<                           

























Mostrando postagens com marcador BABE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador BABE. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 27 de julho de 2017

NE ME QUITTE PAS





"Laisse-moi devenir
L'ombre de ton ombre
L'ombre de ta main
L'ombre de ton chien
Ne me quitte pas"




Deixe que eu me torne
A sombra de tua sombra
A sombra de tua mão
A sombra de teu cão
Não me abandone



 

quarta-feira, 26 de julho de 2017

AINDA...






Ainda que me venda os olhos
estarei sempre Te vendo em meu coração
em todos os meus sentidos e sensações
Tu serás sempre a leitura perfeita 
de todos os meus desejos!
Saudades, meu Mestre!

Tua serva ylena

segunda-feira, 24 de julho de 2017

MINHAS VERDADES





Elas estão em mim
em minha pele
em minhas taras
minhas verdades
são tangidas de paixões
são cheias de lucidez e loucura
são sem nexo e direta
são contrastes
são cores
minhas verdades
são corpos
são vulcões
são luas
sou eu
és Tu!
Adoro-Te!

sábado, 22 de julho de 2017

TEU RITMO



Invado minhas carnes quentes,
negras, morenas, brancas, vermelhas, multicor
inundo os dedos de prazeres,
pensando em Ti
o vai-vem da minha mão
parece uma onda do mar
em ritmo quebrado:
ora intenso, ora calmaria...
Mas é em Teu ritmo que navego!
é em Teus mares que me afundo de tesão...
Sempre!


quinta-feira, 20 de julho de 2017

O CORPO - O TEMPLO



CORPO
templo do servir
templo de recebimento
templo de entrega
templo de prazer
templo...
é no corpo que os deuses recebem as melhores oferendas
é no corpo que homem e mulher saciam suas libidos
é no corpo que se acoplam prazeres...
cuide do seu corpo
cuide de seu templo
cuide de seu prazer...

terça-feira, 18 de julho de 2017

DUAS CASAS

 As boas vindas sempre será o desejo;
por isso bem vindo sempre a essas duas casas de servidão: este blog e este corpo.


segunda-feira, 17 de julho de 2017

ENTRE CONVERSAS...


Gosto muito de ler. Sempre gostei. Gosto também de escrever, compartilhar; e nos blogues, estou aberta a responder a todos que neles adentram; quaisquer que sejam as situações ou questionamentos. Algumas pessoas concordam com o estilo BDSM, outras não. Há aqueles que, mesmo sem concordância adentram aqui, comentam e com satisfação os respondo. Respeito as posturas de quem gosta, de quem não gosta, de quem é serva, de quem é dominador, de quem não se identifica com nada; mas não passa disso. 
Alguns visitantes são pessoas do Brasil, Estados Unidos, Portugal, Alemanha, Rússia, Suíça, Suécia, Espanha, entre tantos outros países. Mas de fato, meu estrondoso interesse é com meu Mestre, é este quem me maravilha, me  leva além....
Além Daquele que profundamente me Marka, não mantenho conversas de interesses bdsm nem dentro nem fora deste espaço com terceiros; até porque sei que o Mestre é uma pessoa que prima pela discrição e não seria justamente eu, uma simples serva que iria fazer algo que O contradissesse! Até pensei em criar uma página no facebook e seguir comunidades do meio SM, mas tenho dúvidas se deveria.
Claro que algumas meninas de outros países (grifa-se), comentam com mais frequência e assim eu, com a mesma assiduidade, também respondo. E só. Nada mais além disso.
Lembro-me que uma vez me fora dito que servas não tinham permissão de manter contato com qualquer pessoa do meio BDSM sem a devida autorização, então é justamente isso que ocorrerá. Sou obediente.  Ou pelo menos tento! Não tenho costume de transgredir regras, acordos firmados ou ordens. Mesmo que entre conversas e conversas também pode se conhecer outras pessoas...
Por fim, aqui também é um espaço que agrega informações que redundam em prazeres para todos os gostos. Cada um escolhe o seu gosto. Tem imagens de spanking,  les, bondage, gangbang, romântica, etc... É um espaço democrático. Mas acima de tudo é um espaço para declarar minha servidão ao meu amado Mestre.

sábado, 15 de julho de 2017

SERVA E FÊMEA






Por fim, a serva pode se revelar numa grande fêmea, uma mulher espetacular, fortalecida  pelo desejo em servir seus próprios desejos, que é ser submissa. Servir aos desejos de um homem, não um homem qualquer, mas um homem dominador. Aquele que vai traçando caminhos, delineando práticas que a Si mesmo se assemelham e que a ela são ensinadas. 
Tecendo entre conversas e encontros os roteiros de um acordo bdsmista. Satisfazendo um plantel de desejos com vários lotes de ensinamentos. 
Uma serva que com preocupação se esforça para cuidar do prazer do seu amado Senhor, mantendo viva as lições recebidas, aprendidas e  aguçando aquelas que ainda virão.
Serva e fêmea se misturam na busca das realizações de desejos mutualizados, numa relação ratificada pelo compromisso da sinceridade e da idoneidade.
Tempo? O tempo é apenas uma questão de espaços na construção desses arraigados desejos, perpetuados por lembranças, momentos e toques...
Numa simbiose acalantadora, como se fosse uma gangorra, indo e vindo, subindo e descendo...
Ah... ser serva é ser fêmea no servir. É ser serva. E pronto!
E esse é o querer de toda serva que anela ser markada....
Ou pelo menos é o desejo desta serva...  

Tua serva ylena, Mestre.


terça-feira, 11 de julho de 2017

TANTAS PROVOCAÇÕES


Cléia Fialho
(http://www.sensualeerotica.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4823711)

Quero hipnotizar-te
com o magnetismo sensual
que vem do meu interior,
até que você não responda mais
por seus atos...
Devido tantas provocações
serei sua provação,
até onde vai sua resistência?
Deixe que jorre do seu corpo febril
as larvas desse vulcão.
Deixe-me lambuzar-te desse mel
que derrama da minha vertente
e suplica avidamente por você...


(...)


Provoques-me, que eu adoro!
Sempre pronta para receber
Tuas insanas ou lúcidas provocações...

segunda-feira, 10 de julho de 2017

PENSO EM TI, MESTRE!




Sabe aquela sensação de toque, sem tocar,
de presença, sem ver?
É assim que hoje estou. Te sentindo perto, sem tocar.
Será que faço parte nalgum momento de Teu pensamento?
Queria que Tu  sentisse a intensidade da minha presença mesmo sem me ver... Mesmo sem me tocar...
Ocupando Teus pensamentos, alimentando Teus desejos...
Penso em Ti, Mestre adorado!

terça-feira, 27 de junho de 2017

TUDO POR TUDO


 
 

A dor que me assusta 
é a mesma dor que me fascina
que me faz resistir
que me faz desarmar
me que faz me entregar...





segunda-feira, 26 de junho de 2017

LIMITES DE UMA ESCRAVA



No mundo das relações Bdsmistas Senhor e serva ou escrava mantém vivo um código de conduta que deve ser respeitado, pelo menos no meio, por isso alguns firmam um Contrato de Relação BDSM. Eu e o meu Mestre Sr. DOM MARKA temos o nosso. Ali são descritos os limites de cada um, especificamente da escrava, pois querendo ou não o contrato de servidão é dela. É ela que declara o que quer, o que pode e o que não pode fazer. Claro que em comum acordo com seu Senhor.
Mas há sempre algumas cláusulas que são extremamente desafiadoras,  novas, desconhecidas...
Podem surgir situações em que a serva poderia não saber como se comportar, por isso é essencial a clareza da relação.
Vamos levantar aqui uma hipótese:
O Dono da escrava  "a empresta" a um outro dominador por uma sessão ou por um período de tempo, enfim... Até onde deve ir a entrega dessa serva nesse compartilhamento, com outro Mestre que não é o seu?
E se ele começar a fazer questionamentos de cunho pessoal, como: nome real, família, trabalho, estudo, relações - ela deveria ou não responder? Ou deveria, gentilmente, pedir-lhe que essas questões tratasse diretamente com seu Senhor que é quem tem a autonomia sobre seus comportamentos BDSM?
Por outro lado, quando o Senhor da escrava dar total acesso a outro dominador para uso de sua escrava poderia seu Senhor reivindicar da sua serva um comportamento diferente, com limites de entrega a outro?
Como deve ser  ser firmado o acordo?
Levanto estes questionamentos, por que já vi num blog, uma submissa participar de sessão com dois outros Mestres que não o seu Dono, e lá tudo era possível, dentro do prazer.
Entretanto, também vi (li) de outra submissa que  algumas práticas lhes eram vedadas por seu  Dono.
E agora?
Por conta de dúvidas como estas que tudo precisa ser muito bem esclarecido, tanto no contrato, quanto em conversas, até por que contratos podem ter falhas, omitir cláusulas que podem ser importantes e não lembradas no momento.
Quanto a mim, esta serva confia nos procedimentos de seu Mestre e se sente confortável em sua entrega.
O resto, o que importa é o prazer que Ele pode receber, seja de que forma for, porque isso também me dá prazer.



quinta-feira, 22 de junho de 2017

BEM SABES QUE ODEIO ESTA AUSÊNCIA!


Bem sabes que odeio esse silêncio infindo;
odeio essa saudade maltratante;
mas fico tão feliz quando Tu visitas esta "casa";
sim, este blog é minha casa de prazer descrito;
meu ponto de encontro com minha servidão expressa.
Ah, meu Mestre e Senhor,
Tu nem imaginas como Tua presença é tão bem vinda aqui!
Como Tua Marka é tão markante
Venha sempre, esta casa é Tua. 
É para Ti que foi construída.


segunda-feira, 19 de junho de 2017

SENTIMENTOS DE AMOR BDSM

 
 



Há sentimentos e sentimentos!
As pessoas amam. As pessoas desejam.
Todos somos dotados de “feelings”.
Somos carentes de completudes, de outro lado, ou de outra metade.
As metades podem ser refletidas sob diversos prismas.
Há quem precisa de esposa, há quem precisa de escrava, há quem precisa de um dono,  há quem precisa de emprego, há quem precisa de amigos, há quem precisa de estudos...
Eu preciso de Ti...
Sem Tua marka, os dias se tornam longos e “eternos”
Me faz sempre voltar ao canto da esperança, o canto do meu coração.
Tantos planos, tantos desejos, tantos “precisos”.
Como sinto Tua falta Mestre!
Como Te desejei na solidão desse apartamento, recheado de lembranças, pigmentado de markas invisíveis de Ti.
Como o tempo passa! Mas os sentimentos continuam vivos, eternos, ratificados pelos rastros construídos.  
Deu uma saudade desgraçada daquelas! 
Tão intensa que a lágrima rolou, o suspiro aflorou, a mente trabalhou, buscou explicações tentando entender tantos porquês...
Não tem como eliminar de minha essência de fêmea, de serva tudo aquilo que foi markado por Ti.
O amor tem umas coisas que só se compreende sentido-as.  
Eu sinto tantas coisas que gostaria de expressar exclusivamente a Ti!
O livre acesso à Tua presença para ‘desabafar’ ainda é muito limitado. Queria mesmo conversar, blá-blá-blá... Mas até nisso  fui me adequando para satisfazer Teu gosto silente.
Não, não existem sentimentos expressos de forma perfeita. A única coisa perfeita é o amor. Por amor movemos montanhas, tiramos obstáculos. Por amor matamos (a saudade);  por amor morremos (de saudade).
É eterno o amor, por isso não esquecemos quem amamos. Por isso, eu nunca Te esqueço Mestre!