Mostrando postagens com marcador SLAVE. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SLAVE. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

ÉS TU, QUE MARKA!

Tu me dás o tema
Eu escrevo Teus passos
Sigo Teus traços
Porque
Tu és o lema
Tu és a rima
Tu és a inspiração
Tu és a própria poesia
És Tu que Marka!

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

MUNDO BAUNILHA x MUNDO BDSM


A vida é muito bela para não ser desfrutada. E em todas as suas extensões. Em todos os seus diversificados momentos, óbvio. 
Nessa minha vida, onde amadureci cedo, por conta de imposições de responsabilidades precoces, posso analisar de forma mais crítica suas várias tangentes.
Ainda lá na minha pacata cidade conheci homens ‘grandes’, como escritores nacionais, entre outros. Já na cidade grande, esse sex appeal que exalava de minha feminilidade também atraiu outros homens ‘grandes’, como meu inesquecível “Comandante”. Entre outros  que mexeram com minha imaginação de mulher. Aquela que queria um lar, uma família, uma vida socialmente correta. Viver grandes emoções que achava eu ser o ápice das sensações de prazer. Sempre me julguei provocante e completa em meus momentos relacionais ‘baunilhas’. Mas confesso que no meu inconsciente ou até mesmo consciente queria algo mais.
Minha vida baunilha foi completa, aquela completude cálida, certinha, equilibrada, de emoções controladas e resguardada por preceitos,  dogmas e regras de limitações em várias coisas, até nas emoções e desejos escondidos. Havia uma lacuna a ser preenchida que eu, ylena, não entendia exatamente do que se tratava.
Mas era uma vida boa!
Mas nem se compara com a avassaladora vida que em mim se revelou quando me deparei com o BDSM. Po*...!
Foi nessa impetuosa vida que realmente me sentir fêmea, pude de fato explorar meu lado perigoso de servir, de sentir sensações de espasmos que nunca antes havia sentido. Foi nesse 'outro lado da vida' que  descobri o que é de fato uma foda, o que é de fato está sob o domínio de alguém. Essas loucas sensações despertaram em mim desejos de conhecer os limites do corpo, de praticar coisas onde eu pudesse sentir na pele o sabor do desejo, o tremular do prazer.
Cada lado tem sua vantagem. Mas infinitamente o BDSM supera toda prática baunilha. Por isso não raro é que as pessoas que conheceram o BDSM se arraigaram e não querem mais deixá-lo...
E quando tudo isso vem acordado com a pessoa certa, aquela pessoa que conduz, que orienta, que participa direta ou indiretamente, o prazer fica completo, porque então, não será apenas o desejo de uma fêmea, mas o desejo de duas pessoas que decidiram viver e experimentar essas impressões de puro êxtase.
Podemos até tentar comparar, mas Não há como equiparar esses dois mundos. Tão semelhantes e tão distintos na sua intensidade de prazer provocado. Porque o mundo BDSM, para mim, suplanta o baunilha!

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

terça-feira, 2 de janeiro de 2018

AQUECER...

 
 
 
 
 
 
 
 
e sinto aquele calor a aquecer minhas mãos...
eram cinzas
e sinto aquele ardor a preencher minha boca...
eras Tu
e sinto aquele sabor a jorrar em meu corpo...
era Teu gozo delicioso!

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

domingo, 31 de dezembro de 2017

GOZO JORRANTE


Vem
eu te quero nu
indecente
despido de pudores e latente
com um o gozo abundante
onde eu possa colher cada gota
 dessa jorrante fonte!
E assim
fui colhendo amoras
fui colhendo prazeres
fui colhendo essa Tua essência
que unta minha presença
e transforma o momento 
de celebração em pura latência...



sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

TUA PRESENÇA



Tua presença aqui, 
é muito mais que tua presença
É um rastro de luz que pulsa, 
que acende desejos, 
que revitaliza esperanças.
Tua presença
é um cacho de desejos maduros
pronto a serem colhidos
me abre a boca de querer
embebidos
e lambuzados
produz salivação
e todo esse tesão
são seivas...
Venha sempre!
Volte sempre!


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

MARKAS NA VIDA


E mais um tempo se passa. 
Eras regadas com markas que deixam o coração e os desejos sempre em aceleração. 
Markas desejáveis e renováveis a cada encontro, cheio de insinuações...
Obrigada, Mestre, 
por tuas Markas em minha vida!
 

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

DESVENDA-ME!

Mesmo que me vendasse os olhos,
 ainda assim eu Te sentirei
 no íntimos dos meus desejos...
porque Tua presença Marka minha vida!

domingo, 24 de dezembro de 2017

CHIBATA

É pequena
é firme
apenas um acessório de tortura ou prazer.
marka,
aquece ,
faz gozar...
A Chibata!

sábado, 23 de dezembro de 2017

MASSAGEANDO O PRAZER...

 Num momento um, noutro momento o outro, assim todos ganham, todos gozam, todos saem satisfeito
o prazer massageado com o toque bem tocado
com a marka do tesão

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

SONETO 57 DE SHAKESPEARE


Sendo teu escravo, o que fazer senão atender
Às horas e aos chamados de teu desejo?
Não tenho tempo algum para mim,
Nem serviços a fazer, até que me peças.
Nem ouso repreender a hora do mundo sem fim,
Enquanto eu, minha soberana, sigo tuas horas,
Nem penso que a solidão da ausência seja amarga,
Após dispensar teu servo de teu serviço;
Nem ouso questionar com meus ciúmes
Onde andarás, ou imaginar o que fazes,
Mas, como um triste escravo, sento-me e não penso,
Salvo, onde estás e quão feliz fazes a todos:
Então, que tolo é o amor, que, sob teu jugo
(Embora nada faças), nenhum mal o assombre.

tradução de Thereza Christina Rocque da Motta
(http://154sonetos.blogspot.com.br/2009/07/soneto-57-sendo-teu-escravo-o-que-fazer.html)