<                           

























Mostrando postagens com marcador ENTREGA BDSM. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador ENTREGA BDSM. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 26 de julho de 2017

RENDIÇÃO

Permita-me publicar esse belo poema que recebi de um ilustre visitante, um grande escritor:



By Almeida Lucius™ 
23/07/2017 Para Seduceme/Ylle 

É em teu corpo que realizo os desejos
Profanos e marginais com dedos e língua
Onde encontro albergue nas noites frias
Navego com falo duro cada parte que almejo
Faço do teu corpo flor que se abre todo dia
Onde degusto o teu sabor, escuto os gemidos
E trago comigo teu lascivo sonho e teus delírios
Teu tesão escorre feito mel doce onde realizo
As mais vadias e carinhosas predições da vida
Tuas formas e tua rendição são sempre benvindas!


terça-feira, 25 de julho de 2017

O CORPO - O DESEJO





É no corpo que o desejo aflora
Sempre com aquele inigualável tesão...
Prazer em servir
prazer em ser  (Tua) serva!



domingo, 23 de julho de 2017

DESEJOS LASCIVOS


É em Teu corpo
que me encontro e me perco
É em Teu corpo
que realizo
os meus sonhos profanos,
É em Teu corpo que navejo
É em Teu corpo que arfo de desejos
e deliro de tesão
É em Teu corpo
que faço minha lascívia florescer
É em Teu corpo que trilho
quando quero prazer
eu bem sei que Teu corpo
é minha perdição...

mas também é minha rendição.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

quinta-feira, 20 de julho de 2017

QUANTAS VEZES?....








Quantas vezes
eu te busquei em minha mente
te encontrei em meus fetiches
te beijei em meus pensamentos?!

Quantas vezes
preparei a ‘mala’
arrumei o corpo
me molhei por dentro
para te encontrar
para te ofertar-me... ?!

Quantas vezes
chorei tua ausência
imaginando tua presença
sentindo o teu olhar ?!

Quantas vezes...
quis matar essa desgraçada saudade
que não mede tempo-idade
apenas para te encontrar... ?!

quarta-feira, 19 de julho de 2017

SILÊNCIO



Eu pensei que palavras
Sentimentos traduziam
Mas foi no silêncio do meu amor
Que revelei tudo o que por Ti sentia.
Pois sempre Te ouvi com meus olhos
Sempre Te apoiei com meu sorriso.
Minhas mãos falavam de amor
Quando em Teu corpo tocavam
Não precisei emitir som
Para dizer-te: EU TE AMO, MESTRE!
Meu silêncio sempre falou mais que a minha voz...
O Teu olhar me conduzia,
servia de alento para minha vida.
Do Teu querer tornei-me cativa,
E sem palavras,
fomos traçando nossos destinos...
juntos... ou mesmo longe...
em silêncio... ou com o som da presença...
eternamente...
calada, mas cheia de sentimentos...




UMA FÊMEA – UMA SERVA



Eu me preparei para Ti
eu me tornei mulher 
para ser fêmea
eu me tornei fêmea 
para ser serva
E em forma de serva,
torno-me Tua escrava
Totalmente submissa
ao Teu markante prazer
sou Teu cântaro 
sou Tua cama
sou Teu descanso
sou Tua fêmea!
Tu me fascinas,
me excitas e me enches de desejos para Te servir
Eu sou Tua serva, meu Amo!