Mostrando postagens com marcador DESTINO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador DESTINO. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 14 de novembro de 2017

ESSES TOQUES




nos movimentos do prazer

na entrega dos desejos

esse toque com  sensação de eternidade

ou de brevidade...






segunda-feira, 13 de novembro de 2017

sexta-feira, 10 de novembro de 2017

FIO TERRA? NÃO! PRAZER COM AS MÃOS!











O fio terra aquela prática de prazer em que o outro enfio o dedo no ânus do outro enquanto outras coisas vão acontecendo. O ânus é uma região erógena tanto para a mulher quanto para o homem. Então se a mulher pode sentir prazer nessa prática porque que o homem não poderia? Puro machismo!
O corpo é para ser desfrutado naquele momento particular. Então pode se proveitar todas as formas, claro. 
No homem, aquele toque que não é um exame 'prostatal',  na região do períneo, que fica localizado entre o ânus e o testículo  é  que causa essa grande  sensação de prazer, quando bem estimulada, por ser revestida de muita sensibilidade.
Outra coisa interessante de se observar são as unhas. Nada de unhas longas, tem que estarem aparadinhas, para não machucar. Isso serve para homens e para mulheres. Nenhum mulher vai querer uma mãos com unhas lhe ferindo a buceta, seu cuzinho.
Regue o momento com toques sutis, lingua, beijos, mordinhas, chupadas, deixe tudo bem estimulado, assim se prepara um ambiente bem propício para se desfrutar com muito prazer. Explore o máximo dos máximos nessa região erógena! O dedo no cu é bom!


PS - Sempre bom se fazer uma boa higienização antes.


UFA!






Essa foi uma semana bastante atípica para esta serva. Regada de expectativas, ansiedades e frustrações.
Foi um apagão geral. Telefones, celulares, internet. Foram vários dias sem nada entrar. Sem ter  contatos. Uma irritação tomou conta de mim, queria saber do Mestre, queria saber de tudo e nada podia fazer.
E somente agora tudo voltando ao normal, depois de detectado os causadores de tudo e solucionado a situação estou de volta. 
Sempre é um grande prazer ler os comentários de todos, mas especialmente do meu mestre e Senhor Dom Marka.
O que acho ruim mesmo, são minhas impossibilidades de contatos. Por isso me assessorei com 3 celulares! Agora sim, não ficarei  desconectada, por fora. Qualquer um desses pode-se falar com esta serva, além de outras formas. UFA  que bom que agora a calmaria voltou... para se tornar frisson...!

quarta-feira, 8 de novembro de 2017

BDSM – UM PRAZER DE/COM RESPONSABILIDADE







A vida de BDSM não é apenas um fetiche ou capricho fomentado por homens ou mulheres que se aventuram a vivê-la.
É um prazer que traz antes de tudo, uma grande responsabilidade pessoal e comum a todos os envolvidos.
Além de acordos costurados, conversados, subentendidos, há questões da confiança, da discrição, do cuidado e do zelo de um para com o outro (ou outros/outras).
Muita coisa vai rolando no decorrer do tempo em que se trava um aprofundado conhecimento entre Senhor e escrava.
Um simples contato pela internet, um substancioso e rico banquete de provocações que exarcebam o lado libidinoso de cada um, regado com muitas obscenidades e acima de tudo respeito – que é a peça fundamental, muito mais que o AMOR, pois não é uma relação onde o amor é mola propulsionadora, muito pelo contrário. Nalguns casos esse sentimento passa longe especialmente porque muitos se blindam para que seu lado sentimental não seja atingido pela flechinha colorida de tão belo sentimento.
É um prazer que envolve esperas, às vezes longas, às vezes curtas, mas todas essas esperas absolutamente desejadas, 'festadas' – quando concretizadas.
É um prazer revelado pela dor, pelas lágrimas, pelo sangrar – literalmente. A gente chora, a gente ri, a gente é ferida na carne, na pele e às vezes no coração.
Mas em contrapartida quem poderá medir a intensidade do prazer sentido quando se está ajoelhada diante do seu Mestre, do seu Senhor, do seu Dono?
E quando isso tudo vem regado pelo néctar do seu gozo, daquele característico cheirinho que vai lambuzando seu rosto, seus desejos, seu intimo?
Há lutas: consigo, com os outros, com o próprio Senhor.  Porque nem tudo é como queremos.
As superações nem sempre são alcançadas como queremos. Porque somos falhos. Somos humanos. E falhar é humano.
1 ano. 5 anos. 10 anos. E ainda assim esse tempo todo não é suficiente para se dizer: ÉS MEU DONO! SOU TUA SUBMISSA! Porque não é o tempo que determina, nem quantifica a andar da carruagem BDSM e sim o compromisso firmado, acordado através da entrega do corpo, dos desejos, do tempo, da própria vida.
Quando nos dispomos a ir a um encontro com o Mestre ou vice versa, estamos não apenas “indo”. Estamos indo e levando tantos desejos, tantas interrogações, tantos medos, tantas ansiedades, tantos prazeres. UFA! São tantas coisas quem nem dá para citá-las.
Mas uma coisa é certa: tanto um quanto o outro precisa estar disposto a colaborar. Pois BDSM não é uma via de mão única. É uma via de duas mãos.
Um dando e outro recebendo = prazer para os 2.
É um 'amor' diferenciado daquele do coração, entre um homem e uma mulher. É um amor muito mais profundo, com uma entrega total, onde não há limites para dar o corpo. Tudo pode (e deve) ser explorado para prazer de todos os envolvidos.
Quem não quer ser markado pelo prazer BDSM? TODOS QUEREM! É só entrar e nunca mais você desejará sair. E nem tente! Pois não consegue. É como um vício eterno. Delicioso. Markante.
Sou responsável pelo meu prazer. Sou responsável pelo seu prazer. Na dor e na alegria, no chorar e no bater, no fisting ou na foda...


segunda-feira, 6 de novembro de 2017

CORDAS E CORPO






O desejo realizado deixa de existir quando concretizado?
Se assim for, como explicar esses nós
que nos atam em desejos que se reacendem dia após dia?
Na mente, nas cordas, nas mãos
no corpo e no coração...?

domingo, 5 de novembro de 2017

ASSIM OU ASSIM...


Que importa a forma de receber ou de entregar?
Se é assim ou assim?
A relevância está  em cada um
No que recebe e no que entrega.



quarta-feira, 1 de novembro de 2017

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

CINTOS = UMA VERTENTE BDSM (?)


 







Se eu fosse fazer uma poesia
escolheria...
cinto 
que rima 
com 
vinho tinto
e que me deixa faminta
desse teu pinto
sem falar nessa fixação
que aumenta meu tesão 
em querer está em tua mão!