<                           

























Mostrando postagens com marcador SEDÚCEME.. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SEDÚCEME.. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

ESSA É A MINHA ESCRAVIDÃO A TI!




   

A minha escravidão a TI não é nenhuma brincadeira de mulher, não é uma fantasia irrealista, é minha condição de vida, por mim mesma escolhida para TEU prazer dominador. É assim que quero TE servir. É assim que quero viver. Não TO peço retribuição, apenas que aceites essa minha entrega  inconsequente e responsável – sem pensar em qualquer consequência. 

 

Minha escravidão a TI é a expressão máxima da minha dedicação, da minha oferta de corpo, de vida e de alma. Se TU assim  me quiseres e desejares: estou aqui, para ser ensinada para TEU prazer e para TE servir de meu corpo, de minhas horas, de meus sentimentos, de minhas dores, de minhas alegrias quando em TUA presença – quer TU presente de corpo ou ausente de corpo. Porque TUA presença se reflete pela TUA marka já grifada em meu coração, em minha construção de serva, desde o “nada” que me pegastes, ainda informe e a cada dia me transformas nessa escrava submissa ao TEU absoluto querer.

 

A minha escravidão a TI, vem dos depósitos por TI feitos: através da confiança, dos TEUS ensinos,  das TUAS horas disponibilizadas a mim, pela confiança em mim depositada, não por meu merecimento, mas porque fui e estou sendo construída com TUA marka.
 

A minha escravidão a TI é irreversível, porque minha entrega é total e eterna. Haja o que houver nada mudará o fato de a TI pertencer. Nem mesmo TU. Porque essa decisão pertence ao meu espírito, à minha alma, ao meu coração e ao meu corpo. TUA rejeição, se houver, não será o fim, mas  servirá de incentivo para melhor me aperfeiçoar e purificada de meus “eus”, ir me enchendo  e sendo preenchida pelos TEUS “tus”. 

 

A minha escravidão a TI sou eu mesma. Um nada. Uma vadia. Uma serva. Uma escrava. Uma mulher e fêmea totalmente submissa ao TEU querer. Eu sou TUA submissa sem limite de tempo, distância, espaço ou querer. Percebes TUAS markas em minha escravidão a TI?

 É assim essa MINHA ESCRAVIDÃO A TI!

tua serva
ylena
 



sexta-feira, 15 de setembro de 2017

DEIXE-ME

Deixe-me perder no Teu corpo

Deixe-me lamber os Teus pés

Deixe-me acariciar Tuas pernas

Deixe-me tocar Tuas nádegas

Deixe-me beijar o Teu ventre

Deixe-me roçar teu umbigo

Deixe-me sentir teu coração a bater

Deixe-me percorrer as Tuas costas com meu corpo

Deixe-me provar o Teu néctar em meus lábios

Deixe-TE perder-TE em mim!

sábado, 9 de setembro de 2017

CONTORNOS




 


E esse sabor de intenso prazer

de contornos languidosos

úmidos, leitosos... 

com o tempero de tua marka!

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

UM CUMPRIMENTO AO MESTRE!




Te cumprimento nos meus sonhos
nas minhas eternas paixões por Ti
vou buscando o toque que me descompõe
vou encontrando as markas 
que pernosticamente insistem em me grafar...
(Saudades Dom Marka)
Há pessoas que nasceram para fazer outras sonharem. Há aquelas que realizam sonhos. E hoje acordei sonhando Contigo. Tu me fazes sonhar. E nessa quentura, corpo aquecido, desejos aquecidos, mente aquecida.
Olhei para fora da janela da sala e vi o sol entre nuvens, com cara de preguiça em seus 30 graus. Já? Fui contornando na mente o desenho desta Tua face, por mim adorada, trazendo à memória este Teu olhar que me desequilibra toda. Tentei Te interpretar, tentei tocar Teus gestos, absorver Tua voz. E esta voz que está aqui presente, dentro da minha mente, markada na minha memória.
Aproveitei para passear. Passeie bastante aqui dentro. Fiz várias viagens. Vários encontros. Várias malas. Vários sonhos. Quantas saudades de Ti! E isso não era mais sonho! É a minha realidade sonhada e vivida. Tu sabes a dimensão que Tua Marka em mim alcançou?! Não faz ideia, certamente!... Por mais que o Sr tentasse imaginar, Tua imaginação não chegaria a precisar o valor que Tua Marka cunhou nesta simples serva.
Ah... lembranças! Elas voltaram de onde nunca saíram...
A boca preenchida pelo prazer, numa suave dor que alucina os sentidos e explode em gozo.
Vou me achando nessas lembranças Tuas. Vou me perdendo de mim, e sempre, sempre, mas sempre desejando me encontrar em Ti, com Tua direção.
O dia vai passando, eu sinto isso entre os dedos das horas Já são quase 6 horas da tarde... sei que logo mais uma nova madrugada despontará, que outro novo dia chegará... Quente. Frio. Para mim pouco importa. Sou o que sou. Sou o que sinto. Sou Tua serva. É para Ti que me ofereço. É para Ti meus delírios, meus desejos.
Ah, Mestre, e quando a Ti encontrar vou cobrar com juros todos os gozos e tesões encarcerados, reprimidos. Todos os meus “direitos” de serva Tua. Porque na minha certidão de nascimento bdsm consta Tua Marka como meu proprietário. 
Ou quem sabe vou reprimir tudo para que noutros momentos possam explodir em multi gotas de prazer.
Em Ti, Mestre, esta serva se sente protegida. Tu me conduzes por caminhos nunca antes conhecidos: os Teus caminhos!
E por isso quando uma convocação chega, não há lugar perto ou longe, o traçado será sempre o mesmo, o caminho a seguir é o mesmo. Ir em direção ao sonho. E prostrar-me diante de meu destino. Beijar-lhe “aos” pés ou respeitosamente cumprimentar Tua mão, ou quem sabe fazer a mais veemente reverência... Isso é ter seu Mestre acima dos outros mestres bdsm, acima de sua posição de serva, de submissa, e muitas vezes acima de todos os prismas da própria vida...

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

domingo, 6 de agosto de 2017

VOCÊ É REAL


Simone




Nossa história começou de maneira original

Você leu meu coração e me fez cantar

Me leva em teu delírio, no teu sonho impossível

Que eu já ouço teu desejo em milhões de canais



Você sabe quem eu sou quando estou sentimental

Quando beijo tua flor nem me lembro mais

Dos sonhos, dos terríveis, do metal, dos insensíveis

Das batalhas pelas estrelas e nem dos heróis



Ah! onde você for eu vou te procurar

Quando a saudade chega no lençol

O pensamento vai longe demais



Vem, chega pelo vento vem na minha voz

Eu não aguento ver você me olhar

Com esse jeito de quem me quer mais, quer mais



Você sabe quem eu sou e eu já sei quem somos nós

Nossa chama de amor queima nossa voz

Me leva o paraíso, tudo é vasto em teu sorriso

E eu já posso ter certeza: você é real

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

ESPERO-TE AINDA HOJE

   

 
Bela



Deito em meu travesseiro pensando em você
O sono demora a chegar
assim como eu demoro a te esquecer
Talvez o sono não chegue
Talvez eu jamais te esqueça

Entrastes em mim com minha permissão
Chegastes no momento exato
Da forma mais linda de se chegar em alguém
Meu coração te esperava
Viestes numa mansidão avassaladora
Como as gotas d'água de uma tarde chuvosa
Que causam estragos quando se unem

Meus sentimentos uniram-se à você
Tua mansidão. Minha espera.
Meu sorriso feliz ao avistar-te

Penso que podes ser minha,
que posso ser sua
Já sou sua?
Talvez não quero que sejas minha

Pertencer-te é um prêmio,
mas eu não fiz por merecê-lo ainda
As provações foram poucas,
os poucos anos que nos conhecemos
passaram-se numa rapidez surpreendente como se fossem dias.
Dias felizes ao teu lado sem estar contigo

Volto a sonhar,
mas é um sonhar acordado
como quem não deseja dormir
Como se pensar em ti fosse uma dádiva de 24 horas
Mesmo que sejam pensamentos repetitivos
Pela nossa pouca vivência juntas

Tua mansidão me surpreende
e me surpreendo ao esperar-te,
ao sonhar-te.

Estavas tão perto de mim,
Segundos me separaram de ti
foi-se para longe, mas assim vejo-te por inteira
onde fotografo-te no teu jeito,
nas tuas escolhas,
na tua solidão escolhida e desejada
Tua solidão de mim
Minha solidão obrigatória de ti

Posso ver-te indo embora
Levando contigo um sonho meu
Carregas os pés que toquei,
as mãos que senti,
o sorriso que me apaixonou.

Espero-te ainda hoje
e como hoje, todos os meus outros dias te esperarei
Revoltar-me não posso
Ou perco tempo em conquistar-te

Espero-te ainda hoje,
Com a certeza de quem aguarda
a luminosidade do dia que amanhece
e cada noite que se anuncia sombria
onde fecho meus olhos
abraço meu travesseiro
sonhando que ele é você. 
 
 

segunda-feira, 31 de julho de 2017

SUGAR E SER SUGADO...





Carlos D. de Andrade

Sugar e ser sugado pelo amor
no mesmo instante boca milvalente
o corpo dois em um o gozo pleno
que não pertence a mim nem te pertence
um gozo de fusão difusa transfusão
o lamber o chupar e ser chupado
no mesmo espasmo
é tudo boca boca boca boca
sessenta e nove vezes boquilíngua.