Mostrando postagens com marcador PRAZER. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador PRAZER. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

LÁ ESTAREI


onde existir

a paixão

o desejo

a sedução

o tesão

o servir

lá estarei...


nem que seja no fim do mundo
porque ali existirá a melodia do querer
ali existirá Tua presença...

 

sábado, 4 de novembro de 2017

COMEMORAÇÃO DOS SENTIMENTOS

 
(Maria Helena Chein)

Olho-te com meus olhos
e te encontro
nos meus cantos e muros,
enquanto me dispo
para beber teu beijo.

E te recebo, voraz,
testemunhando tua geografia
de picos e sulcos,
por onde me deito, pomares,
e alcanço todos os horizontes;
nos frutos que me dás,
entre uvas e amoras,
escorre em minha boca
tua doçura de flauta.

Tomas posse dos meus respiros,
do meu ventre de lua em suores;
tomas posse do meu corpo
e em tua concavidade
eu me solto e me vou
No retorno te contemplo
e te bebo mais ainda,
entre silêncios e vinhedos,
onde o único som
é o do nosso fruir.

Te descubro e me acendes
e nossa igualdade é a descoberta
de tumultos e vontades.
Eu, em teus alicerces,
tu, em minha luz,
nos resguardando
das amarras ou divisões
para não nos perdermos
em atavios ou cinzas.

E se te bebo mais ainda,
me beijas e me esparges
com teu vinho...





sábado, 30 de setembro de 2017

MEU SENHOR DO MAR E DO AMOR.

Gosto deste texto do Nereu



Nereu Airto

AH,quando meu SENHOR,
chega como o mar revolto,
sei que de nada adiantará
eu pedir clemência,
devo-lhe total obediência, subserviência.
DO mesmo jeito que o mar
quebra nos rochedos com violência,
ele quebra em mim
com a mesma força e impetuosidade.
Com seu olhar fulminante ,
ele me deixa molhada com
aquele medo excitante.

ELE é tão sedutor,
meu SENHOR do mar e do amor.
ELE trás na mão um chicote e uma rosa.
ELE me beija e num repente
me joga no chão,
estapeia minha cara
e me dá a opção:

 - ESCOLHA serva, qual presente quer ganhar,
decida entre o chicote e a rosa
com o que você ficar?
EU beijo aqueles pés,
sou tão crua e fiel,
e faço minha escolha.
- O chicote meu Amo,
por ele em meu corpo, eu clamo!
ELE me beija com doçura e fala:
- BOA escolha cachorra!
ELE me põe de quatro
e açoita minhas ancas,
que queima e ardem,ele ordena:
- NÃO chore minha Morena.
EU estou a mercê
sou dele,e tenho que obedecer.

ELE para de me açoitar me leva pra cama
e começa a me acarinhar,
beijos suaves na boca,no pescoço
suas mãos fortes passeiam em meu rosto,
eu gozo,só naqueles toques
tão suaves em contraste
com a minha carne que arde.

QUE louca viagem ele me proporciona
só ele assim me domina e me ama.

ELE pega as rosas e vai despetalando-as,
jogando no meu corpo moreno adornando
e perfumando aquele ato obsceno.
ELE mordisca meu grelo duro excitado,
eu sou tão dele em
devaneios do pecado.
ELE pega o cabo da rosa,
e passeando no meu corpo seus espinhos
me deixam aflita,
seios, pernas, vagina, aquela tortura que alucina
eu tremo e de novo gozo
ELE me bate com os espinhos eu aguento,
esse delicioso tormento
ele abre minhas pernas
observa meu sexo ensopado
meu corpo suado expele um cio entorpecedor
meu corpo arde com as marcas que ele deixou.
ELE brinca com os dedos na minha vulva,
depois penetra em mim com força
Ahh, quando ele vem assim me possuir
como mar revolto,
eu sei que será inesquecível ,
ele um mar em fúria de
desejo e luxúrias, meu SENHOR
logo goza na sua dama impura,
assim como o mar calmo e sereno
agora descansaremos,
ele agora tão tranquilo parece um menino,
eu posso beijá-lo, acariciá-lo(?)
mas ai de mim se contrariá-lo
se na virada da maré eu não ser de
novo sua mulher.

 

sexta-feira, 29 de setembro de 2017

NUANCES DE UM ENCONTRO - CONTO BDSM -










Todo homem e mulher aspiram e desejam um momentos de entrega, de paixão...
Tudo começou com um contato inesperado. Sonhado, tocado... O tempo foi o inimigo. O medo foi o atraso. As distâncias foram superadas. A ansiedade controlada. Um misto de medo e tesão. A espera. Os preparos. A chegada. O desejo. A entrega.
15 dias de expectativa que desencadeou num desejo insano de comer chocolate. Pulando uns quilos pra mais. Merda! Mas tá decidido. Iríamos ao finalmente, sim, Sr. Todo o preparo de coisinhas de mulher foi em vão. Nada foi utilizado. Adeus camisolas de seda. Adeus mini saias. Adeus calcinhas fio dental de rendinhas. Adeus corselet. Adeus calça liga. Adeus meia arrastão. Adeus salto alto. Uma mala de inutilidades... E muito frio.
De cara já senti o tamanho do seu desejo. Seus dedos atrevidamente tentavam me invadir... naquele taxi. Chegamos ao nosso ‘habitat’ e eu totalmente pronta, jorrando... uma gruta que se tornou uma fonte jorrante...
- De quatro!
- Sim, Sr – assim meio relutante, mas obediente.
Aquele belo cacete já procurava se acomodar entre meu calor de fêmea. Como foi delicioso senti-lo dentro em mim, me aquecendo de uma forma tão dele, tão gostosa. O seu vai vem me fazia vibrar e quase chorar. Dor e tesão num mesmo momento. Às favas com a dor.
- mais... mais... – pedia eu. Ahhhhh!!!!! Um lado masoca?!! Que que é isso? Insanamente a boca pedia o que o corpo desejava: sentir o contato do Dono. Sentir o Domínio do Mestre. Sentir que quem manda é Ele. E ele fazia mais... até senti-lo derramar dentro em mim... delícia!... Que gostoso! Mas eu queria ainda mais... queria sentir seu sabor em minha boca. queria aquecê-lo com meus lábios..
Sua voz autoritária, seu olhar perscrutador... dava vontade de fechar os olhos e esquecer o mundo e me jogar aos seus pés e lá ficar beijando, cheirando, servindo... como escrava dele que sou, que lhe pertence. Senti o calor de Tuas mãos em minhas ancas; o cheirinho de couro do Teu cinto e depois o seu sabor quente passeando pelas pernas e bundas... o frog com suas pontas deslizavam em minha gruta, fazendo delirar não de dor, mas de desejo. O Teu carinho. És um homem encantador.
Totalmente encharcada para depois Te sentir me re-invadir sem dificuldade... pois estava naturalmente lubrificada, jorrante... durante todos aqueles dias em que pude estar à Tua disposição para Te servir. Pois nada sou além de Tua serva. Viverei para teu prazer.
Queria mais... ir mais além. Aprender mais. Fazer mais... Ah! mais o tempo. Maldito o tempo que nos impedira de ir mais. De conhecer mais, de entregar mais... Preciso ser explorada. Preciso ser ensinada, corrigida... Preciso do meu Sr...
Ficará sempre a porta aberta para outra oportunidade. E dessa vez o tempo não fará escapar o desejo guardado pronto para ser entregue, usada por Ti, Sr.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

ESSA É A MINHA ESCRAVIDÃO A TI!




   

A minha escravidão a TI não é nenhuma brincadeira de mulher, não é uma fantasia irrealista, é minha condição de vida, por mim mesma escolhida para TEU prazer dominador. É assim que quero TE servir. É assim que quero viver. Não TO peço retribuição, apenas que aceites essa minha entrega  inconsequente e responsável – sem pensar em qualquer consequência. 

 

Minha escravidão a TI é a expressão máxima da minha dedicação, da minha oferta de corpo, de vida e de alma. Se TU assim  me quiseres e desejares: estou aqui, para ser ensinada para TEU prazer e para TE servir de meu corpo, de minhas horas, de meus sentimentos, de minhas dores, de minhas alegrias quando em TUA presença – quer TU presente de corpo ou ausente de corpo. Porque TUA presença se reflete pela TUA marka já grifada em meu coração, em minha construção de serva, desde o “nada” que me pegastes, ainda informe e a cada dia me transformas nessa escrava submissa ao TEU absoluto querer.

 

A minha escravidão a TI, vem dos depósitos por TI feitos: através da confiança, dos TEUS ensinos,  das TUAS horas disponibilizadas a mim, pela confiança em mim depositada, não por meu merecimento, mas porque fui e estou sendo construída com TUA marka.
 

A minha escravidão a TI é irreversível, porque minha entrega é total e eterna. Haja o que houver nada mudará o fato de a TI pertencer. Nem mesmo TU. Porque essa decisão pertence ao meu espírito, à minha alma, ao meu coração e ao meu corpo. TUA rejeição, se houver, não será o fim, mas  servirá de incentivo para melhor me aperfeiçoar e purificada de meus “eus”, ir me enchendo  e sendo preenchida pelos TEUS “tus”. 

 

A minha escravidão a TI sou eu mesma. Um nada. Uma vadia. Uma serva. Uma escrava. Uma mulher e fêmea totalmente submissa ao TEU querer. Eu sou TUA submissa sem limite de tempo, distância, espaço ou querer. Percebes TUAS markas em minha escravidão a TI?

 É assim essa MINHA ESCRAVIDÃO A TI!

tua serva
ylena
 



quinta-feira, 31 de agosto de 2017

TANTAS FANTASIAS


 Desenvolva e realize a sua!

Aqui,
 a serva é tanque de receber prazer...
e de dar prazer... 
Enfim...
o importante é que 
todos saem ganhando,
 satisfeitos e felizes...

terça-feira, 18 de julho de 2017

VERTENTES DO BDSM


Não venham me dizer que vocês também não sentiram curiosidade em  assistir ao filme 50 Tons de Cinza, diga-se um sucesso mundial de cunho BDSM? Senão, pelo menos ler o livro ou as sinopses? 
Então por ali dá de ter uma ideia como é fascinante o mundo BDSM. Não é uma prática de pessoais consideradas 'anormais'. Esse fetiche não precisa necessariamente ser uma relação marcada pela violência.  Inclusive qualquer tipo de violência é repudiada pelos adeptos, pela comunidade bdsmista mundo afora. Também não é um sexo alternativo", picante. É um conjunto de comportamentos que reduzidamente chamamos de sadomasoquismo ou SM.
Viver BDSM é viver o prazer! Podem crer! E com muita segurança, ÓBVIO. Até porque tudo tem que ser absolutamente consensual, por isso, em geral, firmam-se até Contrato de Relação BDSM. Já publiquei um aqui neste blog, em 16/06/2017. Tudo tem que ser SSC (São, Seguro, ConSensual), com respeito; por que mesmo que na visão de alguns seja "um jogo", envolvem vidas, sentimentos, pessoas; e cada pessoa tem sua história, tem sua construção. E nenhuma parceiro tem o direito de colocar em risco a construção de vida de seu par.
Assim, também, mesmo que haja por parte de um dos envolvidos a total entrega, a total permissão para certas  cenas ou práticas, o bom senso e a lucidez ainda devem prevalecer.
Há inúmeros atos que não concordo e não estaria disposta a praticar. Por isso o 'contrato e a palavra de segurança (safe word), que é necessária quando numa 'sessão' houver algum problema, alguma discordância ou ainda a não completude da cena. Às vezes a submissa não está pronta para ir até o final, ou o Dominador não se sente seguro para continuar. Quaisquer que sejam os motivos tudo pode ser interrompido quando representar qualquer tipo de risco para as vidas. É necessário ter uma base sólida, boa.
Além de que ninguém sai praticando BDSM por ai à toa. Tem que ter confiança e conhecimento das partes envolvidas.  A saúde tem que está perfeita (de preferência), as condições mentais, emocionais, entre outros. Ou seja, é algo extremamente seguro, pois várias tangentes são observadas para poder prosseguir. E um dominador sério, leva também a coisa muito à serio. Não é apenas fetiche, é um praticante em seu estilo, em suas ações.
Cada um se 'especializa' naquilo que lhe agrada; há fetichista em chicote, outros em bondage, em velas, em podolatria, etc. 



É extremamente relevante que os pares sejam pessoas adultas.
Existem literaturas específicas sobre o assunto. Por exemplo, no livro Dicionário de Fetiches  e BDSM, de Agni Shakti, revela que "quem pratica o BDSM deseja obter prazer sexual através de trocas eróticas de poder, envolta em uma séria de desejos, que podem ou não significar submissão, punição física e/ou psicológica e outros meios".
Há incontáveis filmes com esta abordagem, como: Secretary, Instinto selvagem, 9 e meia semanas de amor,  Ata-me, 50 tons de cinzas, A bela da tarde, Juiz SM, O amor é uma grande fantasia, Maitresse, A pele de Vênus, etc. Além de filmes, há uma vasta literatura e músicas com a temática SM.
Mesmo com tanta gente escrevendo sobre o assunto, filmando o assunto, vivendo o assunto, ainda acho interessante as óticas que muitos ainda possuem sobre o BDSM. 
Desafio-os a entrar e se entregar, a conhecer,  indo bem de leve. Encontre seu parceiro. E veja depois  o que acontece. A extrema maioria quer continuar se aprofundando mais ainda. Poucos desistem. Porque é bom. É emoção. É vida!


terça-feira, 11 de julho de 2017

TANTAS PROVOCAÇÕES


Cléia Fialho
(http://www.sensualeerotica.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4823711)

Quero hipnotizar-te
com o magnetismo sensual
que vem do meu interior,
até que você não responda mais
por seus atos...
Devido tantas provocações
serei sua provação,
até onde vai sua resistência?
Deixe que jorre do seu corpo febril
as larvas desse vulcão.
Deixe-me lambuzar-te desse mel
que derrama da minha vertente
e suplica avidamente por você...


(...)


Provoques-me, que eu adoro!
Sempre pronta para receber
Tuas insanas ou lúcidas provocações...