Mostrando postagens com marcador CURIOSIDADES. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador CURIOSIDADES. Mostrar todas as postagens

domingo, 31 de dezembro de 2017

QUE VENHA O NOVO ANO!



 

Mais um ano chega ao final. E com ele tantas lembranças que se vão e quantas lembranças que também ficam! Todas imprescindivelmente markadas no memorial da história da vida desta serva. Quantos momentos  de lutas! Mas quantos momentos deliciosamente temperados com extremos prazeres. Foram muitas markas deixadas com pegadas bem 'pegadas'. Foram sonhos realizados, outros frustrados... Mas com uma indubitável certeza de que outras chances são possíveis, são  oportunizadas e com certeza tudo será no mínimo diferente.
No entanto, há coisas que nunca mudarão, passe o tempo que passar: Esse desejo fremente, essa tara ninfomaníaca, esse tesão exacerbado que meu venerado Mestre produz nesta simples serva. Este que foi um divisor de águas em tantos momentos. 
Inesquecivelmente markante. 
Que  o ano vindouro seja muito mais repleto de markas, daquelas que ficam na mente, no corpo, no coração, na memória. E que cada momento oportunizado seja ricamente e bdsmmente aproveitado. Que venha 2018!

sábado, 16 de dezembro de 2017

É NATURAL


É natural sentir Tua falta
É natural pensar em Ti
Lembras-Te?
Tu chegastes em minha vida
markando territórios
limitando liberdades
controlando sensações
É natural querer Te encontrar
É natural querer Te ver 
sentir Tua voz de comando
Tua marka invadindo
tocando, remexendo
empurrando
provocando indescritíveis sensações
É natural ir ao Teu encontro
seja aqui, ali, acolá,
É natural Te chamar de Mestre, de Senhor, de Dono
pois é natural que Contigo assim eu me sinta
É natural me achar serva, escrava, submissa
É natural seguir Tuas sendas, Teus passos e Teus traços
É natural sentir saudades de Ti...
É natural desejar Tua Marka!

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

PASSOS TRAÇADOS



Passos que sempre estiveram traçados, 
pré-destinados a seguir umas markas 
que foram projetadas num caminho de prazer.
Antes, 
uma servidão de vento 
sustentada em letras e palavras, 
Hoje,
 de um desejo à transformação:
 És uma serva real!


quinta-feira, 30 de novembro de 2017

FASCINAÇÃO



Sempre sentir-me-ei fascinada 
com os traços BDSM,
esse desejo em servir,
esse fetiche em forma de liturgias,
essa liturgia que se desmancha em desejos...

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

TODOS OS CONTORNOS




Vamos contornando a vida, fazendo curvas, giros e traçados. Nalguns momentos guiamos mais velozmente, noutros aceleramos menos. Vamos seguindo sinais, desviando de curvas perigosas ou nos perdendo em perigosas insinuações.
Tantas estradas, tantos caminhos a seguir, que as escolhas ficam complicadas.
Mas há escolhas que parecem que já estão escritas, traçadas e sacramentadas. Aquelas que por mais que se fuja, se esconde ou corre ela vem ao seu encontro. Os acasos fazem com que se cruzam. O destino liga como se fosse linha de aço. Ou quem sabe uma corda ou corrente...
E nesses traçados vamos cruzando com outros que também buscam suas escolhas, que de alguma forma transpassa por nós, deixando alguma marka, deixando um pouco de si e levando um pouco de nós...
Vamos contornando corpos, desejos, taras que se flutuam ou se aglutinam em momentos especialmente perpetualizados no tempo, na memória e nos momentos. Daqueles que fixam na mente e na boca. Que se eclodem em lembranças enlouquecentes. Memorizados com dedos, com mãos, com olhos. Dedos que tocam, contornam, desenham; mãos que apalpam, esfregam e apertam... Com olhos perscrutadores, ávidos de ver..
A cada dia vou contornando minha vida, sempre buscando essa intersecção, o momento em que a Tua vida possa markar a minha; no contorno mais simples possível, numa letra, numa voz ou num toque... Aquele toque em chamas, tal brasa a markar escravas em senzalas. Como um domador de escravas que para si toma a posse do corpo e dos desejos, fundindo com o seu próprio...
São linhas e traços que contornam tantos sentimentos. Tantas expressões de desejos!
Contornas-me, Mestre!

terça-feira, 28 de novembro de 2017

A PUTA QUE ELE PARIU




  

Mestre amado, 
Minhas saudações!
Achei este texto sensacional, e claro, trouxe para cá. 
Creio que será também do seu agrado, Senhor.


.............. -------............



(Luah Negra)



A puta que Ele pariu
E ela travestiu-se de puta... não apenas por fora, mas também por dentro... e a Ele entregou o corpo que já não lhe pertencia mais.
Quem é ela? Ela é cheiro de cio, visão de desejo, expressão de prazer. Se Ele a faz de puta, puta ela é para ele.
Não importa quem ela seja ou tenha sido. Importa quem ela é agora. Importa o que ela é para ele e como ela é com ele.
Ela é aquela que se transforma a cada dia numa mulher mais liberada, tesuda e vadia como jamais foi e sempre desejou ser.
E deseja ser, para ele, a puta insaciável... aquela que se põe de quatro para ser fodida.
Quer ser aquela vagabunda de esquina... não aquela que se vende, mas sim a boqueteira de plantão, que fica feliz mamando o pau do seu macho.
E não se importa de ser o depósito de porra Dele, a puta de esquina, piranha de estrada, a vadia que o aguarda pelos cantos escuros para ter a boca fodida por ele.
É dona de um corpo vadio, que sequer lhe pertence... sua cara é para ele bater... vagabundas, como ela, gostam de apanhar na cara... sim, na cara, e não rosto ou face, pois estes são para as recatadas, ela apanha é na cara e quanto mais apanha, mais safada fica, mais tesuda, vadia e desejada se torna.
Ela é a puta que abre as pernas, pedindo pra ser fodida, pra ser rasgada e arrombada, porque toda puta é arrombada de tanto que é fodida por seu macho.
Seu corpo pertence a Ele... e o macho não pede, ele usa e abusa da sua vadia como quer, onde quer e sempre que quer.
Puta não tem querer, não tem vontades, puta serve pra foder! Serve pra ser usada em qualquer canto que seu macho queira fodê-la.
Qualquer parede vira cama pra ela.
A boceta vadia está sempre molhada, tesuda, faminta, é tão gulosa que está sempre se abrindo em oferecimento... seu cu vagabundo, já viciado no pau que sempre lhe invade, pisca só de sentir a presença do macho... a boca se abre a espera da pica dura para fodê-la... e a vadia se baba, se mela toda... sussurra, geme, se contorce, grita de tesão... e goza! Goza com ele, goza pra ele! Goza como se não se houvesse amanhã.
E a cada gozo ela morre um pouco... morre para renascer ainda mais a puta Dele, toda Dele e apenas Dele.
Quem é ela? Ela é puta que Ele pariu! É o fruto do encontro de seus desejos. Gerada na luxúria, concebida no prazer de dar e receber prazer.

 

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

CENAS DE UMA SESSÃO BDSM









 Algumas sessões se iniciam assim:
com todo ritual, 
elementos que compõem a cena
e acima de tudo
os participantes e muito desejo 
em que a coisa aconteça.

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

ONDE SERÁ ?



 
Onde a dor será mais intensa?
Onde  o prazer será mais preciso?
O corpo sempre será 
o objeto da demonstração do prazer supremo.

segunda-feira, 9 de outubro de 2017

EM QUALQUER LUGAR







em qualquer lugar
de qualquer forma
em qualquer tempo
seja o momento que for
sempre será um prazer estar
em Tua preciosa presença!

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

OS DESEJOS...




Os desejos
Sempre são as ratificações daquilo que se almeja alcançar
Por isso permanecem sempre vivos, alertas, andantes...
como os meus desejos por Ti, meu Mestre! 


segunda-feira, 4 de setembro de 2017

segunda-feira, 28 de agosto de 2017

À ESPERA




F. Abreu


Ah, loucura de sensações
Loucura de paixões
Aguardo ansiosa, a tua chegada
Coração palpita
Meu desejo se libera
Em umidade
Que sai do meu corpo
Assim, molhada, por você...
Te espero
Se pudesse, faria os dias passarem
Em segundos...
Tanto falta ainda!
Quando você chegar
Basta perceber em meu olhar
O desejo intenso
De te amar, te servir em delírio
De realizarmos tudo que dissemos
Em nossas confidências de amor
Dos desejos contidos em nosso corpo
Das nossas fantasias
Da nossa "química"
Desse calor que sobe pelo corpo
Que em suores de paixão
Vou tirando a roupa
Pensando em você
Meu tesão...
Meu macho, sou tua fêmea
Prepara o acasalamento
Será intenso, febril
De desejo e instinto selvagem
Assim como eu...