<                           

























Mostrando postagens com marcador SUBMISSÃO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador SUBMISSÃO. Mostrar todas as postagens

sábado, 16 de setembro de 2017

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

QUAL SERVA NÃO GOSTA?




Como explicar esse gosto gostoso que teu gozo provoca?
Há algo de mágico no toque da boca
Há algo de soberbo no vai-vem
 que alimenta o prazer desta serva...

DEIXE-ME

Deixe-me perder no Teu corpo

Deixe-me lamber os Teus pés

Deixe-me acariciar Tuas pernas

Deixe-me tocar Tuas nádegas

Deixe-me beijar o Teu ventre

Deixe-me roçar teu umbigo

Deixe-me sentir teu coração a bater

Deixe-me percorrer as Tuas costas com meu corpo

Deixe-me provar o Teu néctar em meus lábios

Deixe-TE perder-TE em mim!

quinta-feira, 14 de setembro de 2017

LUGAR DE ESCRAVA... ONDE O DONO QUISER


seja onde for
ou da forma que for

OS RABOS





olha os rabos!

ENCANTOS E DESENCANTOS






Nada mais encantador que a vida BDSM. Defendo isso com unhas e dentes. A dor me fascina de alguma forma. Apesar de não ser masoquista. Não aquela dor inicial, mas, digamos, a segunda dor, aquela que vai esquentando tudo por dentro. O spanking me encanta, me aquece, me deslumbra. Por isso esse desejo intenso em submeter-me a este estilo de dor-prazer, prazer-dor. Vou onde vou. Fico onde fico...
Cada perspectiva são várias malas. Não apenas de objetos de prazer (ou tortura). Mas há também uma parte em que não me prendo muito a dissertar nos posts. É a mala com as coisas pessoais.  Eu preparei a minha assim: sandálias novas, roupas novas, cremes, shampos, sabonetes, muitos perfumes, óleos, maquiagens, secador, ferro, taça,  toalhas, escovas, velas... etc. Tudo visando sempre um a sessão aconchegante.  Sempre tentando acrescer aquilo que nalgum momento tenha sido esquecido.

Estou chateada. E hoje ainda permaneço muita, mas muita chateada. Esmurrando a mim mesma. Porque vejo em mim uma 'putinha vagabunda' boa para ser severamente disciplinada.

Quer saber? Aqui num é lugar de desabafos, mas de excitação. Por isso vou deixar meus desencantos comigo mesma.  Vou fazer o que tem que ser feito e pronto. Acho que vou dar um tempo do blog, também. Não me sinto inspirada...

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

LIÇÕES QUE A VIDA TRAZ




Foi muita expectativa. Muito desejo. E por descuido, como aquele fiozinho que escapa da mão. Pluft! Acabou sem nem começar. Ficando assim um misto de tristeza, impotência, raiva, fracasso. Revolta.  Choro, choro.
Apesar dos pesares foi uma grande lição com um aprendizado que nunca será esquecido, por que esta serva aqui, a partir de então fará uma rotação de 360º em tudo. A começar em si, uma mudança radical em todas as áreas. Novos hábitos. Novas posturas. Novos tudo. Vou parar de emprestar minhas coisas para terceiros.  Sempre destroem, danificam.
Ontem tinha feito uma “limpeza”. Um bota fora, mais de 50 pares de sandálias, sapatos e botas para a doação. Objetos de casas,  roupas. Inclusive uma que hoje uso. Por falar em roupa, hoje olhei a roupa que conheci o mestre há algum tempo, anda comigo, agora. Está guardadinha, bem pertinho.  Será que consigo chegar lá de novo? Um desafio.  Por isso novos projetos...
E agora mais do que nunca vou treinar. Vou virar uma serva ‘atleta’ com práticas que sejam aprazíveis ao Mestre. O Mestre é extremamente exigente.  
Recordar é viver, dizem, mas sei lá. Cada vez que recordo, tudo piora. Parece que as coisas ficam mais intangíveis. Recordar... Primeira vez. Primeiro fisting. Primeiro tudo. Há coisas que sempre queremos recordar e outras renovar.Tenho recordado muito ultimamente.
Finalmente, um novo brinquedo chegou. O bastão de massagem; não é lá essas mil maravilhas. Acho que as propagandas são mais enganosas que verdadeiras. Pois a velocidade não é tão velocidade assim. E os efeitos são meio tardios. Ou seja, uma hora depois do uso vi um resultado ‘melante’. E isso permaneceu por mais umas 4 horas. Isso sempre acontece. Dirigindo sem calcinha e a buceta literalmente babando. Minha vontade mesmo era ter o Mestre naquele momento e que ele pudesse ter feito uma conferência daquelas que só ele sabe. Enfim, estou, hoje, triste e com a buceta pulsando aqui, desejando tantas coisas.
Vou providenciar umas “vendas”. Olhos vendados trazem mais tranquilidade em certos momentos. Juro que não faço 'cera' com a dor. Eu até aprecio. A dor inicialmente é perturbadora, mas  depois ela se acomoda com o prazer. O pior é quando tudo da em merda. 
E hoje esta serva está triste e com raiva.  


terça-feira, 12 de setembro de 2017

ALTA TE(N)SÃO








CONTIGO
O TESÃO É SEMPRE ALTO
VIVO EM CONSTANTE 
ALTA TENSÃO
ALTO TESÃO...
TU PROVOCAS MEUS INSTINTOS LUXURIANTES...
TU ALIMENTAS 
MEUS ANSEIOS SUBMISSOS



LUXURIANTE




Corpos ardentes,
sensações alucinantes,
arrepios da pele,
toques sutis,
envolvimento
cúmplice de luxúria
e prazeres carnais...
É assim que Te quero
extremamente perto
extremamente dentro
 sem juízo, sem razão
mas com todas as taras e tesões...

 

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

ESPERO QUE ESTEJA TUDO AQUI!


Vou pensando aqui com meus botões. Tantas coisas passam pela mente.
Arrumando aqui essas coisas, encontrei umas velas de Natal. Aí pensei em velas. Sei que velas é para iluminar, embelezar. Mas creio que no bdsm serve também para exercitar o prazer sádico do Top e assanhar o fogo de algumas submissas. Nunca usei, mas confesso que a curiosidade aumentou, apesar de que não saberia qual seria a ideal.
Pedi algumas coisas, poucas - 3; acaba de chegar uma -  o bastão, mas nem conferi, já empacotei na mala juntamente com velhos desejos. Ainda não sei exatamente quais seriam  os acessórios, digamos, mais indispensáveis pra deixar uma mala bem completinha. Mas espero que  possa descobrir logo, logo. Assim seria mais interessante a mim e para o momento que deles precisar.
Quando se compra pela internet, a forma de envio faz toda diferença! Umas são mais rápidas, outras mais delongadas, atrasadas causando alguns contratempos, mas nada que venha impossibilitar uma boa sessão, por exemplo. 
Creio que dentro de algum tempo precise mudar a maleta para melhor acondicionar os pertences. Visto que a intenção é de fazer a 'família' crescer.
Fiquei admirada assistindo De Pernas Pro Ar ( 1 e 2). A coleção de acessórios que ali são mostradas é coisa de enlouquecer qualquer mulher. É impressionante!
Mas o importante mesmo, creio, não seja apenas uma coleção de brinquedos que erotizam,  mas o momento de compartilhar da presença do Mestre, pois há tantas formas de entrega, tantas formas de se proporcionar satisfação que por vezes esses elementos nem são necessários...
O que comer? O que não comer? O que fazer? Muitas perguntas para esta cabecinha. Eu, gostaria de saber, por exemplo o que meu Mestre apreciaria, gostaria que tivéssemos um momento em que pudéssemos esquecer tudo e viver esse momento extensivamente de prazeres. 
Ai... ai...

CONJECTURAS - AS ESCOLHAS




A vida é feita de escolhas. Umas boas, outras nem tanto. Há escolhas certas, há escolhas erradas.
Um dia eu escolhi trabalhar, estudar, escolhi ficar de cabelos loiros, escolhi ficar de cabelos lisos, escolhi  me senti sensual, escolhi uma coleira  (fui num pet e comprei uma e pus no pescoço e tirei uma foto para ver como eu ficaria de "escrava-cadelinha" – é... gostei de me sentir assim...

Mas um dia eu desejei ter um dono, ter alguém para dedicar um lado totalmente fora do convencional para muitos. Eu escolhi Te servir. Por diversificados motivos. Desejos despertados, confiabilidade, segurança, tesão, ensino, aprendizagem, exigências, autoridade, fetiche, erotização, etc. Escolhi abrir mão de um relacionamento comum para investir noutro mais diferente. ("AQUELE” relacionamento) tem lá suas virtudes, é belo, etc., mas..., mas  não tem  o que preciso que é SM (que é justamente o que ESTE pode me oferecer)...






Nalguns momentos, nessas escolhas, havia um leve conflito de interesses – entre a personalidade social e a personalidade fetichista. E de posse de muitas escolhas realizadas, corri atrás de uma escolha atrevidamente perigosa. A escolha de ser serva. A mais perfeita das escolhas se for bem aproveitada. O homem que tem o privilégio de receber a servidão de uma fêmea deve se sentir honrado em ser escolhido para tal.

Eu me sinto privilegiada em poder ofertar essa servidão a quem a mim traduz a junção de muitos desejos.

Eu escolhi abrir mão de uma vida convencional-social e decidi “viver a vida”. Em meio a tantas turbulências sociais, trabalhistas, familiares... Eu escolhi a Ti! Porque eu escolhi ser serva. E aprovado por TI como tal eu me sinto imensamente feliz!

Vou estar sempre pronta para Ti. Por que tu és meu escolhido!