<                           

























Mostrando postagens com marcador ENSINAMENTOS. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ENSINAMENTOS. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 20 de julho de 2017

O CORPO - O TEMPLO



CORPO
templo do servir
templo de recebimento
templo de entrega
templo de prazer
templo...
é no corpo que os deuses recebem as melhores oferendas
é no corpo que homem e mulher saciam suas libidos
é no corpo que se acoplam prazeres...
cuide do seu corpo
cuide de seu templo
cuide de seu prazer...

sexta-feira, 14 de julho de 2017

FÊMEA E SERVA



Ela era assim. Simplesmente fêmea. No auge de seus 35 anos de idade, num corpo maravilhado, com uma boca que se perdia em seduções. Parecia uma deusa de ébano, na sua pele extremamente perfumada. De olhar amendoado, escondido entre cílios e piscadas. Em cima de seus altos e provocantes saltos,  exalava cheiro de tesão. De perdição. De desejo. Mexia com a imaginação de homens e mulheres. Produzia fantasias em suas mentes, em suas ações. A ponto de receber convites todo momento. De ser chamada de gostosa, vem pra minha rede, ai se eu te pego, e coisas do gênero que mostram que o tesão aflora...
No andar, o traquejo rebolado de pura provocação, onde as ancas balançavam oferecidamente... Na sua mistura de sagrada e profana.  Uma fêmea ilibada em seus meios de convivências sociais. Acadêmica dotada de conhecimentos variados e multidisciplinares. Com uma vida cercada de pessoas idôneas...
Essa era a mulher, essa era a fêmea. No entanto, por traz dessa mesma mulher existia uma outra, composta da mesma matéria. Só que feita de sensações, de desejos e muita vontade de servir. Que descobriu nessa sua caminhada o prazer que uma marka poderia produzir numa vida – na sua própria vida.
Não estava atrás de transas fúteis sem sentido; não lhe interessada aventuras descabidas... Queria uma dominância de sentimentos diferenciados, com adrenalinas exacerbadas. Foi ai que entrou numa estrada conduzida por convidativas mensagens de prazer, o prazer testemunhado por quem por ele vivenciava. Instigou-lhe ainda filmes vários, conversas, vozes, imagens...
Não restava mais dúvida. Era esse o caminho do seu prazer. Ainda incompleto pela falta do ‘parceiro’. Onde procurar? Onde encontrar? E como caminhos cruzados, como o fogo que atrai a brasa, 'achou'  um único nome entre tantos. Foi ali, que começou de fato, sua caminhada bdsm. Não sabia de início se encontrara ali seu protetor de prazer ou seu algoz.
E naquele encontro, como uma oferenda oferecida aos deuses, ela foi ao encontro do seu destino; aquela fêmea pode se sentir de fato uma verdadeira “putinha”. Sim, pois entre o prazer entre um Mestre e uma serva não precisa de pudores. O prazer é rasgado, despudorado. As algemas eram os líquidos dos gozos.
O não querer  era cada vez mais querer...
E isso não era o fim, não era o início, era a continuação  do nascimento informe  e ainda inconsciente de uma serva. Uma serva que nasceu para ser o prazer de seu Senhor e seu Mestre.  E hoje ela tem uma marka em sua vida de mulher, em sua caminhada de serva. A Marka de um Dom!...



Essa história pode ser de qualquer submissa, pode ser a minha, pode ser a sua, pode ser daquela que deseja conhecer os prazeres que o mundo bdsm provoca e  acende... Não apenas em 50 tons de cinzas, mais em multicores tons de prazer... Deixe-se viver e gozar dos seus prazeres... Tente pelo menos!

quinta-feira, 13 de julho de 2017

AINDA SEMPRE...


Dia após dia vivemos as mais diversas emoções... Umas que nos alegram, outras que nos entristecem. A pior de todas é aquela em que são sequestrados nossos sonhos, nossos desejos. Onde os marginais de sentimentos roubam nossa tranquilidade, nossos bens, nossos carros, nossos celulares, nossas bolsas, nossos dinheiros... Passar por isso traz uma sensação assustadora. Por isso repudio tais pessoas e tais ações.
Os noticiários estão repletos dessas mazelas, escorrendo aflições...
É péssimo a sensação de um cano de aço encostado em sua cabeça, com gritos, sem serem gritos de prazer, sem serem gemidos de tesões resvalados numa sessão BDSM, por exemplo...
Mas estou bem; e ainda hoje e sempre, Mestre estou no lugar fixo de sempre; móvel de sempre; assim poderá me encontrar; e estou também, aqui, nesta "casa" de prazer escrito. Podes entrar sempre!
Apesar de tantos pesares, sinto Tua falta. E fico imensamente feliz Contigo, ainda que da forma que tudo se apresenta. Tu ainda és a razão de muitos prazeres, muitos bons prazeres em minha vida. Saudades meu senhor...

terça-feira, 11 de julho de 2017

TANTAS PROVOCAÇÕES


Cléia Fialho
(http://www.sensualeerotica.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4823711)

Quero hipnotizar-te
com o magnetismo sensual
que vem do meu interior,
até que você não responda mais
por seus atos...
Devido tantas provocações
serei sua provação,
até onde vai sua resistência?
Deixe que jorre do seu corpo febril
as larvas desse vulcão.
Deixe-me lambuzar-te desse mel
que derrama da minha vertente
e suplica avidamente por você...


(...)


Provoques-me, que eu adoro!
Sempre pronta para receber
Tuas insanas ou lúcidas provocações...

terça-feira, 4 de julho de 2017

SINFONIA DE SENSAÇÕES





Tu me ensinas e me alucinas
É em Teu corpo que bebo o gozo do prazer 
...de tanta sede... quero Te sentir,
fazer parte de Tuas loucas fantasias molhadas
quando Tu me tomas e me explora;
Tornas-me no que Tu queres...
pois tens a maestria no tocar
E Teu toque me estremece e me descompõe
E se antes Tu eras letras, desejos e reações
agora Tu tens um nome, sobrenome e cor
Tu és de carne - carne de desejos e ardor
e causa em mim uma sinfonia de sensações
Se tudo antes era virtual, Tua marka  hoje é bem real
E é essa Tua marka que ficou cunhada em mim
A cada dia renovada por essa entrega minha a Ti 
E por Teu recebimento, enfim...
Te adoro meu Mestre!

Tua serva
ylena 



quarta-feira, 28 de junho de 2017

terça-feira, 20 de junho de 2017

OLHA O QUE TE ESPERA...




uma boca quente, convidativa
molhada de desejos 
por Te sentir

um corpo sequioso de prazer e tesão
regado com muitos desejos 
de Te servir
 

segunda-feira, 19 de junho de 2017

SENTIMENTOS DE AMOR BDSM

 
 



Há sentimentos e sentimentos!
As pessoas amam. As pessoas desejam.
Todos somos dotados de “feelings”.
Somos carentes de completudes, de outro lado, ou de outra metade.
As metades podem ser refletidas sob diversos prismas.
Há quem precisa de esposa, há quem precisa de escrava, há quem precisa de um dono,  há quem precisa de emprego, há quem precisa de amigos, há quem precisa de estudos...
Eu preciso de Ti...
Sem Tua marka, os dias se tornam longos e “eternos”
Me faz sempre voltar ao canto da esperança, o canto do meu coração.
Tantos planos, tantos desejos, tantos “precisos”.
Como sinto Tua falta Mestre!
Como Te desejei na solidão desse apartamento, recheado de lembranças, pigmentado de markas invisíveis de Ti.
Como o tempo passa! Mas os sentimentos continuam vivos, eternos, ratificados pelos rastros construídos.  
Deu uma saudade desgraçada daquelas! 
Tão intensa que a lágrima rolou, o suspiro aflorou, a mente trabalhou, buscou explicações tentando entender tantos porquês...
Não tem como eliminar de minha essência de fêmea, de serva tudo aquilo que foi markado por Ti.
O amor tem umas coisas que só se compreende sentido-as.  
Eu sinto tantas coisas que gostaria de expressar exclusivamente a Ti!
O livre acesso à Tua presença para ‘desabafar’ ainda é muito limitado. Queria mesmo conversar, blá-blá-blá... Mas até nisso  fui me adequando para satisfazer Teu gosto silente.
Não, não existem sentimentos expressos de forma perfeita. A única coisa perfeita é o amor. Por amor movemos montanhas, tiramos obstáculos. Por amor matamos (a saudade);  por amor morremos (de saudade).
É eterno o amor, por isso não esquecemos quem amamos. Por isso, eu nunca Te esqueço Mestre!