Mostrando postagens com marcador CONTOS - ENCONTROS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CONTOS - ENCONTROS. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

ESCRAVA DO DESEJO






Sou sua escrava!!! Sem palavras,
apenas em versos, te assanho,
você me domina!!! Meu fascínio,
acorrentada te imploro!!! me ame.
Me traduz em vírgulas e línguas,
seja meu sinhozinho e me prenda.
obtenha-me por dois vinténs!!! Me retém,
faça do meu sexo seu reflexo.
Sua fábula literária.
Requisita-me para sua cama!!! Perdição,
sou sua escrava dourada de sol,
seja meu dono!!! Me ponha no chão,
seduz meu corpo pelo riacho afora.
Me deixa desfeita pelo pasto,
uma sintonia da natureza!!! Perfeita sedução,
me possua no mato e me tira do anonimato,
Sou tua escrava e sua paixão.


(Soraia Ciganita)



 


sábado, 4 de novembro de 2017

COMEMORAÇÃO DOS SENTIMENTOS

 
(Maria Helena Chein)

Olho-te com meus olhos
e te encontro
nos meus cantos e muros,
enquanto me dispo
para beber teu beijo.

E te recebo, voraz,
testemunhando tua geografia
de picos e sulcos,
por onde me deito, pomares,
e alcanço todos os horizontes;
nos frutos que me dás,
entre uvas e amoras,
escorre em minha boca
tua doçura de flauta.

Tomas posse dos meus respiros,
do meu ventre de lua em suores;
tomas posse do meu corpo
e em tua concavidade
eu me solto e me vou
No retorno te contemplo
e te bebo mais ainda,
entre silêncios e vinhedos,
onde o único som
é o do nosso fruir.

Te descubro e me acendes
e nossa igualdade é a descoberta
de tumultos e vontades.
Eu, em teus alicerces,
tu, em minha luz,
nos resguardando
das amarras ou divisões
para não nos perdermos
em atavios ou cinzas.

E se te bebo mais ainda,
me beijas e me esparges
com teu vinho...





segunda-feira, 16 de outubro de 2017

ENTRE O FOGO E A ÁGUA


  
 



entre o fogo e a água
entre o desejo e o prazer... 
é um fogo que queima
é uma água que esquenta
é uma mão que marka...
são momentos de vida
que traduzem fortes emoções...

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

TUA MARKA COMO PRESENTE!




Tu vens chegando de mansinho, como quem nada quer, querendo tudo...
E vai me envolvendo, me seduzindo, me prendendo em quereres que não dependem de mim
eu fico toda ouriçada, esperançosa...
No meu imaginário és Tu que eu vejo
é Teu sabor que eu sinto...
fico fazendo contas de dias,
somo, retrocedo, subtraio,  
(aumento saudades)
tento diminuir dias...
Queria comemorar Contigo. Não sei bem quê. Mas queria. 
Só para ficar registrada bem na memória uma data especial, inesquecivelmente markante, porque contigo tudo MARKA
Vês minha mente?
Quanto tem de Ti! Quantas markas registradas, desejadas...
É... Dói  desejar e não poder...
Queria-Te em mim, queria-me em Ti...
Sinto dores no coração e nas lembranças,
e nessa desgraçada saudade que maltrata,
Como penso em ti! Como te queria aqui, pertinho, chegando de mansinho ou na tua impetuosidade...
Quem sabe eu indo lá longe ou lá perto,
desde que Tua marka estivesse presente... como PRESENTE!



sexta-feira, 29 de setembro de 2017

NUANCES DE UM ENCONTRO - CONTO BDSM -










Todo homem e mulher aspiram e desejam um momentos de entrega, de paixão...
Tudo começou com um contato inesperado. Sonhado, tocado... O tempo foi o inimigo. O medo foi o atraso. As distâncias foram superadas. A ansiedade controlada. Um misto de medo e tesão. A espera. Os preparos. A chegada. O desejo. A entrega.
15 dias de expectativa que desencadeou num desejo insano de comer chocolate. Pulando uns quilos pra mais. Merda! Mas tá decidido. Iríamos ao finalmente, sim, Sr. Todo o preparo de coisinhas de mulher foi em vão. Nada foi utilizado. Adeus camisolas de seda. Adeus mini saias. Adeus calcinhas fio dental de rendinhas. Adeus corselet. Adeus calça liga. Adeus meia arrastão. Adeus salto alto. Uma mala de inutilidades... E muito frio.
De cara já senti o tamanho do seu desejo. Seus dedos atrevidamente tentavam me invadir... naquele taxi. Chegamos ao nosso ‘habitat’ e eu totalmente pronta, jorrando... uma gruta que se tornou uma fonte jorrante...
- De quatro!
- Sim, Sr – assim meio relutante, mas obediente.
Aquele belo cacete já procurava se acomodar entre meu calor de fêmea. Como foi delicioso senti-lo dentro em mim, me aquecendo de uma forma tão dele, tão gostosa. O seu vai vem me fazia vibrar e quase chorar. Dor e tesão num mesmo momento. Às favas com a dor.
- mais... mais... – pedia eu. Ahhhhh!!!!! Um lado masoca?!! Que que é isso? Insanamente a boca pedia o que o corpo desejava: sentir o contato do Dono. Sentir o Domínio do Mestre. Sentir que quem manda é Ele. E ele fazia mais... até senti-lo derramar dentro em mim... delícia!... Que gostoso! Mas eu queria ainda mais... queria sentir seu sabor em minha boca. queria aquecê-lo com meus lábios..
Sua voz autoritária, seu olhar perscrutador... dava vontade de fechar os olhos e esquecer o mundo e me jogar aos seus pés e lá ficar beijando, cheirando, servindo... como escrava dele que sou, que lhe pertence. Senti o calor de Tuas mãos em minhas ancas; o cheirinho de couro do Teu cinto e depois o seu sabor quente passeando pelas pernas e bundas... o frog com suas pontas deslizavam em minha gruta, fazendo delirar não de dor, mas de desejo. O Teu carinho. És um homem encantador.
Totalmente encharcada para depois Te sentir me re-invadir sem dificuldade... pois estava naturalmente lubrificada, jorrante... durante todos aqueles dias em que pude estar à Tua disposição para Te servir. Pois nada sou além de Tua serva. Viverei para teu prazer.
Queria mais... ir mais além. Aprender mais. Fazer mais... Ah! mais o tempo. Maldito o tempo que nos impedira de ir mais. De conhecer mais, de entregar mais... Preciso ser explorada. Preciso ser ensinada, corrigida... Preciso do meu Sr...
Ficará sempre a porta aberta para outra oportunidade. E dessa vez o tempo não fará escapar o desejo guardado pronto para ser entregue, usada por Ti, Sr.

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

ESSA VIDA FASCINANTE!


Tantos fascínios 
que um momento de prazer bdsm 
pode produzir em seus participantes, 
que cada vez mais o mundo se aprofunda, 
as pessoas se envolvem, 
se lambuzam em desejos lascivos, 
em momentos de pura luxúria e prazer carnal...
elevando alma
saciando corpo...
um momento de convite 
a sentir todas as sensações 
das carnes quentes, latentes, vibrantes...
lambuzar-se de seivas, gozos e seduções...
Vida fascinante!





segunda-feira, 18 de setembro de 2017

NEM TODO DESEJO SE REALIZA

Quando criança ouvia muito sobre o Alladin e a lâmpada maravilhosa. Onde quem tivesse o privilégio de encontrá-la com um esfregãozinho  fazia sair dali um gênio que realizava os desejos, em pelo menos três. Nunca fui muito vaidosa, mas sempre desejei algumas coisas inusitadas, não usuais em minha vida. Quando  bem mais nova conheci uma alta figura do Ministério da Justiça, "meu Comandante", era assim que eu o chamava; pelo posto que ocupava e por denotar sua autoridade. Foi alguém especial à minha pessoa. Um grande amor, enquanto durou.
Depois que comecei a me enveredar pelos caminhos BDSM meus desejos tomaram esses rumos inusitados. Fui despertando em mim uns fetiches que mexiam não apenas com minha imaginação, mas com meu corpo, com minha libido, meus desejos. E, ao ter contato com o mestre pude melhor ir trabalhando essa via de desejos. Nosso primeiro encontro, foi uma sessão praticamente completa. Eu não sabia de nada real, e ali puder vislumbrar nuances da vida bdsm. E confesso: fiquei fascinada. Um misto de sobressaltos e desejos. Não sabia quem era essa fêmea que ali nascia com capas e vestimentas de "putinha" (adoro quando o Mestre assim me chama).
Enfim, no decorrer do tempo a gente amadurece ou não.  Aprendi muito. E como! Ele teve a prontidão em me direcionar por caminhas excepcionais. O que sempre lhe serei grata. Descobri que há em cada mulher, ou em mim um potencial muito relevante para transformar um macho  num poço de prazer ou vice-versa.
Nunca fui perfeita, de fato, falhei e algumas vezes por lapsos de atenção; pequenos detalhes. 
Sempre oriento em postagens como uma serva deve se preparar para uma sessão. Dos cuidados, das preliminares, dos acessórios. Por isso tudo tem que ser costurado com uma certa antecedência, com  as pautas pontualmente  acertadas. Não deixar dúvidas, ou brechas para outra margem  de interpretação.
A questão alimentar é de fundamental importância. Os alimentos devem ser escolhidos de forma que não venha  ser um desconforto no momento do prazer. Particularmente não como nada sólido, por uns dois dias. mas descobri que até nas coisas líquidas se corre o risco de não estar adequada. Um suco como marajá, goiaba, deixam de ser inocentes "líquidos" e se tornam armas pesadas ao estômago, intestino. Aí já era.
Mas para limpezas intestinais pode-se usar de artefatos e terapias medicamentosas que podem resolver esse tipo de problema. Um enema farmacêutico, por exemplo, laxantes, duchas são acessórios que podem compor uma cena ou uma mala. Sugiro que se leve sempre! Eu levo.
Roupas íntimas não vou fazer muita diferença. Até porque, muitos senhores preferem que suas servas esteja totalmente desnudas. Assim facilita o acesso a elas, a seus corpos... Entretanto, não se pode esquecer de outros completos, além do roteiro a seguir; como se deve ir, o que deve se levar; assim, deixa-se o supérfluo e se leva o essencial. Invés de 2, 3 malas, necesséries, bolsas, vai apenas uma com tudo.
Meus desejos são um tanto estranhos, diria eu. Queria o gênio aqui para efetivar meus pedidos. Queria consertar alguns erros, alguns equívocos, alguns tempos que foi escoando pelos dedos no decorrer dessa minha caminhada. Queria estar  com mais assiduidade com o Mestre, com mais intensidade... Não teria apenas 3 desejos. Seriam uma coleção de desejos!
Espero sempre ter a oportunidade de mudar.  E por falar em mudança. Creio que este ano será incisivo em minha vida, em todos os aspectos. Profissional, familiar, saúde, acadêmica, bdsm. Quero fazer procedimentos que exigem sangue frio, sangue quente, saúdes, desejos, vontades... Tantas coisas. Quero mudar de transporte, por exemplo, fazer uma revisão geral, trocar o que preciso for pra deixa-lo prefeito e doar... Já estou a pesquisar há algum tempo um zero km. Se necessário for até mudar de área. Uma vez uma pessoa me disse que sou apegada aqui. Mas não sou. Precisaria de um motivo convincente para me levar para qualquer parte. Hoje estou num momento em que minhas raízes estão mais frouxas.
No entanto, a única coisa que permanece sólida em mim são meus desejos pelo Mestre. Isso nunca muda. Nada muda isso. Fico chateada comigo, com as situações e às vezes até com ele. Sinto-me punida quando  me é tirada a presença Dele. Por  conveniências Dele ou mesmo pretextos meus ou indisciplinado minhas...
Queria realizar meus desejos. Aqueles que discretamente O envolvem, mesmo de longe... Eu sei que Tu bem sabes que meus desejos podem ser fortalecidos com Teus norteamentos... Não me deixe na angústia de Tua ausência, pois isso é punição mais severa que qualquer spanking... ou ainda mais que qualquer dor no corpo!...

Tua serva
ylena