Mostrando postagens com marcador DESEJOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador DESEJOS. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

CINTOS = UMA VERTENTE BDSM (?)


 







Se eu fosse fazer uma poesia
escolheria...
cinto 
que rima 
com 
vinho tinto
e que me deixa faminta
desse teu pinto
sem falar nessa fixação
que aumenta meu tesão 
em querer está em tua mão!

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

DO TEU GOZO



Quanto mais dentro estiver
melhor e  mais quente será;
pois o melhor do prazer é justamente
essa sensação de invasão!
por isso nunca, jamais
afaste o prazer da sua boca
 do seu cacete! 






 


terça-feira, 24 de outubro de 2017

REBUSCANDO MEMÓRIAS








Rebusco no interior da memória aqueles momentos que foram markados com Tua presença. Lembras-Te, Mestre? Alguns inusitados como a “confiscação do celular”, outros atrevidamente provocantes  induzidos por mim, como sentir “Tua ira” [sabia que até adoro Te ver zangado?], será  que isso é para instigar Teu lado sádico e  regar meu masoquismo light? Tuas ordens são simplesmente alimentos, descumprí-las não é sinal de desobediência é pura provocação de desejos, desejos em sentir-Te... como ao ser recebida com aquela deliciosa bofetada.  
E assim, vou descobrindo em mim uma fêmea submissa com nuances masoquistas.  
Rebuscando e revivendo no mais escondido, no cantinho  das lembranças, Tuas markas.
Sempre desejosa em saber por onde Tu andas, onde Tu estás, o que comes... Rodo cada  canto, em dias  alternados, diversas vezes e nada de Tua presença.
Sabia que quando Te encontro eu é quem sou beneficiada? Adoro-Te, Mestre! Será que não percebes tantas markas?: Tuas markas, markas de saudades, markas de ausência, markas de presentes lembranças...
Lembra-Te: nunca será esquecido quem passa pela vida de alguém. E Tu nunca, mais nunca serás esquecido em minha vida! Esteja onde estiver; pode ser aqui mesmo, pertinho dessa saudade maldita que vai markando meus dias durante todo esse tempo; me fazendo  avançar, me fazendo retrair, me fazendo desistir, me fazendo prosseguir... Mas não consegue me fazer de Ti esquecer... ou lá - onde quer que seja esse "lá"...











sexta-feira, 20 de outubro de 2017

INSPIRAÇÃO

A submissão é uma entrega única, particular
Ninguém poderá sentir o que você vai sentir
Ninguém poderá viver o que você vai viver
É um momento seu
Por isso entregue o seu melhor
Explore o seu melhor
Dedique o seu melhor
Receba o seu melhor
Valorize-se como serva
Ame-se como submissa
E acima de tudo
Cultive o hábito de agradar ao seu Senhor
Que é a razão da existência dos mútuos prazeres BDSM
Inspire-se! 



quarta-feira, 18 de outubro de 2017

CONDUÇÃO

Quem domina?
quem é dominado?
macho e fêmea...
cada um de um lado
cada qual com seu poder:
um para levar
o outro para se deixar levar...
A sensualidade está na troca de sensações...






terça-feira, 17 de outubro de 2017

DESDE A TUA CHEGADA



 

 



Eu começo a ser feliz 
mesmo antes que Tu chegues
A Tua chegada 
apenas materializa
 os nossos desejos latentes
vivos,
prontos para explodirem 
em gozos...

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

EU NÃO DESEJO FALHAR...




Eu nunca desejo falhar com o Meu Senhor, mas quando falho com meu Mestre a coisa “desanda”. Por isso, peço-Te: mostra-me, senão vou chorar sem saber onde errei, fazendo lamentações em noites tristes, olhando para o tudo e nada vendo. Apenas em companhia de uma dor invisível, refletida no olhar perdido, lacrimejante; numa boca interrogativa, num coração ansioso por ser  tocado, num corpo desejoso em ser penetrado... Olho estrelas, olho céus... e vou Te vejo no infinito do nada, dessas constelações desassociadas; nesse poço de submissão que exala dos meus poros latentes, clamantes por Tua marka... Sem saber o que Tu sentes... Sem poder  entregar-Te essa glória que inunda este prazer. Sinto-me uma flor desmanchando-se em pétalas fatiadas exalando odores  e desejos de submissão a Ti... Mais sem Ti...


 

domingo, 1 de outubro de 2017

ENTRE PLUGS E DESEJOS




Outro dia li uma reportagem na internet de um fato que aconteceu na Inglaterra, onde uma mulher  e seu namorado, em prática anal com plug, deixou o mesmo entrar cu adentro. Tolos!
Foram usar um mini plug e o companheiro foi enfiar o cacete com o plug, sem nem  ao menos  ser juntos, lado a lado, óbvio que ira empurrar para dentro. Foi parar no intestino.
Por isso sugiro que se vai usar, use um plugão (ri) que não corre o risco de sumir e parar num hospital e seu parceiro sair correndo assustado, desesperado.
Esses pluginhos só servem mesmo para fazer cócegas. Vamos fuder, mas fuder direito!
Um plug adequado, uma mão atrevida e/ou um cacete ávido! Hummmm. Receita completa. E feliz foda com segurança. Aproveite e passe num sex shop e veja o tamanho do seu desejo.
Particularmente gosto de tudo grande. Mas isso não é regra. O mestre que o diga. Eu até queria mostrar pra ele eu "engolido" algo. Mas ele não permitiu. Será que lembrou da vez em que fui ao seu encontro com tudo dentro, bem guardadinho? Quando puder, lhe pergunto.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ESPERO QUE ESTEJA TUDO AQUI!


Vou pensando aqui com meus botões. Tantas coisas passam pela mente.
Arrumando aqui essas coisas, encontrei umas velas de Natal. Aí pensei em velas. Sei que velas é para iluminar, embelezar. Mas creio que no bdsm serve também para exercitar o prazer sádico do Top e assanhar o fogo de algumas submissas. Nunca usei, mas confesso que a curiosidade aumentou, apesar de que não saberia qual seria a ideal.
Pedi algumas coisas, poucas - 3; acaba de chegar uma -  o bastão, mas nem conferi, já empacotei na mala juntamente com velhos desejos. Ainda não sei exatamente quais seriam  os acessórios, digamos, mais indispensáveis pra deixar uma mala bem completinha. Mas espero que  possa descobrir logo, logo. Assim seria mais interessante a mim e para o momento que deles precisar.
Quando se compra pela internet, a forma de envio faz toda diferença! Umas são mais rápidas, outras mais delongadas, atrasadas causando alguns contratempos, mas nada que venha impossibilitar uma boa sessão, por exemplo. 
Creio que dentro de algum tempo precise mudar a maleta para melhor acondicionar os pertences. Visto que a intenção é de fazer a 'família' crescer.
Fiquei admirada assistindo De Pernas Pro Ar ( 1 e 2). A coleção de acessórios que ali são mostradas é coisa de enlouquecer qualquer mulher. É impressionante!
Mas o importante mesmo, creio, não seja apenas uma coleção de brinquedos que erotizam,  mas o momento de compartilhar da presença do Mestre, pois há tantas formas de entrega, tantas formas de se proporcionar satisfação que por vezes esses elementos nem são necessários...
O que comer? O que não comer? O que fazer? Muitas perguntas para esta cabecinha. Eu, gostaria de saber, por exemplo o que meu Mestre apreciaria, gostaria que tivéssemos um momento em que pudéssemos esquecer tudo e viver esse momento extensivamente de prazeres. 
Ai... ai...

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

MISCELÂNIA DE PRAZER





O Brasil é um imenso torrão repleto de diversidades. Com uma culinária riquíssima e  variada. Não tenho frescuras com comida. Como praticamente de tudo. Adorei a culinária paraense, o peixe frito com açaí e farinha de goma. Gosto também das cores amareladas, diferenciadas da arquitetura de Belém. Mas nada se compara com o camarão seco do Maranhão, com um arroz branquinho e soltinho temperado com cheiro verde e alho. Me perdi nas bolos de queijo e docinhos Mineiros. Dá de esquecer o mundo. Agora a maria-isabel do Piauí é coisa de louco, quando vem acompanhado com um creme de galinha, vinagrete e paçoca. Comi. Comi também o vatapá e acarajé; forte como a Bahia. Me empanturrei de massas paulistas - sanduíches, pizzas e yakissoba (não gosto muito). No Ceará comi muito peixe de água salgada. Já em Brasília, apreciei  as frutas e também o pão de queijo. Mas no Rio de Janeiro, ali esqueci minhas raízes e me envolvi totalmente com os pratos. Até porque as pessoas que costumam me hospedar possuem dotes culinários espetaculares. São "chefes"  na cozinha.
E é justamente nesse ecletismo que sinto florescer cada vez mais meus desejos bdsm. Uma miscelânia de desejos e práticas diferenciadas que satisfazem o "paladar" do corpo e dos desejos.
Há no bdsm uma coisa intriguista, que o torna bastante peculiar. O bdsm não é algo cerceado a uma classe, ou grupo de pessoas específicas e determinadas. É para todos aqueles que querem sentir este prazer. Não depende do Continente, do país, da religião, da cor, do tamanho, da altura, das condições financeiras. É um  mundo onde todos se equalizam pelo prazer. Todos sentem sensações, quer na dor, quer na 'não dor'. Não importam que práticas se realizam, TODOS, indistintamente sentirão seus desejos preenchidos ou satisfeitos de alguma forma.
Quero me "empanturrar" de tudo o que posso absorver nessas diversificadas práticas bdsm. 
Afinal, ainda não gosto de certas 'culinárias' porque ainda não conheço seus sabores ou não fui apresentada a elas ou vice-versa. De igual forma o Bdsm, ainda não fui apresentada a algumas práticas por isso não posso dizer que gosto ou não gosto das mesmas. 
Mas não tenho 'frescuras' para comidas, nem para um novo aprendizado...

 

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

ACORDOANDO DESEJOS....


todas as cordas e acordos das amarrações



Vem, assim meio sussurrante... meio calmante
meio calmaria
meio tempestade
acordando todos os desejos latentes...

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

ESCUTEI OS MURMÚRIOS DE MEU CORAÇÃO








Cidália Ferreira
http://coisasdeumavida172.blogspot.com.br/2017/08/escutei-os-murmurios-do-meu-coracao.html




Desinquieta, deixei a cadeira vazia
Saí... à procura de ti.. do meu eu
Das minhas palavras
Dos meus sentimentos entrelaçados
Dos meus momentos de poesia
Dos meus segredos,
Talvez dos meus devaneios, sei lá, 
Procurei o motivo porque ainda existo,
.
E por isso, procurei o teu aconchego
Entre as névoas, belas, instigantes
Que se entrelaçam em meus pensamentos, proibidos,
Mas neste silêncio, onde nem o vento ouvia
Escutei os murmúrios do meu coração
Em palavras silenciadas na saudade,
Porque só tu, me deixas na verdade
Desinquieta, por pensamentos e desejos constantes.