Mostrando postagens com marcador GOZO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador GOZO. Mostrar todas as postagens

sábado, 4 de novembro de 2017

COMEMORAÇÃO DOS SENTIMENTOS

 
(Maria Helena Chein)

Olho-te com meus olhos
e te encontro
nos meus cantos e muros,
enquanto me dispo
para beber teu beijo.

E te recebo, voraz,
testemunhando tua geografia
de picos e sulcos,
por onde me deito, pomares,
e alcanço todos os horizontes;
nos frutos que me dás,
entre uvas e amoras,
escorre em minha boca
tua doçura de flauta.

Tomas posse dos meus respiros,
do meu ventre de lua em suores;
tomas posse do meu corpo
e em tua concavidade
eu me solto e me vou
No retorno te contemplo
e te bebo mais ainda,
entre silêncios e vinhedos,
onde o único som
é o do nosso fruir.

Te descubro e me acendes
e nossa igualdade é a descoberta
de tumultos e vontades.
Eu, em teus alicerces,
tu, em minha luz,
nos resguardando
das amarras ou divisões
para não nos perdermos
em atavios ou cinzas.

E se te bebo mais ainda,
me beijas e me esparges
com teu vinho...





segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

ATÉ GOZAR EM MIM...




a melhor parte do encontro 
é esse gozo desvairado
onde há uma troca de prazeres
onde há um recebimento de tesões...

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

EU PERTENÇO A TI

eu, serva

Eu bem sei que pertenço a ti
Não pelas ordens que estás sempre a me dar, 
mas por essa  saudade maldita que insiste em me maltratar cada vez que de TI lembro, seja  em meus sonhos, seja em meu olhar, pois meu coração busca-te sempre.








quarta-feira, 11 de novembro de 2015

RECOMEÇAR OUTRA VEZ




É 

preciso 

encerrar 

algumas 

coisas 

em
nossas

vidas,

para 

que

possamos, 

livres,

leves,
e soltas

começar

outras 

coisas

novas

sábado, 10 de outubro de 2015

CONTO BDSM - AO TEU ENCONTRO



CONTO

Sexta feira, manhã. O telefone toca. Ele orienta o que devo fazer. Ponto final. Expectativas. Preparo. Correria. Dia de reunião com o conselho administrativo da empresa. Dia de pagamento. Nossa! Quanta correria. Banco. Escritório. Local da reunião. Preparação de documentos. Assinaturas. Família... ufa!...

- Chefe, tenho um compromisso às 2 da tarde, 1 hora tenho que sair, o Sr pode fazer o pagamento do pessoal? - fui perguntando e entregando folha de pagamento, recibos e o dinheiro que tinha preparado no dia anterior. Nem esperei dar resposta à pergunta dele: - pra onde tu vai? Respondi dando tchau com a mão. E me mandei pra casa para pegar minhas coisas que tinha deixado no ponto.

Sigo o trilho que me levaria à porta mágica dos sonhos bdsm.

Ligo para o aeroporto e verifico os horários de voos. Só me restava apenas um voo para estar lá, dentro do horário já pré estabelecido por Ele, pois os demais eram pela manhã. Mas no guichê me falaram que teria um as 13.45h, chegaria ao meu destino às 18.15hs. Quase me desespero. Com certeza iria me atrasar um pouco. Pois é. Isso aconteceu. Chorei. Chorei e chorei muito, pois sabia que estaria decepcionando Ele por chegar atrasada. Mas era uma coisa totalmente fora do meu controle. Eu nada podia fazer. Apenas lamentar.

Tentei relaxar, mas não dava. Pensava com meus botões: E quando eu chegar lá, Ele vai estar irado demais? Fiquei com vontade de voltar pensando nessa possibilidade. Mas não. Eu iria até o local e lá decidiria. Iria até onde Ele determinou.

E assim fiz. Cheguei naquele aeroporto, o local estava calmo. Apressei os passos para a saída e fiquei com o coração nas mãos uma taquicardia que parecia que ia morrer ali mesmo.

Retoquei o batom, renovei o perfume, suspirei fundo e achei que estava pronta.

Eu saberia quem era ELE.

Na mala, preparei um enxoval completo de besteiras (hoje dá vontade de ri até). Haja cremes, óleos, meias, sandálias, calcinhas, tiras, fitas, perfume francês!

Vai lá que a maioria das coisas nem sejam usadas!...

Deu uma vontade louca de ligar-Lhe, mas eu não tinha ordem para tal.

A crise de sudorese não me deixava, como eu suava, Como nunca tinha visto em minha vida. Credo! Eu que quase nem transpiro.

Esperei.

Seria 4 dias totalmente à mercê do sadismo e caprichos dele... O que me esperaria?

Senti seus passos firmes em minha direção. Felinos. Eu louca de vontade de olhar para Ele. Mas jamais ousaria, claro. Isso com certeza eu aprendi e nunca O desobedeceria. Ele tem todo meu respeito e admiração. Cada vez mais crescente.

- Cadela! Está atrasada!

- Perdão, meu Sr. Foi sem intenção.

- Vamos! Entre no táxi!


Sinto Suas mãos passeando por minhas coxas (dele), que agora pertence a ELE mesmo, por uma entrega minha e conquista Sua. Espero por esse momento. Eu parecia uma escrava de senzala à espera do Seu Senhorzinho. E era exatamente assim que O via. E era assim também que eu me via.

Fechei os olhos para melhor sentir cada ação Dele, cada dedo... Sensações extasiantes...

Prenúncio daquilo que me esperava... ou não..

Vai lá que ao chegar naquele quarto de hotel tenha um chicote??!!!

Ou um cinto bem largo?!!!


sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

DESSA FORMA


 



  E quando tu me tocas dessa tua forma,
trazendo essa tua marka peculiar,
inundando minha vida, 
inundando minha face de ti,
me alimentando com tua presença
eu me sinto viva, real e markada.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

ESPERA DESEJADA



na posição da serva que espera
a posse do dono desejado
uma espera de corpo e coração
que refletem o amor e a dedicação
de uma submissa que ama submissão
e, de corpo e alma aguarda 
aquela tão esperada sessão...

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

TUA OUSADIA








ousado e perigosamente
tu vais chegando 
e quando toma posse do prazer 
que a ti mesmo pertence
invade com destemor
os limites da tua marka
demarkada com o cunho do prazer 
já vivido, sonhado e esperado...




domingo, 25 de janeiro de 2015

O PRAZER DO CASTIGO

 
 








Quando te encontro
o melhor castigo
é o prazer que teu toque causa em mim.
sentir-te de todas as formas
sempre será a melhor forma


quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

O GOZO

 




 
Ofertas-me o gozo?
 Ilka Bosse

  Se gozares o gozo dos deuses ou Orfeu
      Serei tua Deusa ou Eurídice, no encaixe teu
      Nenhuma ânsia seria louca, ou pouca
      Assim, dos poros o prazer saltaria
      A essência do Amor, em corpos escorreria
      Plenos!

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

POR TI!






Peço-Te, não perturbas o teu ensino com minha inquietação. Faças desse nosso momento, muito mais que um ritual BDSM. Aumenta o meu desejo de ser subjugada, humilhada, maltratada e cuidada por Ti. Aumenta o meu desejo de a Ti pertencer por inteiro, com cordas, com toques, com mãos, com invasões sem pudores, sem barreiras, sem safewords. Desfrutando em silêncio o desejo de Te servir. Exacerbando com gemidos e ais. Deixe as chicotadas sucederem-se em minhas ancas. Deixe meus olhos banhar pelas lágrimas. Sentir em minha pele a Tua marka. Gemer de dor, pelo prazer que isso provoca em. Ti Não há barreiras, nem muros para meus limites. Tudo se prolonga no tempo. Sem tempo, sem hora markada. Sendo acariciadas por Tuas mãos. Como avaliando a dimensão do Teu poderio e domínio. Gemo baixinho enquanto Tu invades meu sexo com Teus dedos atrevidos, possessivos... Tu me dilatas, me abres para Ti. Sinto dor, entreabro os lábios e pernas, e quase suplicante, Te entrego minha intimidade. Empurras-me para o Teu prazer, amarrada de tesão. E quando estou quase a ponto de sucumbir de prazer, Tuas mãos recolocam-me na minha posição fêmea servil. Ofereces Teu sexo para que Te sacies em minha boca, Eu de lábios entreabertos e língua ávida sugo-Te provocando uma excitação em meus desejos secretos - guardados para Ti. Ainda me dá como prêmio maior a delícia de degustar Teu néctar, Teu sabor único, desde a Primeira vez...
Enquanto te escuto a mim chamar: Putinha!  
Adorei relembrar tua palavra inesquecível:... 
Putinha!