Mostrando postagens com marcador FISTING. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador FISTING. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 10 de julho de 2018

TUA INVASÃO

Sim... fechei os olhos e pude sentir... senti tua aproximação em passos suaves, firmes, quase imperceptíveis, mas sabia que estavas ali... senti de repente tua mão, aquela mão que me castiga em dores de prazer, aquela mão que me liberta de meus  desejos enrustidos. Pude sentir tua pele incendiando a minha pele; o teu carinho na buceta era relaxante um dedo, dois, três, quatro dedos... a respiração ofega - minha e tua; escancaro-me ainda mais para a ti receber; o corpo tenta resistir, mas o desejo quer ir mais além... e por fim tu te acomodas dentro do meu corpo que em chamas pulsa em teu pulso e assim vou contraindo e relaxando, prendendo tua mão que bulina tudo dentro em mim; faço contrações fortes, como que te amarrando por estar te querendo mais dentro; quero teu louco vai e vem me alargando, me dilacerando, me aquecendo, me transtornando e me deixando fora de mim mesma. Como aqueles inesquecíveis momentos "PICantes" -, onde já não sabia se era eu mesma ali ou a personalização da serva que Tu mesmo construístes. Fecho os olhos, gemo, choro, rio, belisco-me, cravo unhas pelo corpo... uma mesclagem de alívio, tesão. Que puta tesão! Tudo em mim vai se abrindo e te sinto sair sem sair; as formas de desejos mudam. Sai a mão, com dedos bulinadores e entra teu cacete quente, pulsante... Tudo era uma festa entre os corpos. Ali só existia um senhor e uma escrava - uma serva que não se pertence. Um senhor que também não se pertence, porque o momento era o senhor da hora. Mas sem que nenhum esquecesse qual sua posição: um que manda e a outra que apenas obedece... Isso é BDSM! E é esse mundo que tu me destes com passagem só de ida, porque não quero voltar. Contigo, Dom Marka, vou em todas as esferas e camadas dos prazeres. Tu provocas meu lado de vadia, de puta, de serva, de fêmea, de mulher... Já imaginou quando estivermos naquele estágio em que poderei estar mais 'leve"? Tremo e voo só em pensar. E ao mesmo tempo desejo pensar... Minhas reverências!

quinta-feira, 5 de julho de 2018

ESTEJA SEMPRE PRONTA!



É de costume no âmbito BDSM as relações/encontros serem desenvolvidos de forma mais esparsas. No entanto algumas situações são registradas onde os pares - dominador e submissa (o mais comum) mantém um relacionamento 24/7. São raros. Mas existem!
Há um lado positivo e um lado negativo em tudo isso. 
Ah, se fosse em meu caso, claro que iria adorar viver 24/7 aos pés do adorado Mestre! Será que sim; será que não?!
Por conta desse gargalho, não é todo dia, por exemplo que faço depilações. Isso é muito chato, fere a região pubiana, fica cheio de corocinhos, irritado mesmo. E como meus pelos são poucos - ralos eu vou deixando...
O pior é quando de repente o Mestre me aparece e eu estou justamente naquele pecado da PREGUIÇA... Sem fazer  'a barba'. Juro que a partir de hoje vários componentes farão parte da mala, como os géis, os barbeadores e as camisinhas - que mensalmente renovo, tendo sempre o cuidado de observar as datas de validade. Usando ou não. Segurança, apesar de que não poderia por exemplo ter uma gravidez. Liguei tudo ou desliguei tudo (risos), para ficar à vontade em minhas práticas de prazer... Isso traz um conforto!

Como a mala estava ficando perigosamente acessível, resolvi dividi em duas partes os conteúdos, deixando dentro dela apenas coisas amenas, como cordas, prendedores, essas frescurinhas. Já os perigosos 'introdutores' e os géis, camisinhas recém-compradas deixei numa outra bolsa.
Agora imagina a total imprevisibilidade de o Mestre aparecer de repente e apenas dizer: 

- Estou aqui!

Desesperooooooo. Não sabia se ria, chorava, fazia uma siririca...
Mas  o calibre de serva, que sempre tentou se disponibilizar, fala sempre mais alto e  a resposta não poderia ser diferente:

- Onde meu SR está? Pois vou agora ao seu encontro! Chego em 20 minutos!     
E fui! Pois a pontualidade com meu mestre é um dos itens necessários e essenciais do nosso "contrato". Isso chama-se respeito!

Tinha uma reunião em pouquíssimos minutos, que não  pude participar, claro. Garanto que não foi um ato irresponsável. Justifiquei que tinha um compromisso urgentíssimo, deixei todos, lá, com a reunião e me mandei, do jeito que estava. Sem meu perfume francês aqui perto. Mas ainda deu tempo de fazer uma ducha íntima e só.
Corri pro carrinho de estimação (que já recebi várias propostas para venda e troca - mas me apeguei), acho que vou doar pra minha irmãzinha, pelo menos os pneus estão zerados, só uma semana de uso, estavam calibrados, alinhados e balanceados. Só faltavam encher o tanque, que seria a tardinha. Nunca ando em reserva, sempre estou com o tanque cheio. Mas vou ter que  me desfazer do meu 'hebe' brasileiro. Vai ser necessário renovar.

Que Mestre! Que frisson ELE causa nesta serva! E quando ele fala, não adianta justificar, questionar, o melhor é calar, mesmo. Pois em geral, quase sempre ele tem razão!
E eu adoro isso! Suas ações, atitudes, atos.
E é imbatível em tamanho; equivalente apenas a uma pessoa; as demais ficam aquém, mas sem desmerecimento.
Adoro o "sufoco" que o Mestre provoca, me deixa literalmente sem 'ar".
Enfim... Não pararia de falar nunca. São muitos sentimentos, muitas letras, muitos desejos!
Agora me preparando para novos momentos, estou na maior das expectativas para que haja essas mudanças com mais brevidade possível. Já penso em silicone, também. Aiai tantos planos, porque espero estar bem pra mim mesma e também para quem comigo compartilha meus momentos. Quero estar pronta!

domingo, 11 de fevereiro de 2018

O PESO E O PRAZER





O maior peso de uma submissa é o peso da responsabilidade de satisfazer o prazer de seu Dono. Claro que todos podem falhar. Mas essa obrigação que ela arca no momento em que assume o compromisso em servi-lo integralmente, geralmente acordado em contrato de servidão, como o que eu fiz com o meu adorado mestre Dom Marka, faz com que ela deva se esmerar em atingir o objetivo principal do momento e das expectativas. 
O mais interessante é que cada vez mais o aprendizado vai se fortalecendo, aumentando. Será que há uma graduação? Pode até não haver, mas eu comecei de um "nada". Não era ninguém na vida do mestre, era apenas um ser; e aos poucos Ele mesmo foi me transformando nessa serva que hoje me apresento. E ainda, tentando, sempre, alcançar  o objetivo principal da minha existência de serva: a satisfação total de Seus prazeres bdsm. Que peso???  Que nada... Que prazer!!!!

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

COISAS QUE FICAM!


Nesse vai e vem que fica
Ficam tantas coisas:
tantas insinuações
tantos desejos
tantos prazeres
tantos  gozos...



segunda-feira, 3 de julho de 2017

DEU UMA LOUCA VONTADE DE FUDER





 Hoje deu uma vontade louca em ser fudida por Ti
Sentir Teu colossal cacete a me invadir
A buceta babou, clamando por Tua marka
Me contorci em esfregaços de desejos 
não sabia se começava a chorar ou a sorrir
porque era tão grande a vontade em ser fudida por Ti!

sábado, 29 de abril de 2017

ELA PENSOU...

 

   



Sempre esperando as ordens 
para prosseguir ou não...  
Ela pensou que estava indo a um encontro trivial, 
quando de repente 
se viu acercada pelo prazer de servir.
O gozo foi esplêndido!
Todos saíram satisfeitos 
e o encontro foi markado com muitas sensações...

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

QUE TAL?!






Será que estou ficando masoquista?
Cada imagem me inspira ideias que acho que vão te agradar...
Meu Sr acha que estou ficando mais ousada?
Eu quero tua ousadia em mim...
me leve junto Contigo...
eu vou...
me ensina e eu te sigo!

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

DIVERSÃO



 Essa mãozinha é mui amiga. Quem não tem e quer ir praticando um auto-fist é muito legal, pois segue a anatomia da mão de uma pessoa.


quarta-feira, 3 de agosto de 2016

A SURPRESA DA FODA






E assim,
naquele dia em que o sol esquenta até a alma 
o encontro dos corpos foi a marka do momento. Num tempo sem tempo, sem hora, sem medidas
a surpresa maior foi aquela foda surpresa
por trás,
tipo sem querer-querendo
onde a dor se transformara num alucinógeno prazer gozado....




sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

O MOVIMENTO DO TOQUE





É NESSE VAI-VEM QUE EXPLODO DE PRAZER
É NESSE TOQUE SENTIDO QUE MOVIMENTO AS TARAS
EXPULSANDO AS LARVAS QUE  SE 
DERRETEM EM TUAS MÃOS...

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

FISTING



Fist fuck ou fisting ou fist fucking é uma prática sexual que envolve a inserção da mão ou antebraço na vagina (brachio vaginal) ou no ânus (brachio procticus).
Os praticantes desta atividade indicam que parte do gozo na sua realização está em aprender a apreciar as sensações que são proporcionadas pela distensão do ânus, da vagina ou de ambos.
Alguns apreciadores desta prática o fazem, inclusive, com a dupla-penetração nos orifícios anal e vaginal.
Tal prática é adotada quer entre pessoas heterossexuais como pessoas homossexuais e pessoas bissexuais. OU seja, qualquer ser humano, que tenha buceta ou cu, casado ou solteiro pode fazer um fisting. 
É do conhecimento de todos o que é um "finger-fucking" (foda de dedo). Independente de ser no ânus ou na vagina é muito gostoso ter alguém te mexendo por dentro (dedos dentro do ânus de um homem, se bem direcionados, farão cócegas na sua próstata, o que o fará se sentir bem!). 
As mulheres geralmente não têm constrangimento com a ideia de serem fodidas por mais de um dedo. Mas nem todas as pessoas pensam na ideia de terem uma mão inteira dentro do seu ânus, ou da sua vagina. OU seja, fazer um "fisting". Sim, isso é perfeita e  anatomicamente possível. E diga-se, para muitas pessoas é espetacularmente e sim, é prazerosa essa prática, basta ler quem já fez ou ver vídeos de quem está fazendo. 
Poxa, é apenas uma foda com mão! Whats the matter, babe?
Apesar de que não é apenas uma brincadeirinha! Como se você fizesse e  estivesse tudo como antes.  Deve ser feito devagar, aproveitando cada empurrãozinho, sentindo o “sabor” da foda. E não tem essa frescura de dizer que está fazendo amor com as mãos, não. É foda mesmo!
Mas como tudo na vida todo cuidado é essencial. Higiene, unhas curtas e lixadinhas,  lavagem intestinal (faça um enema antecipadamente, ou uma boa limpeza intestinal com bisacodil, tipo um laxante e depois tome ducha). Nada mais desagradável que  começar a sair merda literalmente, quando deveria sair apenas: ohhhhh!  Uiiiii, aiiiiii, vaiiiii... essas frescuras aí! Se tiver luva é ótimo também.
Hummm... Um creme lubrificante é quase que INDISPENSÁVEL. Pois no primeiro momento facilita a entrada do pés, do toy, da mão... Eu já vi num filme, fisting com um pé!
Muitas meninas bi adoram conhecer seus interiores...
Veja como elas aproveitam o momento...  
Mas cá entre nós... uma coisa grane invadindo o nosso....a nossa... deve ser muito bom mesmo!



FISTING - OUSADIA E PRAZER?!





Fist fuck ou fisting ou fist fucking é uma prática sexual que envolve a inserção da mão ou antebraço na vagina (brachio vaginal) ou no ânus (brachio procticus).
Os praticantes desta atividade indicam que parte do gozo na sua realização está em aprender a apreciar as sensações que são proporcionadas pela distensão do ânus, da vagina ou de ambos.
Alguns apreciadores desta prática o fazem, inclusive, com a dupla-penetração nos orifícios anal e vaginal.
Tal prática é adotada quer entre pessoas heterossexuais como pessoas homossexuais e pessoas bissexuais. OU seja, qualquer ser humano, que tenha buceta ou cu, casado ou solteiro pode fazer um fisting. 
É do conhecimento de todos o que é um "finger-fucking" (foda de dedo). Independente de ser no ânus ou na vagina é muito gostoso ter alguém te mexendo por dentro (dedos dentro do ânus de um homem, se bem direcionados, farão cócegas na sua próstata, o que o fará se sentir bem!). 
As mulheres geralmente não têm constrangimento com a ideia de serem fodidas por mais de um dedo. Mas nem todas as pessoas pensam na ideia de terem uma mão inteira dentro do seu ânus, ou da sua vagina. OU seja, fazer um "fisting". Sim, isso é perfeita e  anatomicamente possível. E diga-se, para muitas pessoas é espetacularmente e sim, é prazerosa essa prática, basta ler quem já fez ou ver vídeos de quem está fazendo. 
Poxa, é apenas uma foda com mão! Whats the matter, babe?
Apesar de que não é apenas uma brincadeirinha! Como se você fizesse e  estivesse tudo como antes.  Deve ser feito devagar, aproveitando cada empurrãozinho, sentindo o “sabor” da foda. E não tem essa frescura de dizer que está fazendo amor com as mãos, não. É foda mesmo!
Mas como tudo na vida todo cuidado é essencial. Higiene, unhas curtas e lixadinhas,  lavagem intestinal (faça um enema antecipadamente, ou uma boa limpeza intestinal com bisacodil, tipo um laxante e depois tome ducha). Nada mais desagradável que  começar a sair merda literalmente, quando deveria sair apenas: ohhhhh!  Uiiiii, aiiiiii, vaiiiii... essas frescuras aí! Se tiver luva é ótimo também.
Hummm... Um creme lubrificante é quase que INDISPENSÁVEL. Pois no primeiro momento facilita a entrada do pés, do toy, da mão... Eu já vi num filme, fisting com um pé!
Muitas meninas bi adoram conhecer seus interiores...
Veja como elas aproveitam o momento...  
Mas cá entre nós... uma coisa grane invadindo o nosso....a nossa... deve ser muito bom mesmo!








sábado, 5 de abril de 2014

A FACE DO PRAZER BDSM











POR TI
VOU
VENHO
FICO
POIS ESTA É A FACE DO PRAZER
O TEU PRAZER
O MEU PRAZER
TUDO PELO BDSM