Mostrando postagens com marcador BEIJO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador BEIJO. Mostrar todas as postagens

domingo, 15 de julho de 2018

BOCAS...

Boca...
Apenas um órgão 
que faz muita diferença 
naquele momento 
em que a sugação 
é essencial...


sábado, 7 de julho de 2018

O QUE TU ME OFERECES




O que recebo de Ti são prazeres embebidos de tesão
Tu me ofereces guisos de felicidades
Partículas de desejos
Que forma todo um conjunto de seduções
Vou experimentando um pouco de tudo
De coisa que Tu me ofereces
Ofereces-me sempre um novo modelo de vida
Uma vida para Teu prazer.

Posso dizer-te que é tudo de bom!

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

REVERENCIO À SUA CHEGADA

 
Já posso sentir o cheiro de Tua chegada com esta ousadia característica, recheada de desafios hidratados, que a mim servem de escada para chegar ao topo dos nossos desejos lubrificados. E hoje, como nunca! Agora desejei ser uma vinha para destilar esse licor embriagante...
Por isso, efusivamente Te saúdo, oh Adorado Mestre e Senhor!

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

ÉS TU, QUE MARKA!

Tu me dás o tema
Eu escrevo Teus passos
Sigo Teus traços
Porque
Tu és o lema
Tu és a rima
Tu és a inspiração
Tu és a própria poesia
És Tu que Marka!

sexta-feira, 16 de junho de 2017

UMA DECLARAÇÃO??? PODE SER ESTA?!









Mestre amado de todos os meus desejos SM
Senhor do meu coração e razão de minhas fantasias
Aquelas sentidas, desejadas e vividas
Aqui, prostrada ante Tua presença - pois este é o   meu local, desde quando Te seguir, e, para sempre
Primeiramente minha reverência a Ti,
Te faço conhecida  a súplica desta serva que clama e anseia  por Ti, por Teu toque, por Tuas mãos
com desejos markantes de se entregar  aos Teus caprichos de Dominador,  de Mestre, de Senhor... 
e por que não dizer de DONO?
Anelo por sentir Tuas markas, Teus fluidos neste corpo de  serva.
Mestre e Senhor do meu coração:
sempre disponível estarei para chegar à Tua presença, tal qual súdita e cumprir o desejo do seu Senhor
Pois é assim que me entrego
E é  assim que Te quero, que me quero a Ti
Desejo, sim, sentir o calor do Teu cálice derramando em minha boca...
de Tua mão em minha face (tua),
aquecendo meu sangue que pulsa clamando...
Este clamor representado pelo meu olhar súplice abobalhado que Tu já conheces...
Mais Mestre... mais meu Senhor
Atenda, defira pois o pedido desta que vive para Ti,
Alforrias-me quando me cativas a Ti 
pois é aos Teus pés que sinto liberdade
Excita-me Tua respiração...
Que me faz arrepiar a alma, impávida de tesão
que faz explodir o gozo com Teu Eu
que me rasga a nudez dos meus sentimentos
que me deixa faminta deste Teu ímpeto desejo...
És por Ti todo meu tesão, Tu que mexes com minha imaginação. 
Sim, sou Tua escrava e és meu Domador - domador de escravas.
Tu que me alcanças sem me tocar
e quando me tocas destrói toda e qualquer barreira de resistência ao prazer molhado que exala de meus poros
Eu sou a fêmea mais livre deste meio, pois Tu me destes a liberdade de servi-Lo!
Obrigada, Mestre!