação de prazer compartilhado, disse um amigo meu. Então tá. Vamos dividir o prazer e gozar muito.

sábado, 20 de janeiro de 2018

ESTRELAS EXISTEM!

Hoje olhei este céu, calmo  nublado... e como estou numa veia poética, lembrei dos versos do cantor Chico Buarque que diz: "Não é porque o céu está nublado que as estrelas morreram." 
Sim, sei que as estrelas estão lá, no seu habitat, em seu cantinho, firmes... Assim como sei que no final dessas nuvens semi carregadas, pesadas, pode existir aquele belo 'arco-íris', multicor, que remontam sentidos de esperanças, de desejos, de lembranças... Tão belo como um coração transbordante de sentimentos, exteriorizados através de um corpo obediente ao prazer de servir. Servir um Mestre mui amado.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

LIBIDOS...

E de todos os meus fetiches
de fêmea...
na doçura lírica de uma paixão bdsm
vivida em meus recônditos secretos
Tu eras e é o Principal ...

Por minhas libidinosidades
por tuas impetuosidades
estarei sempre à Tua espera...

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

IMPRESSIONADA - IMPRESSIONANTES



Alguns autores me impressionam pela intensidade de suas palavras, de suas vivências e de suas impressões; Freud, Shakespeare,  Martha Medeiros, Vinicius de Morais entre outros tantos traduzem de forma espetacular sentimentos de tantos e tantas, que fazem escorrer entre as letras nossos desejos, nossas luxúrias...
Eu, ylena, serva de Dom Marka não sou imune a essas sensações, a essas listas de enunciados, de desejos desenfreados, pornográficos,  acalantadoras...
Eu sinto desejos loucos, alucinados e às vezes poder-se-ia dizer estranhos. Meu adorado Mestre provoca em mim sensações maravilhosas, que me deixam maravilhada, desejosa, ansiosa em que as mesmas sejam cada vez mais constantes, repetidas e renovadas...
Não tem como uma fêmea de verdade, e eu me acho uma, ficar imune ou passiva a um turbilhão de sensações que um dominador produz num momento de extremo êxtase!
Meu mestre adorado, reverenciado e sempre desejado tem esse poder dominador, que induz e transforma um simples ato num evento grandioso, magnânimo!
É por isso que eu luto, às vezes, até comigo mesma, para alcançar e superar alguns desafios; praticar alguns desejos; correr contra o tempo e contra desejos particulares.
As lições aprendidas são enciclopédicas, um verdadeiro compêndio para melhor me posicionar diante desse encantado mundo bdsm, encravado de pegadas de markas de prazer!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

segunda-feira, 13 de novembro de 2017

TUDO PRONTO!








Uma correria. As expectativas exacerbadas. A libido em alto grau. Tudo propício para uma sessão espetacular. Esta semana resolvi, então, passar no sex shop adquirir algumas coisinhas para incrementar um momento muito esperado. Algemas, vendas, óleos especiais e aromáticos. A mala - toda arrumadinha. Aproveitei para deixar meu vibrador cor de rosa, carregando no USB, enquanto deixava a buceta totalmente lisa, bem raspadinha - e babando de desejos pelo Mestre, literalmente.
Uma semana de restrições em certas alimentações para que tudo ficasse no ponto certo. Como já falei, costumo ficar pelo menos dois dias só em refeição líquida, de preferência água, um suco de laranja ou de melancia. Espero nunca mais estar num encontro inadequada. Intestino limpinho, cheiroso, gostoso. Se tem algo que irrita o Mestre é esse descuido nesse aspecto. Por isso todo esforço é necessário para que a serva esteja adequadamente servil.
Salão, unhas, secadores, escovas, cremes, maquiagens, perfumes – muitos, sandálias (pelo menos 3) uma nos pés, outras no carro. O lado feminino aflorando para que a serva pudesse está agradável (rs). Um vestidinho preto, discreto e adequado, sem precisar ser o centro das atenções, revestido de um leve casaco em voal azul,  e, claro, sem calcinha... Sentindo  aquela sensação de entrega, de invasão, de fêmea no cio pronta para o abate.
Como sempre a pontualidade fazendo parte da vida desta serva. Conforme combinado e sempre acertado.
Para isso, acordei 3 horas antes, para fazer o devido preparo. Até sair de casa, foi possível concretizar outros compromissos. E no trabalho, claro pedido de dispensa durante o dia ou quanto se fizesse necessário, pois tinha um ‘compromisso’ inadiável. 
O único receio era o aparelho telemóvel que estava com pouca carga, caso viesse precisar do mesmo, para receber algum recado, pois parece que nessa cidade os aparelhos telefônicos estão todos com problema.
O local escolhido era aquele. Lá cheguei e esperei, passeando um pouco pelo ambiente, dando um tempo, até a hora exata. E assim fiz. Procurei aquele rosto ou andar amados... E nada do Mestre. Meia hora, uma hora, duas horas... O tempo não era o problema até porque eu teria aquele período todo à disposição dele. Então seria pelo menos 6 horas de disponibilidade. Esperaria com certeza. Só que vem aquele misto de preocupação e ansiedade. Que foi arrefecida pela consulta ao blog. E tudo foi entendido. Poucas palavras. Mas uma atitude louvável.
O que ficou, foi a certeza de que eu posso esperar, estarei sempre disponível para ir, vir, ficar, etc. e sempre dentro da disponibilidade Dele.
Sensações de agradecimento e compreensão tomaram conta desta serva pela gentileza do amado Senhor em justificar a impossibilidade. Foi bom por não precisar ficar mais tempo esperando. E foi ruim, também, porque eu adoraria ficar esperando até mais tempo, desde que Ele estivesse presente, e não estava...
Obrigada, meu Senhor por Sua postura. Minhas saudações.
serva ylena