Mostrando postagens com marcador FODA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador FODA. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 21 de novembro de 2017

EU TENHO...



porque Eu tenho:
um compromisso com o prazer
uma aliança de servidão contigo
um pacto em Te servir

terça-feira, 24 de outubro de 2017

ENCAVERNANDO CACETE!






Que macho não apreciaria 
ter uma boca quente a encavernar seu cacete?
Se houver algum que não goste 
é porque ainda não conhecera 
o prazer de uma boca ardente 
Sugando todos os seus desejos e anseios.
Cacete firmemente  seguro na boca, 
sendo  ordenhado com a língua,
com os lábios... 
Até à completa exaustão do mesmo 
que é a explosão do prazer...
Por isso
não se  reprima ao prazer do gozo!


quarta-feira, 30 de agosto de 2017

domingo, 27 de agosto de 2017

sábado, 15 de julho de 2017

SABORES DE SERVIDÃO







Foi naquele momento 
em que você percebeu que não estavam a sós. 
Tinha mais outra pessoa 
a compartilhar desse prazer bacanal.

sexta-feira, 9 de junho de 2017

AS TIRAS DA MINHA VIDA






Na correria da vida, eu queria ter mudado de roupa, me enchido de perfumes, posto aquela sandália, cheia de tiras, como se fosse a primeira vez; guardada, velhinha, mas ainda “viva”, trazendo boas e inesquecíveis lembranças de um dia que ficou eternamente markado, não apenas na história, na memória, mas  na construção da vida desta Tua serva.
Minha essência submissa poderia conflitar com a fêmea baunilha que em mim existe; no entanto, por opção, escolho ser apenas uma serva e nada mais. E isso independe de tempo, de práticas ou de qualquer outra coisa. É o que quero, de fato. Quero poder me dedicar com mais zelo aos desejos insanos-profanos deliciosos do meu Mestre (e meus).



sábado, 8 de abril de 2017

SENSAÇÕES...


 







Oh, se eu ao menos 
pudesse ter uma vida de sensações
 em vez de uma vida de pensamentos.
John Keats

terça-feira, 4 de abril de 2017

QUE PRAZER











 
Anna

http://www.contosbdsm.com/

Que Prazer....

Que prazer te ver a mercê dos meus desejos...
Livre de qualquer moralismo,
Usando minha coleira.
Na escuridão da venda,
Entregue a sua Dona.
Sente minha mão provocando-lhe a dor.
A mesma mão que lhe acaricia.
Sente o toque frio das correntes,
E a dor lancinante do chicote.
Observo o desenho que faz o chicote
Na tua pele.
Chicote e pele.....
Perfeita combinação......

Que prazer te ver a mercê dos meus desejos...
Mãos amarradas,
Corpo marcado.
Teu olhar curioso
Na expectativa do que vem a seguir.
A mordaça que te cala,
Tuas tentativas de resistência.
Resistência?
Ou a busca de humilhação maior?
De prazer?
E o brilho no meu olhar...

Que prazer te ver a mercê dos meus desejos...
Quando ouço teus gemidos de
Dor e prazer.
Quando tenho você em minhas mãos
Te usando
Abusando
Acariciando
Que sensação de poder...

Que prazer te ver a mercê dos meus desejos...
De sentir tua confiança
Quando se entrega a mim.
De ouvir a voz do teu corpo
De sentir o meu desejo
De misturar prazeres.
De poder dominar.
Dominar a dor
Dominar o tesão
Dominar o prazer
Dominar você.
E me fazer viver.......

Que prazer ter você a mercê dos meus desejos...